nova guia - claudia jimenez2

Atriz global Claudia Jimenez deixa lesbianismo

por • fevereiro 6, 2014 • Destaque, Televisão317 Comentários189722

Quando a cantora Daniela Mercury publicou em uma rede social foto com outra mulher dizendo que esta era sua marida, a repercussão na opinião pública foi imediata. A ex-estrela do Axé percorreu todos os programas, pôs tom político no discurso e  se declarou lésbica, mesmo já tendo vários relacionamentos héteros e filhos. Junto com o par homossexual chegou a escrever um livro falando sobre o romance. Daniela Mercury foi ovacionada como heroína, aclamada pela militância LGBT  como referência de luta pela bandeira. 

Tratamento diferente – bem diferente, diga-se de passagem –  foi dado à atriz Cláudia Jimenez quando terminou o relacionamento de 10 anos com a sua  personal Trainner e sócia,Stella Torreão,em 2011.  “Não tinha sensualidade, era muito mais gorda do que sou hoje. Não tinha forma nem vaidade. Achava que não tinha cacife para seduzir um homem. Como tinha de ser amada, me joguei nas mulheres”, declarou a atriz   numa entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

Claudia Jimenez e seu primeiro namorado,Rodrigo Phavanello.

Claudia Jimenez e seu primeiro namorado,Rodrigo Phavanello.

As declarações da atriz, que não associa homossexualidade a algo inato  à pessoa e  sim como comportamento que pode ser superado, deixou a militância LGBT do país em polvorosa. O site Parada Lésbica classificou a atitude de Claudia como um “desserviço homofóbico” e ainda chamou a atriz de “medíocre”.

Em outra oportunidade, Claudia revelou  trauma sofrido na infância que a fez se afastar dos homens, um abuso que sofrera aos 7 anos. “Sofri abuso quando era menina e morava na Tijuca. Um senhor me bolinava. Ele comprava muitos chocolates e me convidava para entrar na casa dele. [Quando revelei essa história aos 18 anos] foi um choque para todo mundo. O fato de esse cara ter feito isso comigo atrasou muito o meu lado. Graças a Deus, ele já morreu” contou ao UOL.

Depois do convívio de 10 anos com Stela, Claudia passou a se relacionar com homens. Os veículos de comunicação que publicaram matéria sobre o assunto foram contidos, não fizeram alardes e não manchetearam a decisão da atriz de deixar o lesbianismo, justamente o contrário do que fizeram com a cantora Daniela Mercury.

Claudia deixou  nas entrelinhas que sua opção pelo lesbianismo se deveu a diversos fatores externos como trauma de infância, rejeição e carência afetiva. Hanna Korich, uma das sócias fundadoras da Editora Malagueta, editora dedicada à literatura lésbica, também alfinetou Claudia rotulando as declarações da comediante de “homofobia internalizada”.

Patrulha LGBT

A militância LGBT na busca pela liberdade  acaba oprimindo muitas das pessoas com comportamento homossexual. A tolerância se torna intolerância. A cantora Adriana Calcanhoto desabafou à revista Época sobre a ação da patrulha LGBT, logo quando Daniela Mercury se assumiu lésbica:  “Se Daniela ficou feliz de falar e, se falando, ajudou a causa, eu acho válido. Só não gosto da patrulha para que você precise sair do armário, isso segmenta. Eu não gosto de expor minha vida privada por temperamento”.

Walcyr Carrasco também criticou a atuação dos militantes dos movimentos pró-homossexualismo. “Recentemente, declarei que sou bissexual. Fui apedrejado por homossexuais, segundo os quais deveria ter me declarado gay. Respondi: tive relacionamentos com várias mulheres na minha vida, a quem amei. Seria um desrespeito a elas dizer que tudo foi uma mentira”, escreveu em artigo que assina para a Revista Época.

Que outros sigam o exemplo de Claudia. Há saída para o comportamento homossexual. 

Pin It

Artigos relacionados

  • juju

    que reportagem sem pe nem cabeca. primeiro: o mov. lgbt ou qualquer pessoa que nao faca parte do movimento mas eh sensata, sabe que homossexualidade eh inata. essa reportagem sua nao afirma seu argumento de que eh uma escolha, ja que a propria reportagem diz que ela tinha orientacao hetero, mas depois de um trauma estava confusa e foi para as mulheres, mas depois que viu a confusao, assumiu que nao gostava e ai entao deixou o lesbianismo e ficou hetero, ou seja, ela nao eh uma ex lesbica, pois na verdade ela nasceu hetero. estav numa fase lesbica por opcao devido a um trauma, mas sempre gostou de homens. argumento mediocre o da reportagem.

    • Jonathas Rodrigues

      Sem pé nem cabeça é este seu comentario.

      • juju

        jura? coitado

    • Ernandes Almeida

      Muito bom Daniel Duarte!

    • Danni Santanna

      Se você fizer um curso de psicologia vai ver que nenhum bebê nasce com tendencias homossexuais…a afetividade é desenvolvida e na criança está extremamente ligada ao sexo… o homossexualismo nunca deixará de ser comportamental…cada pessoa faz uma escolha, ela não nasce destinada a isso …primeiro pq pelas leis naturais isso não seria possível! Leve 100 casais homossexuais para uma ilha deserta, destrua a terra e volte a esta ilha, aí se verá a extinção da humanidade!!!

      • marcos_nonato

        Se vc colocar 100 casais homossexuais numa ilha deserta, os casais de mulheres vão achar casais de homens que queriam ter filho juntos, e vão formar uma família grande. Agora se você colocar apenas 100 homens heterossexuais ou apenas 100 mulheres heterossexuais numa ilha e voltar após a destruição da terra, ai sim vc verá extinção da humanidade.

        • Marcos Torres

          kkkkk Sério? Família é um homem e uma mulher. Passou disso é orgia.

          • Netun Lima

            Marcos, pra psicologia a homofobia na verdade é uma incapacidade de lidar com a grande atração pelo mesmo sexo. Sai do armário e para de falar besteira. Burrice é comportamental, deixe de ser burro!

          • Cleber Gouveia

            Sendo a mesma psicologia que formulou tal expressão “homofonia”constituída em sua majora por gays, e ditatorial quanto a liberdade do exercício profissional segundo a consciência de cada uma (constitucional as duas coisas), então é muito fácil de compreender esta definição sobre a homofonia: apenas para desmerecer aquele que contrapõe.

          • lh

            kkkkkkkkkkkkkkk

          • Marcos Torres

            Você está insinuando coisas. Apenas isto. O choro é livre já que não tem argumentos.

          • marcos_nonato

            Então uma boa parte do país vive em orgia, pq o numero de divórcios só aumenta e boa parte das famílias hoje são formadas por mãe e padastro + pai e madastra. Sem nos homens que não assumem os filhos e a mãe cria com os avós e tios.

        • TETETEI

          eu acredito que so defende o homossexualidade quem não tem mente para pensar que o mundo so se constrói com gente
          se uma pessoa declara a ser um homossexual daqui 80 ano o mundo se cabou, hehe pense vocês que so vivem pela emoção e sentimentos a vida e real não fantasia
          eu acredito que já se prova que homossexualidade não tem futuro
          tetetei

          • marcos_nonato

            O problema de ser gay é não procriar? Primeiro que não existe a possibilidade de todas as pessoas do planeta se tornarem gays, até pq não existe possibilidade de todas as pessoas serem iguais, seja lá em que aspecto. Segundo que gay tb tem filho.

        • Diogo Oliveira

          Marcos Nonato, seu argumento apenas comprova como correto o que Danni Santanna escreveu. Vamos analisar o seu argumento:

          Primeiro, você disse que se você deixar cem “casais” homo na ilha, os “casais” procurarão entre si homens e mulheres para procriar. Ou seja, precisarão praticar o coito, forma procriativa na espécie humana, de maneira HÉTERO. Ou alguma dupla homo conseguiu ter filhos sozinha? Em outras palavras: para procriar, precisarão de Homens + Mulheres, ou seja, heterossexualidade. Homens + Homens ou Mulheres + Mulheres dá exatamente nisso: NADA.

          Vc mesmo “assinou a próprio punho” esse fato quando mencionou a ilha com apenas 100 homens hétero ou apenas 100 mulheres hétero. Realmente, dá em nada, pois homem + homem = nada, mulher + mulher = nada. Ou seja, homossexualismo na procriação = nada. Mais uma vez, há a necessidade do heterossexualismo. O cantor gay Elton John só conseguiu ser pai quando arrumou uma mulher que servisse de “barriga de aluguel”, não foi?:E o outro gay com quem ele vive “casado”, para que serviu na procriação familiar? Para NADA. Provas em contrário?

          Agradecido pela sua contribuição ;)

          • marcos_nonato

            Diogo, lhe falta criatividade. Os casais não precisam praticar o coito pra que haja fecundação, te dou como exemplo o caso da cantora Gloria Trevi, que engravidou na prisão usando uma caneta Bic. :-p E mesmo que o coito ocorresse, heterossexualidade = sentir atração por pessoa do sexo oposto. Transar com uma pessoa que vc não sente atração apenas para que essa engravide de vc não te torna heterossexual.

            A conversa de tão absurda ficou engraçada.. hehehe.. :-)

          • Diogo Oliveira

            Seus argumentos, mais uma vez, não se justificam na causa que você defende. Para começar, é bastante notório o uso de ad hominem, às vezes sem mesmo denotação dentro do argumento ao qual se refere, para criticar um pensamento. Eu não quis ser “criativo”, seja lá o que você quis dizer com isso, eu quis ser preciso. Você, por exemplo, falou que uma mulher se fecundou usando uma caneta BIC. Tá, podia ser até com uma vassoura, mas o esperma que a fecundou veio de onde? Da BIC também? O gameta masculino, do sexo oposto, a heterossexualidade procriativa, foi novamente necessário. Ou podem mulheres – ou BICs – fabricarem por si só esperma?

            Aliás, a heterossexualidade está, também, correlacionada ao sexo heterossexual, já que faz parte da temática. Lógico que não se resume a isso, em nenhum momento eu afirmei tal coisa – se o fiz, mostre-me onde -, mas pode-se muito bem referir-se ao coito, fecundação ou alguma outra forma de relação além da afetiva como hétero ou homo, aliás, seria o sexo entre um homem gay e uma mulher gay algo homo, como se ambos fossem do mesmo sexo?

            Não.

            O gameta masculino e o feminino são, agora, oriundos do mesmo sexo – como homens produzindo ovócitos e mulheres produzindo (e ejaculando) esperma?

            Claro que não.

            Então já se percebe a necessidade do evento hétero na fecundação. Como ocorrerá a inseminação, geralmente é por coito, mas faz-se necessário o gameta oriundo dos dois sexos. Nem apenas um, nem apenas outro. Com duplas homossexuais, portanto, isso se torna impossível, incorrendo na fatalidade mencionada no comentário que você tentou rebater.

            Tanto que, com efeito, eu desmembrei o termo para me referir ao sexo praticado de forma heterossexual entre homossexuais, como bem se vê e você, mais uma vez sem querer, acabou fundamentando a mesma ideia no seu próprio argumento – mais uma vez, agradecido pela colaboração.

            Aliás, interessante como você resume heterossexualidade a apenas afeição sexual entre pessoas de sexo diferente. Até mesmo o movimento homoativista discorda de você, visto que para isso eles cunharam um nome mais específico: heteroafetividade, relacionada à relação heterossexual dissociada da relação heterossexual feita. Daí também veio o termo “homoafetividade”.

            E, afinal, mas não inesperadamente, vejo seu comentário utilizando-se do “apelo ao ridículo”, querendo desqualificar um argumento não pela precisão, mas pela noção por você mencionada de que o mesmo é “absurdo”, ao ponto de se tornar hilário. Como eu disse, nada inesperado, infelizmente.

          • marcos_nonato

            Nosso debate não terá fim até pq não entramos em consenso na questão mais básica, que é a definição de heterossexual/homossexual. Você enxerga heterossexualidade até em reprodução por inseminação artificial, enquanto eu estou falando de orientação sexual. E sim, eu resumo a homossexualidade como atração física (desejo sexual) por pessoas do mesmo sexo. Homoafetividade se refere a relação afetiva entre pessoas do mesmo sexo, um vinculo amoroso. Heterossexual é sexo, heteroafetivo é amor. Homoafetividade é um termo utilizado pelo movimento homoativista para mostrar que o relacionamento entre casais gays não envolve apenas sexo, mas sim afeto, carinho, amor.

            E com relação ao meu apelo ao ridículo, a conversa se iniciou falando sobre a destruição da humanidade, se vc não acha isso ridículo, realmente lhe falta senso de humor. Nada inesperado, infelizmente.

          • Diogo Oliveira

            Concordo que o assunto chegou a um nível cíclico, o que me faz ter o mesmo pensamento que você: encerrá-lo nesse ponto. Apenas deixarei meu parecer sobre as coisas que você escreveu, se você não se incomoda com isso:

            Heterossexualidade, ou homossexualidade, ou a sexualidade em geral não se define e se limita apenas e apenas à sexualidade em si, embora também a englobe: as outras categorizações que existem existem justamente para isso: categorização. O assunto é mais amplo e, sim, com vários aspectos considerados a estudo. Gametas masculinos e femininos assim são chamados por causa da consideração da heterosexualidade a esse nível, uma coisa muito estudada na embriologia, que trata desse tema com mais profundidade a esse nível. Ou gametas “masculino” e “feminino” são termos desconhecidos? Eu não estou falando de consensos pessoais, estou falando daquilo que é norma de nomenclatura.

            Sobre o apelo ao ridículo, lembremo-nos de que o comentarista inicial sugeriu, a fim de ilustração, a situação dada. Válido, embora eu mesmo admita que nãohavia necessidade, visto que ele apenas comentou aquilo que é óbvio e patente pra todos: que gays não podem se reproduzir sem alguma forma de colaboração vinda da parte do sexo oposto. Você, ao responder, deu continuidade ao assunto dentro da hipótese sugerida, portanto, continuar a covnersa dentro desa visão nada tem de ridículo. Estava-se apenas continuando a conversa naquilo que foi proposto inicialmente no comentário que você, inicialmente, respondeu.

            Mas você escreveu: “(…)se vc não acha isso ridículo, realmente lhe falta senso de humor. Nada inesperado, infelizmente.”. Por que você escreveu isso? Todo mundo agora é obrigado a tratar com humor o tema da extinção da humanidade, teorizada em diversos aspectos científicos? Isso realmente traz algum indício de como a pessoa é socialmente, no tocante ao senso de humor dela?

            Não.

            Sua suposição sobre minha pessoa, novamente, foi desnecessária e fora de contexto. Se uma pessoa acha isso ridículo, hilário, se ela tem ou não humor e se o humor dela corresponde ou não a temas como esse, de que importa ao tema? Isso não diz absolutamente nada sobre a pessoa e isso vale para mim – e você – aqui. Portanto, seu ctrl C + ctrl V em um trecho da minha resposta para tentá-la aplicá-la de volta a mim não adiantou. Reafirmo: nada inesperado, infelizmente – visto que você já tentou isso antes, inclusive. Se você quiser responder – não que seja obrigado, você já falou que está encerrando e eu estou respeitando sua decisão -, tenta falar sem atacar a pessoa, apenas discorrendo sobre o tema. Pode ser?

      • Netun Lima

        Se você fizer um curso de psicologia vai ver ver que os bebês nascem com diversas tendências e que na infância se interessam muito mais pelo próprio sexo que pelo sexo oposto. É só olhar como as turmas são pouco mescladas.

        • Nikki

          Desculpa, mas eu estudo Psicologia, e os bebês não nascem com tendências nenhuma. A sexualidade vai ser definida com o decorrer da vida da pessoa, com a relação que ela tem com seus pais. Freud fala que todos nascemos bi, mas com as relações, como os pais se colocam com seu filho que vão desenvolver a sexualidade da criança. Mas repito, eles não NASCEM sendo homo ou heteros.

          • Netun Lima

            Estudante de psi, Pulsão é tendência nenhuma ou tendência a tudo?

        • Cleber Gouveia

          rindo muiito. E olha que tenho um livro todo sobre desenvolvimento infantil com todas as teorias sobre este

        • Marcos Torres

          Não se prova que nasce-se homossexual. E o que você diz de: “se interessar pelo próprio sexo” é o auto-conhecimento do próprio corpo. Nada que ver com homossexualidade.

          • Netun Lima

            Eu não disse que alguém nasce alguma coisa. Estou dizendo que que o cara ai de cima que começa todas as falas dele com “se você fizer um curso de psicologia” usa as crianças como exemplo e elas não são. Se a homossexualidade fosse somente uma escolha das crianças maioria seria homossexual, pois como eu disse, na infância se interessam muito mais pelo mesmo sexo.

      • juju

        ai, ai….

    • kelly

      Amei sua resposta Daniel Duarte! Mas claro q isso é impossível, só se fazendo de idiota mesmo pra nao entender!!!

    • henriquehaddefinir

      Homossexualidade é INATA tal qual a heterossexualidade, porque as pessoas são IGUAIS. E Luiz Mott é um imbecil… Ser notório como membro da comunidade GLBT não muda isso.

      • Marcos Torres

        Iisso é seua opinião. Já provar tal coisa! Não se prova. Alguns acreditam que seja inata.

      • lh

        nos traga provas científicas…

        • henriquehaddefinir

          Desde quando é necessário provar cientificamente porque alguém nasce heterossexual? Sendo assim, não é necessário provar cientificamente porque alguém nasce homossexual. As duas coisas são IGUAIS, são traços que independem da vontade.. A questão é que a heterossexualidade não é questionada, não é julgada. Se homossexualidade fosse algo adquirido, ela aconteceria a todos que partilham apenas das MESMAS condições sociais e não é assim que acontece. Há gays em famílias absolutamente comuns, com pais presentes, há gays que nunca sofreram abuso, que tentaram loucamente se interessar por mulheres, que sempre tiveram apoio e exemplo. Há gays no mundo porque há, simplesmente, sem motivo, sem fórmula. Há homossexuais e heterossexuais pela mesma razão: nenhuma razão. Porque a natureza é assim e só precisamos aceitar.

    • Diego Martins

      “[...] mas depois de um trauma estava confusa e foi para as mulheres [...]”
      “[...] estav numa fase lesbica por opcao [...]”
      _______________________________________
      Querida Juju, conforme sua própria argumentação, o homossexualismo é um comportamento. Não sou eu quem estou falando, nem B, nem C, nem o Bambambam psicoterapeuta, foi você mesmo. Agora eu te pergunto, como pode se falar em homossexualismo inato, se assim como a Jimenez, podem (e devem) existir vários homossexuais por opção, segundo suas próprias colocações?
      Não quero causar, nem quero ser o dono da verdade, meu objetivo em participar dessa discussão é mostrar a fragilidade do discurso do homossexualismo inato.

      • juju

        nao…ela nao era homo…era BI…voc sabe a diferença???? aprenda a ler e ainterpretar textos!!!!!!

    • Pedro

      “Ela seria, portanto, mera escrava de algo que é imutável, permanente, e não tem poder nenhum sobre sua vida e suas decisões.”

      Se a homossexualidade for inata a pessoa é escrava e não tem poder nenhum sobre sua vida e suas decisões? Não entendi Daniel, me explica aí!

      • Pedro

        Nada? Sabia… ;)

    • Candido

      Se ela for uma escolhida de Deus, ela saí do lesbianismo; pois aos que Deus predestinou, a estes também chamou, gloriou e justificou. Então se ela foi justificada em Cristo, ela com certeza deixou, ou deixar essa vida.

      • Netun Lima

        Cândido, uma informação básica: Deus não existe. Paulo estava a tôa lá em Tarso, fez essa brincadeira e um monte de gente continua repetindo isso até hoje.

        • Marcos Torres

          Para você não existe. Não para quem acredita.

    • lh

      prove isso com ciência ou estude mais…

      • juju

        e voce, pode provar o contrario com ciencia?

    • Jandira

      Tudo isso por mais aparentemente lógicos que seja, não passa de conceitos, nenhuma verdade à nessas afirmações!! nem da psicologia, nem da biologia, muito menos a identidade de gênero das pessoas.. que é sim uma construção social e cultural!!. Antes o problema é semântico; pois se a palavra “pré” conceito nos leva a uma possibilidade de não ser um “conceito”, também um conceito formado, não nos garante que seja verdadeiro!
      E quando afirmamos “quanto menos estereótipos sobre semelhanças e diferenças sobre homens e mulheres forem adotados como verdades em qualquer processo educativo, formal ou informal” isso também se aplica a onda tendenciosa de justificar a homossexualidade como um direito de escolha, pois se fosse mesmo uma escolha não precisava ser de orientação sexual, logo se estamos defendendo uma orientação sexual, então estamos induzindo a uma escolha. Quero dizer que sou socióloga e muito dos comportamentos sociais são de origem biológica sim, pois se o fosse diferente então a natureza teria criado mecanismos de reprodução de outra maneira, que não por meio das genitálias de macho e fêmea, pois a atração sexual é biologicamente necessária para perpetuação de qualquer espécie e a orientação sexual é uma interferência conceitual de matriz sociológica, onde se induz a sociedade a um verdadeira desastre, onde na defesa de uma minoria, distorcemos a natureza para dar razão a conceitos intelectuais que nunca deixaram de ser apenas mais um conceito! Estamos iniciando um distúrbio que vai acabar num processo de “ZANGANEIRA SOCIAL”

    • juju

      aham, sent lá claudia. voce pelo visto tbm nao entende o conceito de BIsexualidade.

  • Nelson Carvalho

    Excelente matéria.

    Escancara a intolerância do movimento homossexual, pelo qual você não tem direito a uma opção pela heterossexualidade.

    Para essa gente ou voce é gay ou é homofóbico.

    Que gente intolerante que não sabe conviver com o controverso e a democracia!

    • Jair De Souza Santos

      CONCORDO

    • Gal Will Brasileiro

      Gostei muito do seu ponto de vista Rafaela.

  • alfredo arruda

    kkkkkkkkkkk….

    • João Miau

      Se se fala em homofobia! Esquecem da heterofobia!

      Viva a Claudia!

      • Marcela

        Engraçado é que a galera que apoia GLBL luta por direitos iguais, cidadania, respeito, mas qdo o assunto é ser hetero como escolha todo mundo vira juiz, apontando sem dó nem piedade o que é certo ou errado…muita hipocrisia querer ser aceito e não aceitar a opinião dos outros…

      • marcia gadelha

        se a homossexualidade nao e inata a heterossexualidade tanbem ,nao e ,ou seja nascemos sexuados apenas .mas gostaria de acresentar algo ,acho o desejo homossexual muito forte ate mas forte que o heterossexual .vejamos, .heterossexualidade e aceita vc nao morre e nem e perseguido por ser hetero .diferente da homossexualidade que sempre foi alvo historicamente de discriminaçao ,morte ,rejeiçao etc ,e as pessoas continuam homossexuais .diante do exposto, acho que o desejo homossexual e mas forte e natural que o desejo hetero .vai ser homossexual pra ver se e facil ,nunca e nem sera jamais uma escolha e um desejo natural o tanto quanto o heterossexual ,.a diferença reside que heteros sao aceitos e homossexuais pagam com a vida e a discriminaçao o seu direito de viver e ser feliz .vcs nao leeem jornais ,revistas ,internet ,etc e nao percebem o preço que os homossexuais pagam por serem homossexuais , a exemplo do brasil .russia ,iran ,iraque ,arabia saudita ,africa e tantos outros paises .com relaçao a criticas, daniela recebeu e muitas de pessoas heterossexuais .ok marcia gadelha transexual .

        • Jandira

          Tudo isso por mais aparentemente lógicos que seja, não passa de conceitos, nenhuma verdade à nessas afirmações!! nem da psicologia, nem da biologia, muito menos a identidade de gênero das pessoas.. que é sim uma construção social e cultural!!. Antes o problema é semântico; pois se a palavra “pré” conceito nos leva a uma possibilidade de não ser um “conceito”, também um conceito formado, não nos garante que seja verdadeiro!
          E quando afirmamos “quanto menos estereótipos sobre semelhanças e diferenças sobre homens e mulheres forem adotados como verdades em qualquer processo educativo, formal ou informal” isso também se aplica a onda tendenciosa de justificar a homossexualidade como um direito de escolha, pois se fosse mesmo uma escolha não precisava ser de orientação sexual, logo se estamos defendendo uma orientação sexual, então estamos induzindo a uma escolha. Quero dizer que sou sociólogo e muito dos comportamentos sociais são de origem biológica sim, pois se o fosse diferente então a natureza teria criado mecanismos de reprodução de outra maneira, que não por meio das genitálias de macho e fêmea, pois a atração sexual é biologicamente necessária para perpetuação de qualquer espécie e a orientação sexual é uma interferência conceitual de matriz sociológica, onde se induz a sociedade a um verdadeira desastre, onde na defesa de uma minoria, distorcemos a natureza para dar razão a conceitos intelectuais que nunca deixaram de ser apenas mais um conceito! Estamos iniciando um distúrbio que vai acabar num processo de “ZANGANEIRA SOCIAL”

  • regina celia

    Eles gritam por liberdade, tolerância e tudo mais, mas praticam exatamente o contrário!! O turma intolerante e homofóbica deles mesmos!!!!

  • Carla Cunha Costa

    PELO MENOS UMA NOTÍCIA MARAVILHOSA!! PARABÉNS PELA ESCOLHA, Claudia Jimenez!

    • Allan Motta

      Boa tarde a todos os paticipantes deste ocmentário, convido a todos a observar o que diz a Biblia Sagrada ac respeito de todo esse assunto; – levitico cap. 18. versiculo 22 e 23, juizes cap. 14. versiculo 24 e romanos cap. 1. versiculo 27. o que passar disto é pura abominação e ponto final.

  • Plinio Augusto

    Parabéns à Claudia Pela postura. Coloca a ideologia gayzista no lixo!

    • Priscila Oliveira

      E já já trai o carinha com uma mulher rsrsrs

      • Matheus Valentim

        tah, então o mundo é gay -.-’

        • Netun Lima

          Segundo a psicologia, ta mais próximo disso. As crianças se interessam muito mais pelos amiguinhos do mesmo sexo e acham o sexo oposto chato.

          • Marcos Torres

            Se ela for infiel, trairá com quem quiser. E crianças ter determinados interesses nada que tem a ver com sexualidae. Mas de convívio entre as crianças. Do modo como é criado entre outras coisas.

        • Priscila Oliveira

          Não Matheus JAMAIS, o mundo não é gay inclusive acho essa “expressão” ridícula e uma ofensa a DEUS…mas penso que uma pessoa que viveu durante mais de uma década uma situação seja ela qual for, depois não consegue simplesmente dizer “eu nunca gostei e não farei mais”, fato que em algum momento sentirá falta e voltará a fazer, não estou tbm dizendo que milagres não existem e diminuindo o poder de DEUS de “CURAR” uma pessoa, mas em momento algum ela disse ser obra divina então EU PRISCILA por experiência de vida pois sou homossexual sei que minha condição de vida não agrada o coração de DEUS digo que dizer não quero mais acabou é praticamente impossível…pois já tentei algumas vezes…infelizmente. Não deu! Bom domingo Matheus….Paz e bem!

    • Netun Lima

      Poh, Plíno, não tô te endendendo! Mulher é muito mais gostoso que homem, na minha opinião. Você acha que ela fez mais negócio pegando o bofe?

  • Rafaela Araújo

    Esse é definitivamente um dos piores textos que já li na minha vida! Nele, estão contidos tantos absurdos que eu nem sei ao certo por onde começar.
    Primeiro vou atribuir o fato de que essa notícia está extremamente passada, uma vez que a atriz desfez seu relacionamento em 2008, e não pode ser comparada com a cantora Daniela Mercury . Outro ponto onde vocês estão errados é no seguinte: Cláudia Jimenez não era homossexual, ela é BIssexual, o que faz com que se relacione com homens e mulheres. Dar preferência à ficar com homens, não significa que ela não vá mais se relacionar com mulheres, e vice versa. Como exemplo posso dar a Preta Gil, que já namorou homens (e teve seu filho), e mulheres.
    Fora a manipulação que foi feita com a fala de Claudia, o trecho retirado da entrevista feita ao site Folha de S. Paulo, vocês pegaram uma parte para tentar justificar algo que não se justifica assim, já que cada pessoa é diferente da outra.Quem ler toda a entrevista verá que ela fala de si como sendo alguém que tem problemas com sua aparência e que sempre tentou se esconder atrás de seus personagens…
    Eu poderia passar a noite inteira aqui apontando tudo o que há de errado, tendencioso e manipulador nesse texto, mas não o farei.
    Posso estar a pouco tempo na profissão de jornalista, mas sei que há várias regras a serem seguidas, e com essa matéria vocês quebraram várias delas.
    Antes de se escrever um texto informativo, é preciso pesquisar bastante para fazê-lo da forma mais clara e correta possível.
    Se vocês querem defender seus pontos de vista, ao menos usem argumentos decentes!
    OBS: ser homossexual não é questão de comportamento.
    Esse é o link da entrevista: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2011/03/88739-claudia-jimenez-diz-que-rejeicao-fez-aflorar-seu-lado-comico.shtml

    • http://www.novaguia.org/ Daniel Duarte

      Você está equivocada em todos os pontos, Rafaela.

      A notícia é sim antiga. O autor quis fazer a analogia do caso de Claudia Jimenez com os recentes de outras personalidades – Daniela Mercury, Walcyr Carrasco, entre outros -, discutindo os pesos e medidas impostos em todos, o que é coerente, sim, apesar de você dizer que “não pode ser comparada” (o que não faz o menor sentido).

      Claudia Jimenez afirmou ser lésbica em 2008. Mas, como você mesmo disse, deu entrevistas, em meados de 2011, onde afirmou ter deixado de ser lésbica/homossexual e passado a ser heterossexual e, por causa disso, sofreu muitas agressões. A negação desse fato já diz muito do seu discurso ideológico.

      Para o autor e para este site, a homossexualidade não é inata e possui mais indícios que levam a crer que seja comportamental. Não há nada razoável que encerre esse debate, ao contrário do que se tenta impor.

      Então, sua resposta é compreensível e aceitável, dado o nível de discurso do tema no Brasil, mas está muito errada, e não soube fazer leitura do texto (se é que o fez). A matéria é legítima, a proposta de contrapor as atitudes dos movimentos – engrandecer quem “entra” e recriminar quem “sai”, como afirmou Carrasco – é atualíssima.

      • Danni Santanna

        parabéns Daniel!!!

        • Flavia Vitória

          ISSO AI DANNI

        • DIEGO MARTINS

          Parabéns
          DANIEL

      • Adeildo

        Daniel, parabenizo vc pela reportagem e pela atitude e responder os questionamentos!

        Seja feliz na sua profissão!
        e na VIDA!

        • Zenaide mendes

          Parabéns querido es muito sabio!!

      • Osvaldo Argollo

        Paragéns pela sua resposta a Rafaela Araújo. Sua argumentação foi absolutamente lúcida e coerente.

        • Marcos Torres

          Não só agradou à militância.

        • juju

          não achei. achei ridicula e mediocre…

          • Simoes

            j JuJu, então Deus criou o mal também?

      • Leyde

        boa,,,gostei Daniel…

      • Edj Weiss

        Conversa fiada.

      • Rodolfo Costa

        “Para o autor e para este site, a homossexualidade não é inata e possui mais indícios que levam a crer que seja comportamental.”

        Vocês são gays? Não? Então vocês não sabem de nada.

        • Marcos Torres

          Existe prova em contrário? Pois basicamente é desejo e comportamento. Não se prova que um ser humano nasça homossexual.

          • Rodolfo Costa

            Eu vim aqui por indicação de um amigo e nem percebi que era um blog de igreja (ou coisa parecida). Acho que nem vale a pena continuar a discussão – tentar argumentar sobre homossexualidade com religiosos é praticamente uma causa perdida – e agora entendo toda essa insistência em provar que as pessoas não nascem gays. Só digo uma coisa: existem assuntos muito mais importantes para serem abordados. Seja comportamento ou condição, não importa, deixem os gays viverem em paz e parem de tentar transformá-los.

          • Cleber Gouveia

            Na verdade, se contraria o que vocês pensam, vocês dizem isto: “nem vale argumentar”. Dias atrás na GNT vi um documentário tentando de todas as formas “provar” que a homossexualidade é inata, ao mesmo tempo que desmerecia as pessoas que acreditavam no contrário. Isto por si só é uma atitude perigosa, mas, vamos lá. No roteiro havia um texto ilustrado que afirmava ser resultado de uma pesquisa que o útero feminino tenta, a todo tempo, modificar o feto masculino, pois o natural é que haja esta rejeição, e que quanto mais filhos uma mulher tiver, mais chances será de que seja gay. Como assim? Sendo assim, pq na minha família, onde minha avó e irmãs desta, e tias, que tiveram 12 filhos, nenhum é homossexual? E por que na família de apenas um filho o é? E no caso das lésbicas, como fica esta teoria? Este é apenas um exemplo dos absurdos que jogam sobre a população diariamente, fora os casos em que forçam para fazer o crime ser homofobia (aliás, termo muito mal utilizado – quem já estudou um pouco de psiquiatria saberá que fobia não cabe na maioria dos casos), como daquele jovem que se jogou de um viaduto em São Paulo. E o destaque para situações que contraponham a homossexualidade como sendo inata não tem o mesmo destaque, nunca. Estes são apenas alguns exemplos. Deixo claro que não sou a favor de ataques a qualquer ser humano, seja gay ou não. Nem de atitudes que venham tirar a dignidade como pessoa humana. Contudo, isto não implica em aceitar práticas, como qualquer outro ser humano que pode discordar de minhas práticas e teorias de forma respeitosa. Tolerância jamais será o mesmo de Discordância e uma não implica no suprimir a outra necessariamente. Bom, era só isto. Abraços.

          • Marcos Torres

            Sim, fazem isso de forma lmilitante. Não aceitam um debate honesto com pensamentos discordantes.

          • carlasibele@gmail.com

            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

            ta delirando rodolfo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Marcos Torres

            Sim, tem coisas muito mais importantes a se fazer com relação aos homossexuais para que haja melhor conviência em sociedade do que essas tosquices de militantes querendo afirmar o que não se prova. Ou querendo impor aceitação de beijos públicos ou união de mesmo sexo. Ninguém está querendo transformar ninguém. Se uma pessoa se assume homossexual, nada contra! Mas não venham esses militontos quererem desmoralizar ou contradizer pessoas que deixaram a homossexualidade. Deixaram e pronto! Agora se acha-se que não deixou e querem negar. Natural o debate com o contraditório sobre o assunto.

          • Flavio

            É muito fácil “vencer” um debate quando vc desqualifica o oponente com termos pejorativos, como religiosos, arcaicos, homofóbicos, etc. Só que não é muito maduro.

            Como disse um conhecido meu, o pior tipo de discriminação é acusar alguém de descriminador, assim esse alguém será visto como culpado e a discriminação será aceitável.

            Ah, só para informar, não queremos transformar ninguém. Mas se alguém quiser se transformar, tem TODO O DIREITO e graças a Deus há pessoas que o ajudarão nesse processo.

            É uma pena que parece que vc não vai responder. Deve ter desistido de conversar. Só queria que alguém que pensa como vc respondesse à minha pergunta: O QUE EU DEVO FAZER PARA DISCORDAR DA HOMOSSEXUALIDADE SEM SER VISTO COMO HOMOFÓBICO? DISCORDAR É O MESMO QUE DISCRIMINAR?

        • Fabiano Pessoa

          kkkkkk melhor comentário

      • Janaína Oliveira

        Homossexualidade NÃO é comportamental. E acho que ficou claro que é mais sobre isso que a Rafaela critica (fora vários outros pontos). Eu vi a entrevista dela na época e foi triste, sério. A parceira dela ficou abaladíssima. Isso de dizer que homossexualidade é comportamento só reforça o esteriótipo de homofobia que toma homossexualidade como algo “tratável” e “convertível”. Quem é hétero não tem comportamento mas que é gay tem. Ela foi bastante criticada na época por não assumir o que sente por mulheres e decretar isso apenas como “mera frustração com o seu peso”. Ora, ninguém fica 10 anos com outra pessoa porque não se acha capaz de ser amada por outra, isso não existe. Conheço várias mulheres que são gordinhas e são super felizes porque tem vários homens que sim, ADORAM gordinhas… O que houve com a atriz foi uma maneira de “justificar” o porquê estava casada com uma mulher…como se isso fosse motivo de vergonha. Pra mim a atriz em questão prestou sim um deserviço ao movimento reforçando a ideia de que mulheres gostam de outras por pura frustração. Sou gay e vejo que sim, o movimento LGBT erra muitas vezes por vários motivos, mas com certeza esse não foi um dos casos! A atriz não disse que era bissexual, ela disse que “abandonou”, ou seja, que é uma “ex-gay” e já foi comprovado que não existe, assim como não existe ex-hétero. E como se não bastasse o texto encerra com a seguinte frase: “Que outros sigam o exemplo de Claudia. Há SAÍDA PARA O COMPORTAMENTO SEXUAL. De novo tratando homossexualidade como doença, ou algo que pode ser “tratado”. Por Deus gente! Texto manipulatório, mesquinho e homofóbico até! Acho que nunca li tanta abobrinha num texto só! O equívoco está no texto inteiro, e é extremamente manipulador…e é exatamente por isso que esse tipo de jornalismo é o mais asqueroso e perigoso possível. Torço para que quando eu me formar em jornalismo em não seja assim! Rafaela, quero me formar e ser esclarecida assim como você que NÃO está nada equivocada!

        • Marcos Torres

          Sexualidade sempre esteve no âmbito do comportamento. E homossualidade n]ao deixa de ser desejo e comportamento. Isso de dizer que reforça preconceito é falso. Mesmo porque a ci~encia não p rova que um ser humano nasce homossexual. Comprovado onde? Não se tem provas que uma pessoa nasce homossexual e é sempre homossexual. Se uma pessoa quer ser homossexual. Nada contra! Mas há sim quem deixe a homossexualidade.

          • Adriana

            Concordo plenamente com vc Marcos Torres e Daniel Duarte,Deus o fez macho e fêmea e ninguém homossexual. Se trata de uma escolha comportamental.

          • Janaína Oliveira

            Preciso de cura então! E essa parte de ninguém é homossexual…você acredita mesmo nisso? Oun, que ingênuo! *-*

          • Octavio Almeida

            Certamente, você precisa de cura!!!
            Busque a DEUS enquanto se pode achá-lo!

          • Cláudio Araújo

            Sim, você precisa de cura. Me diga como você pode ser feliz com tantos questionamentos???

          • Adriano Siilva

            pera ai vou ali trepar com minha mãe

          • juju

            se é uma escolha, nossos designio tambem foram criados por deus. ele nao é onipresente e onipotente? tudo que sentimos, pensamos e agimos é obra dele tambem!!!!!!

          • edson

            Nossos desígnios DEUS os conhece, mas ELE nos deu o livre arbítrio, se fosse como vc pensa então todos os atos de violência seria ELE o culpado. Nós é q somos culpados pelos nossos erros. E naquele dia seremos julgados ¨Quanto, porém, aos covardes
            ( os q não tiveram coragem de mudar por verem sua conduta errada), aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte. Apocalipse 21:8.

          • Janaína Oliveira

            “Nada contra… Mas…”

          • Marcos Torres

            Nada contra uma pessoa que se afirma homossexual. Seja respeitada e não sofra nehuma violência ou menosprezo por isto. MAS que essa afirmação não seja achar que todos devem concordar com união de mesmo sexo. Não tem nada de cura para o que não é doença. Mas de desejo e comportamento. E há pessoas que mudam de comportamento sexual. como bem se vê nesta matéria no caso da atriz.

          • Vinícius Franco

            Claro que existe, sim, quem deixa a homossexualidade. E assim vive infeliz pelo resto da vida! Uma vida de abdicações, casamentos de fachada, desejos reprimidos e por aí vai. Lamentável!

          • Aline Garcia

            Querido Vinícius Franco isso é o que vc acredita! Tem realmente pessoas que não conseguem se distanciar do relacionamento homossexual e vice versa para o hetero, Mas há também pessoas que mudaram suas opções pelas mais diversas circunstâncias…. e são felizes hoje! São Veja o mundo apenas pela sua minúscula lente….amplie seus horizontes e respeite ambos…..

          • Vinícius Franco

            Aline, acho que houve um equívoco por aqui, pois acredito que a lente minúscula deve ser a sua. Para você ampliar um pouquinho os seus parcos conhecimentos sobre genética e orientação sexual, sugiro que assista a este vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=3wx3fdnOEos Todas as informações dadas pelo geneticista de Cambridge possuem embasamento científico e as fontes estão devidamente citadas na descrição do vídeo. Um abraço

          • Octavio Almeida

            Quem disse que esse g@yneticista é o dono da razão?
            Se o que ele fala fosse verdade, a ciência já teria batido o martelo nessa questão há muito tempo!
            NÃO existe cromossomo g@y, não existe g@ymeta!!
            Fêmeas nascem XX, machos XY… não existe YY, ZZ, …

          • Rubens Vital

            Esse Geneticista só está falando em causa própria, é tudo muito furado o que ele diz

          • Israel Teixeira

            Mas isso é você que está dizendo. Ora, se ela teve a natureza violada, corrompida por um abusador, mostra que de fato não sabemos se ela nasceu gay. Quem teve a natureza violada pode sim procurar um psicanalista e reverter, qual problema?

        • Andrea Siqueira

          Janaína, a atriz estava falando dela, respeite a opinião dela, e ponto final, cada pessoa tem seus motivos, suas frustrações, porque ela não poderia passar 10 anos com outra pessoa por não achar capaz de ser amada por outra? Porque não? O que você sabe da vida particular dela? Tem pessoas que vive 30, 40 anos com uma pessoa, e não ama, simplesmente tem seus motivos para continuar no relacionamento, cada um sabe de suas particularidades, das suas fraquezas, cada um tem seus motivos, e são livres para tomar a atitudes que lhe fazem melhor e mais feliz. Cada um tem sua religiosidade ou não, cada um vai prestar contas de suas atitudes individualmente e não coletivamente. Deus deu o livre arbítrio de fazer nossas escolhas, quem somos nós de impedir, julgar ou criticar as pessoas? Deus é perfeito, e isso lhe dá poder para isto, nós não temos nenhum poder, ninguém é perfeito! Atire a primeira pedra quem for perfeito!!!!!!!!!!

          • Janaína Oliveira

            Você é hétero e você nasceu assim…você é gay então é uma escolha. E lembrando que não estou falando da vida particular dela, estou falando de algo que ela tornou público… Ou não? E você fala “atire a primeira pedra quem não for perfeito.” Ora, ser gay é defeito?

          • Andrea Siqueira

            Janaína, é impressionante como você distorce as palavras, em primeiro lugar, é a vida pessoal dela sim, se tornou público, porque ela é uma pessoa pública, não é como um de nós, que temos nossa individualidade, não estamos na mídia, ser gay não significa ter defeito propriamente, mas não é algo que nasceu com os tempos primórdios, você me entende? Se fosse algo comum desde que o mundo é mundo, não estávamos discutindo isto aqui! Concorda? Ser gay necessita coragem para assumir, não é algo comum, não vamos ser hipócritas, muita gente se esconde, porque sabe que é algo difícil de lhe dar na sociedade, não quero julgar, já disse que julgamento é com o nosso criador, não cabe a nós julgamento, mas há preconceito sim, nós sabemos muito bem disto, pode protestar, pode se indignar, mas é a realidade. Comum é homem e mulher e ponto final, criação e procriação da família! Esta é a nossa realidade, quer queira ou não! O fato é que a Claudia é maior de idade, paga suas contas, e pode falar sim o que quiser sobre a própria vida, quando falamos dos outros temos que ter limites, mas dela própria ela pode usar a defesa que bem entender, devemos respeitar e não fazer disto uma discussão criticando os atos dela!

          • Israel Teixeira

            Andrea, não perca seu tempo. Eu entendi perfeitamente o seu argumento, cada um é livre pra escolher o que quiser. Quem ousa discordar do direito de ir e vir é um hipócrita. Não perca tempo com a Janaina, é como dar remédio a um morto!

          • mandin

            eu ja tive a cobra dormindo dormindo em baixo da minha cama,ja tive o satanas o capeta em pe na cabeceira da minha cama me matando , e ja fui arrebatado ao ceu quando esta orando em meu quarto de joelhos na frente do trono de Jesus cristo,uma coroa poderosa que nao tem dimensao de poder e posso te garantir que a palavra da biblia é a palavra de DEus,nao deixo como critica mas sim como testemunho,que diz acordas tu que dormes e tambem resistir ao diabo e ele fugira de vos,,quando descobri que era mais dificil deichar da cerveja do que do cigarro tenho hoje 54 fumei des de 9 anos de idade tentei varias vezes parar mas a cerveja puxava o cigarro ,um dia pedi a DEus nunca pedi ao senhor para me ajudar parar de fumar e de beber mas hoje eu vou pedir mas se eu nao conseguir jamais vou tentar parar de novo e joguei o maço em cima da estante e fui dormir no outro dia cedo veio a vontade de fumar ai me veio na mente resistir ao diabo e ele fugira de vos,um minuto depois passou a vontade depois de 2 horas veio de novo ai a lembrança na minha mente resistir ao diabo e ele fugira de vos tres semanas depois eu nao acreditava que nao me dava mais vontade ja faz 5 anos e me batizei aos pe do senhor, sou livre e vou morar no céu segundo a sua vontade,irmaos estarei orando para os nescessitados amem.

          • Renato

            Janaina

            Você está totalmente errada. Ela informou os motivos dela, e a única pessoa no mundo que tem acesso à mente, aos sentimentos, e aos motivos dela é ela mesma. Então não posso deixar de acreditar nela para acreditar no seu achismo (por mais que você considere que o seu achismo é igual à verdade). A afirmação de que ficou anos com uma pessoa por insegurança é perfeitamente crível, há muitas pessoas que passam por isso. Ela sugere que sua dificuldade em se relacionar com homens nasceu de um abuso, e isso também é perfeitamente crível, muitas pessoas passam por isso – inclusive é comum que meninas que passam por isso fiquem depois com problemas de peso, mas não vá distorcer as minhas palavras, este é apenas uma em uma infinidade de causas possíveis para a obesidade.

          • claudete

            Isso mesmo Andrea Deus é perfeito e não mente.

          • Sara

            minha cara Claudete,acho que o seu Deus perfeito é diferente do meu!!!O meu Deus,ama a todos independente de religião,cor,orientação sexual.

          • claudete

            Eu não tenho dúvidas que o nosso Deus é diferente, o Deus que eu sirvo, é um Deus que ama, independente de qualquer coisa, mas o meu Deus abomina o pecado, e todo mundo sabe que lesbianismo é pecado, mas Deus, ama o pecador, foi para os pecadores que ele enviou seu filho amado, para que todo aquele que nele crer nao pereça mas tenha vida eterna. Agora o diabo fica colocando na mente das pessoas que Deus me ama e nao importa o que eu faça ele vai me amar, sim ele ama mas na ora do juizo ele vai te julgar conforme suas atitudes, porque Deus não é homem para que minta nem filho do homem para que se arrependa, e se ele diz que quem comete esses pecados vai para o inferno é porque vai e eu creio.

          • Sara B

            Deus ama a todos não importa suas opções. Como os pais amam seus filhos de forma que quando uma criança faz coisa errado o pai a castiga, mas não deixa de amar el,a pelo o que fez de errado. Da mesma forma Deus, ele entrega você a suas próprias paixões, mas ele estabelece as suas regras, se você desobedece-lo, ele continua te amando, claro :) , mas infelizmente ele tem que te castigar, por que você o desobedeceu.
            Se quando somos crianças precisamos de alguém que tem que nos dizer o que fazer, nos dando regras e da mesma forma quando somos idosos também precisamos, Por que nos achamos no direito e capazes de fazer o que queremos sem regras estabelecidas quando somos adultos?

          • Andrea Siqueira

            Deus não castiga, Ele apenas dá livre arbítrio para as pessoas fazerem suas escolhas, mas a partir do momento que as pessoas escolherem um caminho deve arcar com as consequências, quem segue sua palavra está com Ele, quem não seguir não está, é simples assim, todos somos filhos de Deus, e amado, mas somente quem o segue tem a salvação! Leia a bíblia que vc vai ver isto, pecadores que não se arrependem de todo o seu coração, não está com Deus, aqueles que se arrependem, Deus perdoa.

          • Andrea Siqueira

            E mais uma coisa, nossos pais nos amam sim, do jeitinho que somos, não vamos deixar de ser filhos amados jamais pelos os nossos pais, mas, ele não podem impedir que soframos as consequências dos nossos atos, assim é nosso Deus!

          • gilberto

            o que vc disse é tudo verdade,continue assim com esse pensamento pq o que vc disse , fala o que esta escrito na biblia gostei das sua palavras

          • Gledson Andrade

            DEUS AMOU O MUNDO DE TAL MANEIRA QUE DEUS SEU UNICO FILHO PARA QUE TODO AQUELE QUE NELE CRE , NÃO PEREÇA , MAS TENHA A VIDA ETERNA!!! JOÃO 3: 16

          • Gledson Andrade

            DE UMA ,COISA TENHO CERTEZA , VAMOS SER TODOS JUGADOS!!!!

        • lh

          ” Há SAÍDA PARA O COMPORTAMENTO SEXUAL. De novo tratando homossexualidade como doença, ou algo que pode ser “tratado”. ” Conversa de militância… tudo é homofobia, então uma pessoa viciada em drogas é doente também? Ela nasceu doente, ou optou por conhecer a droga? Acho que ela optou por entrar nesse mundo e pode sim, se tratar, levando a conclusão de que, sim, é um comportamento aprendido…

          • Janaína Oliveira

            Você está comparando homossexuais com usuários de drogas… Simplesmente não merece resposta.

          • Valmir Ruas

            Janaína Oliveira. Tudo bem com vc? Bom, vamos lá. Quero que me diga aonde está o erro na comparação feita pela pessoa logo acima. Pois comparar não é dizer que SEJA IGUAL, mas sim, é uma forma de fazer entender o que alguém quer dizer. No caso, o usuário Ih usou uma comparação para explicar que homossexualismo é comportamental. E acredito que seja mesmo e sabe por quê? Por 2 coisas: A 1ª é o fato da ciência não ter prova conclusiva alguma de que homossexualismo seja genético; a 2ª é o fato de existirem ex-homossexuais. Não tenho nada contra os gays. Se querem viver com pessoas do mesmo sexo, isso é escolha deles. Mas que é comportamental, isso é.

          • Sara

            O termo ex-gays.Torna a sexualidade como uma livre opção de cor de roupa.Se não temos nada cientificamente comprovado que no estágio de metafase quando todos somos seres do sexo feminino,que isso vá acarretar na orientação sexual.Mas,na visão psicológica do ser ,TODOS somos mais que bissexuais temos o direito de escolher ser muito além de homem e mulher.O preconceito não deve ser justificado em religião ou com “Não tenho nada contra os gays”,até o momento que não seja com o seus filhos.

          • Diogo Oliveira

            P { margin-bottom: 0.21cm; }

            @Sara, usar esse mito difundido por alguns dentro da Embriologia,
            de que “até certo momento (…), todos somos seres femininos”,
            não ajuda; aliás, como falado, isso é um mito. Vamos aos detalhes
            científicos que desmente tal mito:

            Metáfase, dividida em
            Metáfase I e Metáfase II, é uma fase pré-fecundação e suas
            divisões ( I e II) são relacionadas ao estágio de maturação do
            Ovócito, ou seja, são relacionados ao gameta da mulher quanto ao
            seu nível de maturação, ANTERIOR à fecundação (quando esta
            ocorre). Se ele não está fecundado, obviamente é um gameta, não
            um ser humano, visto que a ciência mostrou claramente que a vida
            humana começa na concepção – nem antes, nem depois. Um ovócito no
            estágio de Metáfase I ou II nem sequer possui sexo, pois o sexo do
            indivíduo é definido, geneticamente, pelos genes X e Y. Ovócitos
            não possuem nem XX, tampouco XY, pois são haploides, tal como o
            espermatozoide – o gameta masculino -, e somente quando os dois se
            fundem – a Cariogamia -, é que há a célula diploide – 2n -, com o
            sexo geneticamente definido, nesse estágio chamado então de Óvulo
            - sim, “ovócito” e “óvulo” NÃO SÃO sinônimos
            e se referem a estágios muito diferentes. Você nunca obtém um
            óvulo sem antes conseguir um espermatozoide junto ;).

          • Diogo Oliveira

            [CONTINUAÇÃO]

            E quanto à visão psicológica, não existe nenhum argumento científico conhecido e comprovado de que sejamos bissexuais, ou “mais que bissexuais”, seja lá o que isso signifique (isso não foi uma provocação: eu realmente não entendi o que siginifica ser “mais que bissexual” e eu também não gosto de argumentar com provocações). Voltando ao assunto: apesar de existirem mais de 50 anos em estudos científicos tentando encontrar e comprovar fatores psicológicos e, principalmente, genéticos para a homo/bissexualidade, nada comprobatório e conclusivo foi mostrado até hoje. Muito pelo contrário, quanto mais os cientistas cavam fundo no tema, mais o homossexualismo é mostrado como algo comportamental, que depende da
            escolha do indivíduo, e não genético, o que legitima
            cientificamente aquilo que todos nós já conhecemos, e que seu
            argumento aparentemente pareceu combater/negar: ex-gays.

            Se você quer que a ciência fale por si mesma, vamos ao que já foi mencionado em anos de estudos de homossexualidade, com devidas citações, para quem quiser poder se aprofundar nos estudos e achar mais coisas:

            “Muitos pesquisadores têm tentado descobrir uma causa biológica para a atração pelo mesmo sexo. Os meios de comunicação promovem a ideia de que já foi descoberto o “gene gay” (Burr 1996). Mas, apesar de várias tentativas, não se testou cientificamente nenhum dos estudos bem divulgados (Hamer
            1993; LeVay 1991). Muitos escritores analisaram esses estudos
            cuidadosamente e descobriram que eles não só não provam uma base genética para a atração pelo mesmo sexo, mas também nem chegam a afirmar possuir provas científicas para tal alegação. (Byrne 1963; Crewdson 1995; Goldberg 1992; Horgan 1995; McGuire 1995; Porter 1996; Rice 1999). Se a atração pelo mesmo sexo fosse geneticamente predeterminada, então deveríamos supor que gêmeos idênticos teriam de ser idênticos em sua atração sexual. Há, porém, muitos registros de gêmeos idênticos que não são idênticos em sua atração sexual. (Bailey 1991; Eckert 1986; Friedman 1976; Green 1974; Heston 1968; McConaghy 1980; Rainer 1960; Zuger 1976) As situações individuais registradas revelam fatores ambientais que explicam a causa do desenvolvimento de diferentes estilos de atração sexual em crianças geneticamente idênticas, apoiando a teoria de que a atração pelo mesmo sexo é um produto da ação e efeito recíproco de uma variedade de fatores ambientais. (Parker 1964). Há, porém, tentativas de convencer o público de que a atração pelo mesmo sexo tem base genética. (Marmor 1975) Tais tentativas podem ter como causa motivações políticas porque as pessoas se sentem mais inclinadas a aceitar sem dificuldades reivindicações pedindo mudanças nas leis e nos
            ensinos religiosos quando creem que a atração sexual é geneticamente determinada e imutável. (Emulf 1989; Piskur 1992). Outros têm procurado provar uma base genética para a atração pelo mesmo sexo, a fim de poderem apelar para os tribunais em busca de direitos baseados na teoria da “imutabilidade”. (Green 1988)”

            Vamos mais profundamente às implicações psicológicas da situação homossexual:

            “Na história de vida de indivíduos que experimentam a atração pelo mesmo sexo, frequentemente encontramos um ou mais dos seguintes elementos:

            Distanciamento do pai cedo na infância, porque a criança o via como hostil ou distante, violento ou alcoólatra. (Apperson 1968; Bene 1965; Bieber 1962; Fisher 1996; Pillard 1988; Sipova 1983)

            Mãe superprotetora (meninos). (Bieber, T. 1971; Bieber 1962; Snortum 1969)

            Mãe emocionalmente distante (meninas). (Bradley 1997; Eisenbud 1982)

            Pais não conseguiram incentivar identificação do mesmo sexo. (Zucker 1995)

            Falta de brincadeiras mais duras (meninos). (Friedman 1980; Hadden 1967a)

            Incapacidade de se identificar com colegas do mesmo sexo. (Hockenberry 1987; Whitman 1977)

            Antipatia por esportes de equipe (meninos). (Thompson 1973)

            Falta de coordenação manual e visual e resultante provocação dos colegas (meninos). (Bailey 1993; Fitzgibbons 1999; Newman 1976)

            Abuso sexual ou estupro. (Beitchman 1991; Bradley 1997; Engel 1981; Finkelhor 1984; Gundlach 1967)

            Fobia social ou acanhamento extremo. (Golwyn 1993)

            Perda dos pais através de morte ou divórcio. (Zucker 1995)

            Separação dos pais durante decisivas fases de desenvolvimento. (Zucker 1995)”.

            Exiswtem muitos argumentos, alguns até modernos, tentando provar que o homossexualismo é genético, mas todos falham nos casos acima apontados pelo método científico.

          • Diogo Oliveira

            [CONTINUAÇÃO - ÚLTIMA PARTE XD]

            Na mais, vendo esse e outro comentário seu no site, vemos que, infelizmente, você parte do pressuposto de que se eu, ou outro, discorda, então é “preconceito” e nós sequer temods estudos no assunto, ou seja, nos trata por ignorantes – seu outro comentário deixa isso muito claro. Oras, nãpo foi você mesma que escreveu: “Meu querido aspirante a jornalista.Vamos estudar um pouco mais de
            sexualidade.Acredito que poderá realizar textos muito mais elaborados
            sobre a temática,algo que é bem mais interessante que distorcer
            opiniões.” .

            Quer dizer que se a gente discorda, então somos ignorantes, distorcedores de opiniões etc? OK, mostrei os detalhes científicos acima. Sou ignoranter agora? Sou eu que distorço opiniões agora? Distorcer opiniões nada te a ver com discordar, criticar. Por que, aliás, vocês pró-homoativismo, que alegam lutar pela tolerância e respeito, agem com tamanha intolerância e desrespeito a quem nõ discroda de suas opiniões? Vocês não defendem que todos tem o direito de ter opinião diferente? Ótimos, temos a nossa, respeite isso e pare com os argumento pejorativos. Pode ser?

            Se quiser contra-argumentar, você é muito bem-vinda, mas faça isso com respeito, disciplina e sem ad hominem, como, infelizmente, se vê em seus comentários. Nada de ficar de “mimimi”, alegando “preconceito”, “homofobia” e tirando a seriedade e a imparcialidade do assunto: será que nunca é possível conversar com vocês sem que vocês apelem para isso?

            =/

          • Diogo Oliveira

            Em vez de ficar dizendo que textos como esse “distorcem” opiniões, por que você, que se diz “oprimida e perseguida”, não para de oprimir e perseguir quem pensa em contrário? Pois, no contexto crítico-argumentativo, distorcer pode estar relacionado à não deixar à vista opiniões em contrário que refutem a ideia apresentada. E não é oque vocês homoativistas fazem negando direito á contra-argumentação, como bem aqui se vê? Comentários preconceituosos, pejorativos, que insistem na ideia de que se alguém discorda, é ignorante, mal-informado, “homofóbico” etc. Falam que são perseguidos, mas a mídia inteira fica falando sobre, mas não dá o mesmo espaço – e crédito – a quem fala contra, como bem se vê nessa matéria e em diversos outros lugares. Vocês falam que lutam pela liberdade de pensamento e pela diversidade de ideias e opiniões, mas atacam de forma voraz todas as ideias e opiniões que, livres, lhe são contrárias. Em outras palavras: vocês acabam, infelizmente, sendo a contradição de seu próprio argumento.

            Quando, afinal, poderemos discutir com vocês, trocando ideias e pensamentos, sem sermos rotulados de “ignorantes”, “distorcedores”, “homofóbicos” e coisas similares? Quando, vocês que alegam respeitar opiniões diferentes, entenderão que nossa convicção é exatamente isso: diferente? Falam sobre discussão aberta, mas impedem qualquer ideia em contrário de aparecer, de forma que quem acaba “manipulando e distorcendo” são vocês mesmos, ao bloquearem ideias contrárias, mesmo quando certas e cientificamente embasadas.

          • Israel Teixeira

            Diogo Oliveira, perfeito teu comentário!

          • Flavio

            Ótima argumentação, Diogo.

          • Flavio

            Ou seja. No futuro seremos todos ateus, andrógenos e bissexuais. Afinal, o pior dos males da humanidade é a diversidade das pessoas, não é? Viva a intolerância e a hipocrisia de pessoas como vc!!!!!! Será que alguém nesse site pode responder à minha pergunta, que fiz em um comentário acima? O que é preciso fazer para discordar da homossexualidade sem ser visto como homofóbico!? Discordar é o mesmo que discriminar!?!?!?!?!?!?!?!?!?

            Sou cristão e um dos meus melhores amigos é judeu. Eu não concordo com o que ele pensa e ele não concorda com o que eu penso. E SOMOS GRANDES AMIGOS!!!!!!!!!! QUER DIZER ENTÃO QUE NÓS NOS DISCRIMINAMOS, JÁ QUE NÃO CONCORDAMOS UM COM O OUTRO!?!?!?!?!?!?!?!? ISSO É RIDÍCULO E REVOLTANTE, SARA!!!!!!!!

          • Sara B

            Boa :)

          • DIVINA.CANDIDA DA SILVA

            QUANTO DESAMOR NO CORAÇÃO HUMANO MEU DEUS, SE JESUS NOS DISSE QUE O MAIOR MANDAMENTO É O AMOR, QUE AMEMOS UNS AOS OUTROS COMO ELE NOS AMOU!!!

          • claudete

            Droga e homossexualidade tudo é vício…

          • Sara B

            Acredito que desde que começaram a comparar homem com animal, podemos comparar tudo. Pois se filósofos e escritores em geral fazem comparações de versas acho que não a por que contrariar o que ele falou. Pra mim a questão de escolher é igual para os dois casos, você escolhe se você quer ser homossexual ou ser usuário de drogas.

          • Fabiano Pessoa

            hahahaha… sua resposta foi a melhor resposta Janaína. (sem resposta)

            Adorei.

        • Philipe Silva

          Homossexualidade não passa de um comportamento de alguns indivíduos com algum tipo de problema psicossocial.

        • Carlos

          Janaina
          O facto de uma pessoa ter “comportamentos” não quer dizer que seja doença, pra mim isso é uma maneira de se esquivar da realidade e se fazer de vítima, um bandido tem “comportamento” agressivo e nem por isso falam que ele é ou está doente certo?!
          Como uma pessoa não pode ficar 10 anos com outra além de amor.
          Quantas mulheres vc conhece que ficam vários anos com homens apanhando, sendo humilhadas e até mesmo mortas, por medo, comodismo, ou até mesmo “amor” desculpa mas acho sim que homossexualismo é sim comportamentos traumas e etc.

        • Flavio

          Janaína Oliveira. Por que para você isso é homofobia? Eu sinto atração por pessoas do mesmo sexo e não quero isso para mim! Você está me dizendo que eu não tenho o direito de querer e buscar deixar a minha homossexualidade para trás?

          Quem disse que foi comprovado que não existe ex-gay ou ex-hétero? Há pessoas que dizem que os gays não são felizes de verdade, mas os gays dizem que são felizes. E há pessoas que dizem que os ex-gays ainda são gays, mas eles dizem que não. MAS PRA QUÊ TUDO ISSO!?!?!?!?!?!? POR QUE OS NOS DOIS CASOS ELES NÃO PODEM ESTAR DIZENDO A VERDADE!?!?

          Se vc gosta de mulher e quer se relacionar com elas, isso é a sua escolha para sua vida. Vá e seja feliz. Agora, apesar de gostar de homens, eu não quero isso para mim e não importam os meus motivos. Eu tenho o direito de viver do jeito que eu quero. E isso não significa que eu discrimino os gays que se relacionam com pessoas do mesmo sexo.

          Eu faço direito e ainda quero colocar muitas pessoas que agridem homossexuais na cadeia, pois acho desprezível alguém desprezar uma pessoa por suas escolhas.

          MAS VOLTO A REPETIR, A MINHA ESCOLHA É DIZER NÃO PARA A MINHA SEXUALIDADE. E SE UM DIA EU DEIXAR DE SENTIR DESEJOS HOMOSSEXUAIS, ISSO SERÁ PROBLEMA MEU. QUEM DISSER QUE EU SOU MENTIROSO ESTARÁ FAZENDO IGUAL ÀS PESSOAS QUE DIZEM QUE TODOS OS GAYS MENTEM E SÃO TRISTES!!!!! E ISSO É UM ABSURDO!!!!

          FINALIZANDO, POR TUDO QUE HÁ DE MAIS SAGRADO NESSE MUNDO!!!!! ALGUÉM PODE ME DIZER O QUE EU DEVO FAZER PARA DISCORDAR DA HOMOSSEXUALIDADE E RECUSÁ-LA NA MINHA VIDA SEM SER APELIDADO DE HOMOFÓBICO!?!?!?!!?!?!?!?!?!?!?!? JÁ QUE EU ODEIO GENTE QUE TEM QUALQUER TIPO DE PRECONCEITO!?!?!?!?!? (P.S.: Sério, por favor, alguém me responda, não é uma pergunta retórica!!!!)

          • http://www.novaguia.org/ Daniel Duarte

            Flávio, obrigado pela coragem.

          • Flavio

            Valeu Daniel Duarte. Eu queria realmente poder conversar com pessoas como a Jananína Oliveira e entender como é que eu posso discordar da homossexualidade sem ser visto como homofóbico!!!!! Não entendo essas pessoas. Cada um vive do jeito que quer, desde que não faça mal para os outros. Se eu não quero a homossexualidade para mim, tenho o direito de NÃO me relacionar com homens!!!!! Ela acha que eu estou errado e eu acho que ela está errada! E daí? Não poderíamos ser amigos apesar de um discordar da opinião do outro!?!?!? Por que para eles discordar é o mesmo que discriminar!?!?!?!? Não entendo isso!!!!!!

          • Aline Garcia

            Nem eu Flávio! Aliás tenho amigos homo e hetero e a sua opção não altera o q sinto por eles, e eles sabem a minha opinião!

          • Israel Teixeira

            Flavio a homossexualidade dessa atriz pelo que me parece foi gerada e desenvolvida pelo abuso sexual, não existe prova que ela nasceu gay mas existe prova que sua natureza foi corrompida, isso é muito claro!! Psicanalise reverte sim, ja estudei a respeito. Posso contar os minutos para algum ativista vir me taxar de homofóbico ou querer me prejudicar, ai você vai ver como a sociedade é hipócrita e intolerante, abraços!

          • Aline Garcia

            Nada meu querido, vc não é homofóbico, pois assim como eu, não odeia gays ou lésbicas ou similares…. temos nosso opção e opnião!
            Vc deve continuar discordando, pois discordar sem agredir não se caracteriza homofobia, agora querer enfiar o homossexualismo a qualquer custo na vida das pessoas e HETEROFOBIA!

          • Flavio

            Concordo plenamente com vc, Aline Garcia. Obrigado por responder. Só queria que ao menos uma dessas pessoas que acusam tudo de homofobia me respondesse. Mas parece que não vão responder. Pois ao dizer que discordar=discriminar, estarão tirando a máscara e revelando o falso moralismo que pregam. Estão trocando a intolerância aos gays pela intolerância aos que não concordam com a homossexualidade, em vez de TROCAR TODA INTOLERÂNCIA POR PAZ!!! Se essa troca por paz fosse feita, todos nós deixaríamos de perder tempo ofendendo um ao outro e teríamos mais força para nos unir e lutar contra tantas injustiças que vemos nesse mundo :(.

        • Gustavo Arruda

          Par de cromossomos XX = nascer fêmea;
          Par de cromossomos XY = nascer macho.

          Se homossexualidade NÃO é comportamental, por gentileza, nos apresente a configuração biológica que corresponde a isso.

          Se homossexualidade fosse inata, a evolução já teria se encarregado da extinção dessa configuração biológica, visto que não há reprodução.

          • Sara

            Gustavo,meu bem acredito que precisas entender um pouco mais de biologia para que faças uma analogia aos cromossomos sexuais.Haja vista,somos seres humanos,sexo e sexualidade vai além de de reprodução e ou de um par de gametas.Todo processo biológico tem suas falhas, pois caso contrário a seleção já teria excluído muitas pessoas medíocres como você.

          • Gustavo Arruda

            Estou no aguardo da sua argumentação.

          • marcos roberto

            o que o gustavo falou faz todo sentido,geralmente as pessoas que defendem o homossexualismo gostam de ridicularizar o ponto de vista religioso ,porém nosso amigo enfatizou o ponto de vista cientifico de forma pratica e objetiva ,o homossexualismo é uma opção COMPORTAMENTAL,caso contrario a bilionaria industria farmaceutica ja estaria investindo bilhões no descobrimento e fabricação de remedios.

          • Vinícius Franco

            Gustavo, com todo respeito, não fale de algo que você não sabe. A predisposição genética à homossexualidade vai muito além dos cromossomos que determinam o gênero macho ou fêmea. Estude um pouco de biologia/genética e amplie seus conhecimentos antes de emitir seus comentários. Esse vídeo explicativo de um geneticista de Cambridge vai te ajudar a entender um pouco mais do assunto (você e outros que têm proferido comentários parecidos com os seus): http://www.youtube.com/watch?v=3wx3fdnOEos Tudo o que ele fala possui embasamento científico e as fontes estão devidamente citadas na descrição do vídeo. Um abraço e boa leitura!

          • http://www.novaguia.org/ Daniel Duarte

            Amigo, Eli Vieira já foi refutado diversas vezes. Na internet, é motivo de chacota, e ja inventaram ate um termo pra atribuir a quem gosta de aparecer falando bobagem (“elivieirar”).

            Nunca mais fez videos. Pra citar alguns que contem uma análise do que o “geneticista mirim” falou:

            http://www.youtube.com/watch?v=MQAxMyo4AAs
            http://www.youtube.com/watch?v=PQGgE3dn1UM

            Abraços.

          • Vinícius Franco

            Não vou render aqui, Daniel. Essas “análises” que nem assinadas são para mim não têm qualquer valor. Ah, realmente o Eli não fez mais vídeos (deve ter se cansado de ter que explicar tanta asneira que se fala por aí), mas deu algumas entrevistas. E ele mantém desde 2007 um site onde ele mesmo se intitula “geneticista mirim”, carinhoso apelido que recebeu após toda a polêmica do vídeo. http://www.elivieira.com Abraço!

          • http://www.novaguia.org/ Daniel Duarte

            Duas coisas.

            1. Fico triste pelo apego ao discurso, a ponto de parcialidade intelectual, não reconhecendo o mérito e pertinencias em análises, mesmo que não assinadas.
            2. “Geneticista mirim” não é “apelido carinhoso”. É o cargo dele.

            Abraços.

          • Gustavo Arruda

            Vinícius, a questão “homossexualidade” provavelmente nunca será dirimida, visto que pesquisadores gabaritados não têm liberdade suficiente para averiguar a situação com ciência aplicada. Vide o que aconteceu com o Dr. Robert Spitzer, um dos que mais conseguiram avanço no sentido de estudar a sexualidade como um fenômeno comportamental e reversível. Recebeu diversas ameaças do movimento LGBT, teve que forçosamente se retratar e ainda teve artigos de trabalhos próprios retirados de periódicos internacionais. Não sei se você sabe, mas os trabalhos na área de saúde são classificados quanto ao impacto em periódicos que vão de A1 até C. Os artigos do Dr. Spitzer eram aceitos em periódicos de estratificação A1 e A2 internacional, cuja análise é de alto critério.

            Acredito que “falar de algo que se sabe” neste ponto é praticamente impossível, além de ser muito simples tratar a questão “inata” com determinismo. Até a questão epigenética (o famigerado “gene gay” Xq28) não é explicação de todo aceitável, visto que a presença de um gene não necessariamente determina a sua ativação (não é porque eu tenho uma predisposição para o alcoolismo que necessariamente serei alcoólatra). Contudo, já há vários estudos que mostram que o ambiente, as influências externas e culturais são preponderantes no comportamento das pessoas.

            O meu comentário foi direcionado aos que tratam a questão “inata” como determinante, então quis lembrar a questão mais determinante, que é a configuração genética (e o seu comentário reforça isso, já que cita “predisposição genética”, sendo determinista com isso). Concordo que pode haver alterações de curso no desenvolvimento embrionário, mas nem mesmo essas alterações são determinantes.

            Portanto, continuo com a minha opinião de que a sexualidade é uma questão comportamental (inclusive já é há muito tempo um aspecto estudado pela psicologia), pois permite fatos como este da atriz Claudia Jimenez, a sua própria descoberta e auto-resolução.

          • Elias Nunes

            respeito a todas opções que alguém queira levar a vida,mas ai tem um seguinte ,muita gente não acredita que DEUS existe e fala o que pensam e o que acham, pra quem acha que DEUS existe vale lembrar que pra ele não é normal uma pessoa se relacionar com outra do mesmo sexo,por isso já dizia: (crescei e multiplicai) como multiplicarei mantendo uma relação com uma pessoa do mesmo sexo???? a verdade e o seguinte: as pessoas seguem a vontade do seu coração e não a vontade de DEUS que é mais difícil.lembrando que somos um ser humano e todos merecem respeito em qualquer circunstâcias.^

          • Flavio

            Nunca tinha pensado nisso. E faz todo sentido! E seleção natural não faz parte apenas da Teoria Evolucionista, mas é comprovada sem sombra de dúvidas pela ciência. Bem pensado.

        • Sara B

          Acho que EXISTE varias formas de pensar, porque EXISTEM bilhões de pessoas no mundo, tenho certeza, que uma pessoa pode passar 10 anos com alguém porque acha que não é capaz de conquistar outra pessoa ou ser amada por outra pessoa. Você não esta na pele dela e nem de milhares de pessoas pra saber e dizer que “isso não existe”. Por que ela pode conviver perto de pessoas que nunca deram bola pra ela e só ficam com as gostosas (sem barriga com um peito e bunda proporcionalmente como eles gostam) e assim, se achar inferior. Dai apela para mulher, por que sabe que muitas vezes mulher é mais compreensiva que homem. Mas isso, por que as pessoas são precipitadas por natureza, e querem tudo rápido. O certo é orar e esperar que um dia Deus manda um homem que irá gostar dela e compreende-lá. Quando é Deus que prepara e você espera, não a engano. Mas quando colocamos nossa mão, as coisas sempre vão dar errado. É por isso que muitos relacionamentos acabam rápido. As pessoas não querem esperar.

        • Simoes

          Tudo que contraria a homossexualidade é tratada como disserviço para vocês, lógico, pois vocês só respeitam a opinião de que aceita que homossexualidade não é comportamental, e mesmo que vocês se deparam com alguém que declare, ainda que falando de experiencia própria, ex´gay, vocês “caem de pau” em cima desta pessoa, poisafinal de contas ela contraria a teoria de vocês.

        • Israel Teixeira

          Está se equivocando Janaina, ela teve a natureza violada, corrompida por um abuso!

      • CARPEGIANO

        CONCORDO COM O DANIEL. O TEXTO ACIMA FOI MUITO BEM REDIGIDO E COERENTE. DEVEMOS SEMPRE RESPEITAR A OPINIÃO DO OUTRO. AGORA REALMENTE A ATITUDE DA ATRIZ CLAUDIA XIMENES NÃO FOI ALARDEADA COMO O DA CANTORA. QUEREM IMPOR UMA COISA NA SOCIEDADE. AS PESSOAS DEVEM RESPEITAR SEMPRE AS DECISÕES DOS SEUS PARES, PORÉM NÃO SÃO OBRIGADOS A CONCORDAR.

        • jorge nei

          meu amigo rodolfo deus criou macho e femea nao crio gays isso e coisa de quem tem algum problema

          • lan gospel

            Concordo plenamente com vc Jorge Nei!
            o fim está próximo. quero ver no julgamento final
            o que será desses homosexual.

          • juju

            deus é onipresente e onipotente. se existem gays na terra…foi ele sim quem criou.

          • Jo Celso

            Então, de acordo com essa visão, foi Deus que criou os aidéticos, os canceroso, os tuberculosos… e todos os demais doentes da face da Terra, por que eles existem. Visão furada.

          • Rafael Barreto

            Jo Celso… sorry, mas seu comentário foi o mais infeliz que eu li até agora. Antes de sair escrevendo qualquer merda pense bem. O que tem haver uma doença com a criação de Deus? Quer dizer que se eu ficar doente, Deus não me criou? Pra falar merda eh melhor ficar calado.

          • Flavio

            É claro que Deus criou os homossexuais!!!! Deus criou a todos nós! Cada ser vivo foi feito pelo poder e amor dEle!!!! Contudo, as decisões das pessoas não tem nada a ver com a obra de Deus. Ele nos criou e nos deu o livre arbítrio! O poder de escolha.
            Não estou dizendo que as pessoas escolhem sentir atrações por pessoas do mesmo sexo. Eu sinto isso e não escolhi sentir. Mas as pessoas tem o poder de escolher satisfazer esse desejo ou deixá-lo para trás. Eu, como um cidadão brasileiro, amparado pela Constituição Federal, tenho o direito absoluto de viver a minha vida do jeito que eu quiser e decidi que, apesar de me sentir atraído por homens, não quero ter relacionamentos homossexuais. Ou eu sou obrigado a transar com homens? E não me venha com aquele discurso de que eu nunca vou ser feliz assim porque cada um sabe como viver para ser feliz.

            VOU REFAZER A MINHA PERGUNTA DE DIAS ATRÁS. JÁ QUE TUDO NESSA SOCIEDADE INTOLERANTE É HOMOFOBIA, SERÁ QUE ALGUÉM PODERIA ME EXPLICAR COMO EU POSSO DISCORDAR DA HOMOSSEXUALIDADE SEM SER VISTO COMO HOMOFÓBICO? DISCORDAR É O MESMO QUE DISCRIMINAR?

          • Mi

            Querida juju, concordaria com vc se a questão do homossexualismo /bissexualismo fosse uma coisa que nascesse com alguém, aí eu diria que Deus criou, mas por ser uma questão de comportamento então Deus não pode ter criado isso de forma alguma, as pessoas tem que entender que Deus só criou macho e fêmea e pararem com essa coisa de querer dizer que nasceram assim, mas Deus também manda a gente amar à todos e é nessa questão que entra a questão de Deus ser onipresente e oniciente, pois ele vê tudo em qualquer lugar, por isso devemos amá-los e tentar ajudar de alguma forma se assim quiserem, fica na paz Jesus te ama.

          • fabio

            DEUS JAMAIS CRIARIA ALGO ASSIM . A VERDADE É . QUE DEUS CRIOU O HOMEM E A MULHER. O RESTO FORAM INVENÇÕES DOS SERES HUMANOS. PENSE MUITO A RESPEITO DISSO. VOCÊ ESTA TOTALMENTE EQUIVOCADA SOBRE ESTE ASSUNTO.

          • juju

            na verdade, na minha opiniao, voce é que esta equivocado. tchau!

          • lek

            É isso ai , esses merda querem se justificar a viadajem deles

          • jorge nei

            deus com certeza nao foi q criou isso

            Subject: Re: New comment posted on Atriz global Claudia Jimenez deixa lesbianismo

          • gilberto

            kkkkkkk quem disse pra vc que ele criou gay?primeiramente ele fez os animais e depois fez o homem ,e depois ele fez a mulher pq?porque nao era bom o homem ficar só ,entao por isso DEUS fez uma companheira pro homem.

          • juju

            esse é o problema de voces cegos religiosos…levam tudo ao pé da letra, né. enfim, boa sorte e adeus.

          • Caroline Lopes

            Religiosos? Não! Falando na parte racional… quem é pior? O que não quer dar ouvidos e procurar analisar a opinião alheia ou simplesmente aquele que ouve, mas não significa que mudará a sua posição. As pessoas que meditam na lei do Senhor possuem seus argumentos. O ruim é que nem sempre a escrita nos permite explicar, ao pé da letra, o que queremos dizer. :)

          • Cláudio Araújo

            Realmente… Existem cegos espirituais e seres com espiritualidade putrefada, como você. Que Deus tenha infinita misericórdia de ti!

          • Psi-u!

            Tem que levar ao pé da letra claro, é a palavra Dele!, mas interpretar espiritualmente, já que a palavra de Deus é espírito. Portanto quem quiser entendê-la dever solicitar ao Espírito Santo primeiramente.

          • lek

            Esses merdas agora dizem q Deus foi quem criou o viado e as lesbicas ? kkkkkkkkkkk o espirito emundo que habita em vcs foi quem criou isso

          • Caroline Lopes

            Só me diz na bíblia onde está escrito que Deus criou os homossexuais? É um equívoco as pessoas acharem que só porque algumas coisas se encontram na terra forem simplesmente “criadas” (em um sentido de apoiadas) por Deus. Falando de forma bem geral, digo para procurar de forma mais literal, Deus condena a homossexualidade (já que o termo homossexualismo foi abolido). Muitas passagens do novo e do antigo testamento mostram isso. A verdade é que o homem se corrompe de tal forma que acha que certas atitudes agradam a Deus e se justificam com esse argumento – fraquíssimo, diga-se de passagem- sem ter consciência nenhuma do que sua palavra diz. Poderia dizer todos os meus argumentos, mas não será muito legal ficar escrevendo o testamento aqui sobre isso. Só queria dizer que Deus criou o homem. (y)

          • lek

            manda eles ler 1 corintios , cap, 6 ver,9 e vejam se foi o criador do universo q criou esses pombos sujos

          • jeilson

            juju,Deus criou o ser humano perfeito ,assim como nosso planeta,mas o homem desobedeceu a Deus cometendo pecado,desde então sofremos de uma degeneração moral e física.”defeitos” ex:injustiça,violência,homossexualismo,desastres etc…cristo está voltando e fará nova todas as coisas.

          • Sonia Maria

            Concordo com vc Jorge Nei. Deus não deixou e não vai aceitar isso nunca. Quando temos esse tipo de comportamento, tem saída. Isso é, para quem não quer chegar diante do trono de Deus e ser decepcionado.

          • Hermírio Públio VBiana

            E no Brasil temos excelentes negras, brancas, vermelhas e amarelas. Eu gostaria de ter todas as quatro. A fisiologia remete homens para mulheres, e ponto!

      • plinio

        Uma faca de fios usa o fio que quer quando bem entender. Mas a que só tem um não tem escolha, e naturalmente é obrigada a cortar sempre pelo mesmo. Inato? É não nato? Não capitar vossa mensagem. Inato dos Steits, mas nato do Brasil, impossível ser automaticamente cidadão dos Steits, só brasileiro. Haha.

      • Guest

        PARABÉNS DANIEL RESPOSTA A ALTURA

        • lan gospel

          DEUS É AMOR, MAS DEUS TAMBÉM IRA. LEMBRAMOS
          VOLTAMOS LA NO TEMPO QUANDO DEUS IROU CONTRA OS HOMOSEXUAL EM SODOMO GOMORRA.
          ELE IROU QUE MANDOU DESTRUI A CIDADE, POR CAUSA DO HOMOSEXUALISMO. ENCONTRA-SE NA BIBLIA EM GENESIS: 19.

      • André Dantas

        O problema das pessoas é “querer” aceitar apenas o que de fato é relevante a si mesmo. Se esse texto não for coerente para que outros possam crer de que o comportamento homossexual não é inato, de nada vale para esses que tem a opinião formada sobre o assunto. E como o Daniel relatou e muito bem: “Você está equivocada em todos os pontos, Rafaela.” Mesmo porque não é nenhum texto via rede que fará “mudar” seus preceitos!

      • Roberta

        Concordo com a Rafaela que o texto foi tendencioso, mas concordo com o texto quando é dito que a militância LGBT vem sendo intolerante e opressora, aprendendo com os homofóbicos, suponho. Ser Gay é modinha, temos que começar a tratar o assunto com equilíbrio. Penso mesmo que devíamos parar de se importar se somos gays ou héteros, ou se fulano é isso ou aquilo… tem tanta coisa mais importante…

      • Philipe Silva

        Concordo com você cara. Sabe o que diz.

      • Van Alves

        Muito bom Daniel!!!! Disse tudo!!! O texto é claro e coerente.

      • Sara

        Meu querido aspirante a jornalista.Vamos estudar um pouco mais de sexualidade.Acredito que poderá realizar textos muito mais elaborados sobre a temática,algo que é bem mais interessante que distorcer opiniões.

      • Raphael Rodrigues

        Somente quem sofre desde a infância com pensamentos contrários ao que duz a sociedade sabe realmente dizer se homossexualidade é comprtamental ou não. Quem não é vai ficar sempre no idealismo.

      • juju

        nossa, que visão enviesada! prove entao que é uma escolha? cade as evidencias cientificas???

      • Ernandes Almeida

        Uhhu! Muito bom Daniel! Acho que ela nunca leu textos ou assistiu matérias da TV em que o jornalista, redator, pega como “gancho” um assunto, acontecimento passado. Talvez esteja nos primeiros semestres do curso.

    • Renato Daflon de Freitas

      Acho que quis se promover com esta matéria mas, infelizmente não colou.
      Continue escrevendo que um dia chega lá.

      • Jair De Souza Santos

        VC DEVE SER BICHA NE

      • terezinha

        achei bastante coerente a matéria do Daniel, e consequentemente alguns comentários e alfinetadas desnecessários pq, informação é tudo,e com certeza o Daniel não iria colocar algo tão sério e íntimo de alguém em discussão sem antes ter pesquisado a respeito….parabéns pela matéria Daniel, e tbm pela coerência dos seus FATOS discutidos com a Rafaela…..

    • Ramir Morais

      Parei de ler o texto do segundo parágrafo quando percebi que o site tem orientação teológica e está procurando criar de novo o lobby gay super poderoso que controla a mídia. Cara, se tivesse mesmo essa xereca de lobby, eu que sou viado não tava na merda.

      Ai cara, crente tem umas taras complicadas, viu?

      • Cleber Gouveia

        Se fossem só os crentes, era fácil de resolver. A sua visão é esta. A visão de outro pode ser diferente ou igual, contudo, voltada para o lado oposto que agora aponta. E, desculpe, mas, estar na merda não é privilégio de nenhum grupo neste país.

    • Rogério

      Prezada Rafaela,
      Usando seu próprio argumento de que “é preciso pesquisar bastante”, pergunto-lhe, com que base você afirma que ser homossexual não é questão de comportamento?
      Existem especialistas que discordam, mas evidentemente, como é politicamente incorreto posicionar-se contra a corrente, tais opiniões não aparecem com a mesma visibilidade das campanhas pró-homossexualismo.
      Apenas para seu conhecimento, vários médicos, inclusive, provam que a prática homossexual masculina pode levar a morte. Não é preconceito, é medicina, ciência, fisiologia, saúde! Problemas como endocardite bacteriana, câncer de próstata e reto, problemas renais e vários outros ocorrem com uma incidência muitíssimo mais elevada e grave na população homossexual. É estatística e não preconceito! Estuda menina!!!

    • Marcos Nascimento

      Concordo Rafaela, é uma das piores coisas que já lí.

    • Roger Passamani

      Ao meu ver, foi uma excelente matéria, pois a mídia sempre da mais ibope para aquilo que fere a familia. Deus criou homem e mulher, macho e fêmea para que ambos se relacionassem entre si e formassem uma familia. Ponto final!!! Coloca um casal homossexual numa ilha e deixa ele lá por 30 anos e depois volta lá pra vê se tem uma continuação da espécie. Lógico que não! Por isso homossexualidade é comportamento! Não é doença e ninguem nasce homossexual! Não existe cromossomos homossexual… existe cromossomos macho e fêmea. A ciência é bem clara quanto a isso. O homossexualismo é uma coisa normal hoje em dia, ou acho que sempre foi, só que hoje tem mais mídia por trás. Mas só porque é normal não quer dizer que seja a decisão certa a se tomar, Se fosse o certo, Deus não teria feito uma mulher para Adão e sim um companheiro. Por mais que os gays acham que isso é um pensamento meramente religioso, ultrapassado e homofóbico, isso é um raciocinio lógico e sem preconceito. Querem que a sociedade os engula de qualquer jeito e não é assim que deve ser. Cada um defende o pensamento que acredita, mas tem que respeitar as oposições. Porque senão vamos acabar com os partidos políticos de esquerda, direita e etc… Cada um vive da maneira que quer. Não tenho preconceito com homossexuais, pois conheço muitas pessoas que são gays e de carater, até muitas das vezes mais do que um hétero. Mas não é por isso que eu vou deixar de defender aquilo que eu acredito e concordar com o estilo de vida deles. A vida é feita de escolhas, porém toda escolha tem a sua consequência. Eu acredito na Bíblia e na familia tradicional! Tenho dito!

      • marcia gadelha

        deixe de levar o tema para a biblia ,devemos discutir no plano social e cientifico .estou cheia de ouvir evangelicos qurerem colocar a biblia como verdade absoluta .se for assim, vamos utilizar a literatura espirita a respeito tema .chega de fundamentalismo religioso de qualquer religiao .

    • Lucas Santos

      Homossexual enrustida detected!! Essa militância LGBT é um fiasco!

    • Aline Garcia

      SER HOMOSSEXUAL é questão não de comportamento e sim de OPÇÃO!(meu ponto de vista)
      Concordo com vc Daniel Duarte!!!! Mais uma que deseja enfiar garganta abaixo das pessoas o relacionamento homossexual! A relação homossexual vai contra os meus princípios, assim como o sexo livre, não importa se entre hetero ou homossexuais. Contudo cada um deve fazer da sua vida o que bem entender e os outros que respeitem a decisão de cada um!

    • Adjalbas Pereira

      Se homossexualismo não é comportamento,diga-me então por que a ciência não consegue afirmar ser GENÉTICO?Vocês próprios dizem que é OPÇÃO OU ORIENTAÇÃO.E aí???

    • susi

      Vamos amar uns aos outros como Cristo nos amou, assim vamos nos tornar as pessoas pra que realmente fomos criados.

    • Cláudio Araújo

      Rafaela, esse seu discurso só mostra toda sua ira! Você é uma HETEROFÓBICA! Acredito que sua revolta é porquê você é uma HÉTERO que ainda não se descobriu! Tomara que seu filho seja HÉTERO. Pronto, respondi a você da mesma forma que o movimento gay responde àqueles que não concordam com suas imposições.

    • Gal Will Brasileiro

      Gostei muito do seu ponto de vista Rafaela!!!!

  • Regina Costta

    Não me atenho a não comentar sobre, acho que ela realmente pode estar certa, porém um tanto errado em afirmar que deixou de ser isso ou aquilo, e também acho erradíssimo o que os sites disseram sobre ela, “desserviço” e coisa e tal…

    1º ponto você nasce com tendências é fato, ignorar isso é erro fulminante.
    2º O ser humano é um ser mutável, uma hora ele quer tomar chocolate quente outra hora frio, mas sempre é chocolate, o que eu quero dizer com isso, que o ser humano sempre vai preferir a felicidade não importando como ela virá, não duvido que se a Claudia Jimenez separar desse rapaz e aparecer uma mulher que lhe atraia ela não vá voltar a ficar com essa nova mulher, é o natural dela e vai ser assim pra sempre.
    3º acredito que ela possa terminar a vida dela com esse moço, mas também que se houver algum instante em que ela possa vivenciar seus arroubos afetivos fora dessa relação ela vai viver.

    Por ultimo o ser humano tem suas tendências geneticamente e ninguém pode mudar isso, há héteros e gays bissexuais que nascem assim e serão assim sempre, agora radical ela dizer que deixou a LESBIANDADE no máximo ela é uma bissexual ou simplesmente HUMANA um ser sem rótulos e tudo mais.

    • Rogildo Agatângelo

      Regina me perdoe,mas nesse sentido eu sou imutável,sou macho até o ultimo dia da minha vida,gosto de mulheres e muito,e por falar nisso,vc é linda!!

      • Regina Costta

        Bom, quero acreditar que você disse que é Homem que é um Homem que tem preferencias por mulheres e nasceu Hétero, porém há HOMENS que nasceram gays ou bissexuais, porém não deixam de serem tão viris quanto qualquer outro homem que goste de mulheres. Eu acredito na bissexualidade, homossexualidade, lesbosexualidade e na héteros sexualidade acredito piamente na sexualidade humana não defendo nada a não ser a humanidade livre de rótulos.

        Enfim e obrigada pelo elogio, sempre é bom recebe-los.

    • Diogo Oliveira

      Regina, primeiro, parabenizo você pelo tom cordial com o qual você postou a resposta. Embora ele não esteja presente em todos os momentos de seu argumento, tenho que admitir que ele predomina na sua resposta, apesar de eu discordar dela [de sua reposta]. Calma e boa educação vem se tornando uma coisa deveras difícil de achar nas respostas de quem concorda com o homossexualismo genético. Mas, agora, vamos às respostas:

      1. A que tendências você se refere? Se forem tendências homossexuais, não, ninguém nasce com isso e não existe nenhum consenso dentro da psicologia sobre isso; se não há sequer consenso, muito menos há provas concretas, o que seria o mínimo necessário para você poder chegar aqui e dizer que “ignorar isso [que alguém nasce com tendências homo] é um erro fulminante”. Com que evidências claras e comprovadas você argumenta com tanto fervor? Aliás, o ponto número 2 da sua argumentação contradiz o ponto número 1 da mesma. E é sobre isso que falaremos agora:

      2. Se você utiliza o argumento de que o ser humano é um ser mutável, usando-se de tal argumento para justificar as presentes e visíveis alterações e mudanças de escolhas de algumas pessoas, quando passam para o homo/bissexualismo, ou quando saem destes para o heterossexualismo, você automaticamente está creditando à escolha, ao comportamento, a questão homossexual, e não à genética. Como falar de mudanças, ser seres humanos mutáveis, quando antes se colocou que é genético e isso é inalterável? Se é inalterável, não é alterável; por conseguinte, o argumento dos seres humanos serem mutáveis perde o sentido e o valor, por contradizer toda a parte argumentativa que o acompanha. Repare: num mesmo ponto, você diz que o ser humano é mutável, depois, falando sobre a Jimenez, você diz que isso é natural dela e é assim que ela vai ser sempre. O argumento está contraditório: ou muda, ou não muda: se muda, não há o “ser sempre assim” e o que a pessoa se torna fica dependente de uma “quase-infinidade” de fatores externos, todos moldando escolhas & comportamentos; mas se não muda, então o fato da mutabilidade de escolhas do ser humano é falha, já que não haveria escolhas: a pessoa nasceu assim e ponto, será assim sempre, tendo escolha sempre nisso, sem alterações ou mudanças – já que essas contradiriam a possibilidade de ninguém mudar por causa dessa tal questão genética.

      O ponto acima também mostra a contradição que você fez ao dizer que os serem humanos são mutáveis e, um ou outro parágrafo depois, dizer que o ser humano tem suas tendências geneticamente definida e ninguém pode mudar isso. Se ninguém muda, não há mudança; logo, não há mutabilidade. E você, antes, disse que o ser humano é mutável. Sinto, mas a contradição está muito clara.

      • Diogo Oliveira

        [CONTINUAÇÃO]

        Aliás, a questão da homossexualidade ser genética está a cada dia sendo mais e mais refutada de acordo com os avanços dos estudos científicos no assunto. Já mencionei, dias atrás, os pareceres científicos a respeito diso, na área da genética e da psicologia, mas vou postar aqui novamente, para servir de referência ao meu argumento. Vale lembrar que também deixarei entre parênteses as referências, a fim de você e qualquer outro que quiser pesquisar poder ficar à vontade quanto a isso:

        “Muitos pesquisadores têm tentado descobrir uma causa biológica para a atração pelo mesmo sexo. Os meios de comunicação promovem a ideia de que já foi descoberto o “gene gay” (Burr 1996). Mas, apesar de várias tentativas, não se testou cientificamente nenhum dos estudos bem divulgados (Hamer 1993; LeVay 1991). Muitos escritores analisaram esses estudos

        cuidadosamente e descobriram que eles não só não provam uma base genética para a atração pelo mesmo sexo, mas também nem chegam a afirmar possuir provas científicas para tal alegação. (Byrne 1963; Crewdson 1995; Goldberg 1992; Horgan 1995; McGuire 1995; Porter 1996; Rice 1999). Se a atração pelo mesmo sexo fosse geneticamente predeterminada, então deveríamos supor que gêmeos idênticos teriam de ser idênticos em sua atração sexual. Há, porém, muitos registros de gêmeos idênticos que não são idênticos em sua atração sexual. (Bailey 1991; Eckert 1986; Friedman 1976; Green 1974; Heston 1968; McConaghy 1980; Rainer 1960; Zuger 1976) As situações individuais registradas revelam fatores ambientais que explicam a causa do desenvolvimento de diferentes estilos de atração sexual em crianças geneticamente idênticas, apoiando a teoria de que a atração pelo mesmo sexo é um produto da ação e efeito recíproco de uma variedade de fatores ambientais. (Parker 1964). Há, porém, tentativas de convencer o público de que a atração pelo mesmo sexo tem base genética. (Marmor 1975) Tais tentativas podem ter como causa motivações políticas porque as pessoas se sentem mais inclinadas a aceitar sem dificuldades reivindicações pedindo mudanças nas leis e nos

        ensinos religiosos quando creem que a atração sexual é geneticamente determinada e imutável. (Emulf 1989; Piskur 1992). Outros têm procurado provar uma base genética para a atração pelo mesmo sexo, a fim de poderem apelar para os tribunais em busca de direitos baseados na teoria da “imutabilidade”. (Green 1988)”

        Agora, vamos mais profundamente às implicações psicológicas da situação homossexual:

        “Na história de vida de indivíduos que experimentam a atração pelo mesmo sexo, frequentemente encontramos um ou mais dos seguintes elementos:

        Distanciamento do pai cedo na infância, porque a criança o via como hostil ou distante, violento ou alcoólatra. (Apperson 1968; Bene 1965; Bieber 1962; Fisher 1996; Pillard 1988; Sipova 1983)

        Mãe superprotetora (meninos). (Bieber, T. 1971; Bieber 1962; Snortum 1969)

        Mãe emocionalmente distante (meninas). (Bradley 1997; Eisenbud 1982)

        Pais não conseguiram incentivar identificação do mesmo sexo. (Zucker 1995)

        Falta de brincadeiras mais duras (meninos). (Friedman 1980; Hadden 1967a)

        Incapacidade de se identificar com colegas do mesmo sexo. (Hockenberry 1987; Whitman 1977)

        Antipatia por esportes de equipe (meninos). (Thompson 1973)

        Falta de coordenação manual e visual e resultante provocação dos colegas (meninos). (Bailey 1993; Fitzgibbons 1999; Newman 1976)

        Abuso sexual ou estupro. (Beitchman 1991; Bradley 1997; Engel 1981; Finkelhor 1984; Gundlach 1967)

        Fobia social ou acanhamento extremo. (Golwyn 1993)

        Perda dos pais através de morte ou divórcio. (Zucker 1995)

        Separação dos pais durante decisivas fases de desenvolvimento. (Zucker 1995)”.

        Existem muitos argumentos, alguns até modernos, tentando provar que o homossexualismo é genético, mas todos falham nos casos acima apontados pelo método científico. Não adianta assumir algo como cientificamente verídico sem provar isso de forma cientificamente verídica.

      • Regina Costta

        Primeiro você já chegou cometendo erros, em dizendo “Homossexua (lismo)” a dizer homossexualidade, homossexualidade, existe desde os primórdios porém já muito bem interpretado através da filosofia, quem nunca ouviu falar da Ilha de Lesbos, onde havia o culto a Deusa Masda – Mãe que era tido como o centro daquele povoado liderado pelas mulheres, quem nunca estudou história da arte e se deparou pela arte Grega, Greco-Romana ?! Onde na sociedade Grega antiga, apenas os homens que podiam andar desnudos perante toda a sociedade quando que as mulheres deveriam estar trajadas e sequer por os seus pés fora de casa, onde homens posavam nus uns pros outros para serem feitas esculturas onde os HOMENS SE CULTUAVAM ENTRE SI, e com certeza mantinham relações sexuais entre eles, porém as mulheres apenas lhes serviam para a “procriação”. Sem falar que o sexo era mais animalesco do que propriamente dizendo para a situação da procriação, homossexualidade principalmente entre os homens sempre existiu e é algo latente do ser masculino, não preciso ir atrás de dados científicos exorbitantes para chegar a tal.

        Apenas uma pequena observação do comportamento humano a gente consegue chegar a um consenso de verdade, porque homens héteros adoram mulheres juntas, porém não toleram outros homens?! Deixo essa reflexão pra você, mas porque há homens que sequer curtem beijar mulheres, mas se sentem confortáveis com Eles, e outra porque não dar crédito a pessoas que estão em um relacionamento afetivo seja com quem for e de repente se veem como uma Daniela Mercury ou até a própria Jimenes?! Eu não acredito que a Cláudia seja Hétero agora da mesma forma como não acredito na Lesbiandade da Dany, mas acredito que elas são seres humanas onde o que favorece é o sentimente que ambas tem por esse alguém que no momento lhes completam.

        As pessoas merecem serem felizes com quem elas desejam estar independentemente de serem com o sexo oposto ou não.

        Agora você vir aqui e contestar que homossexualidade não é algo genético, é meio descabido, mas entendo o seu lado talvez você seja um hétero motivo por alguma religião onde dentro desta religião devam haver membros que são homossexuais, mas que não conseguem se aceitar e não deixam com que os outros se aceitem ou aceitem aos outros.

        Por fim… A ciência consegue provar isso muito bem, já é fato é preciso apenas paciência uma mente livre um pouco de calma e segurança também pra com a própria sexualidade, para não estar duvidando da sexualidade e da escolha alheia, porém reafirmo que a Cludinha ai, certamente em qualquer instante se ela vier a conhecer alguém interessante uma mulher especificamente que a faça se apaixonar por ela certamente ela ou termina com esse moço, ou simplesmente aguarda o seu novo romance terminar e ficar com essa mulher, enfim os sentimentos mudam sim e as pessoas também, assim como posso crer que ela pode terminar com ele e ficar com outro rapaz, mas isso não quer dizer que ela “virou”, se “descobriu” isso quer dizer que ela vive a vida dela intensamente e o que lhe interessará é a felicidade independentemente com quem ela venha a estar.

        Simples assim.

        • Diogo Oliveira

          Prezada, tenha mais calma na hora de responder. Seus textos misturaram coisas e ideias em mesmos parágrafos que deixaram seu argumento relativamente confuso de ler, tive que ler mais de uma vez. E mais: leia a resposta completa quando for argumentar, lembre-se de que a resposta da pessoa pode estar secionada em mais de uma parte, como foi o caso da minha. Você alegou coisas que foram claramente respondidas na segunda parte (eu prefiro “quebrar” as respostas, a fim de evitar que o comentário não seja publicado por excesso de caracteres – embora tedioso para muitos que leem, é particularmente difícil discorrer de temas como esse, procurando aprofundamento no raciocínio e no diálogo, com um “comentário de twitter”.

          No mais, vamos às respostas:

          1. Você falou sobre a existência do homossexualismo desde os primórdios da humanidade, citando estudos filosóficos e mencionando a sociedade greco-romana para justificar tal, mencionando vários fatos conhecidos que correlacionam a homossexualidade àquela sociedade. Bom, interessante, mas há alguns pontos a discutirmos a respeito disso::

          a. Em nenhum momento eu neguei a existência do homossexualismo na história da humanidade, ou fiz qualquer menção ao não-existência da mesma durante o trajeto da sociedade humana. Você tem os exemplos greco-romanos? Eu tenho exemplos de sociedades homossexuais bem mais antigas, que fazem a sociedade greco-romana parecerem coisa moderna! E isso nem tem a ver com a discussão tampouco eliminam os argumentos que usei. Pedofilia também existe há milênios, e também era largamente praticada no período greco-romano, nem por isso vou defendê-la. Portanto, utilizar a idade histórica de um evento para defendê-lo não adianta. No mais, como já afirmei, em nenhum momento do meu argumento eu neguei, ou tentei combater, o fato de que homossexuais existem há muito tempo. Se o fiz, favor mostrar onde foi.

          b. Quem disse que a sociedade greco-romana apoiava o homossexualismo? PARTES dele apoiavam o homossexualismo, mas lembremo-nos de que o estado grego era formado pelas Cidades-estado, ou Polis, e elas tinham autonomia política entre si, inclusive guerreavam umas com as outras. Havia cidades-estado que davam aos homossexuais o direito de assim se declararem, mas também tiravam-lhe os direitos políticos. Aliás, o termo “efeminado”, usual naquela época, era uado inclusive de forma pejorativa pelos cidadãos de tais cidades para referirem-se às outras onde os homossexuais tinhamevidência. E, não, Esparta não era a única que fazia isso ;).

          Quer mais provas históricas? Vamos lá:

          Desmontando o Mito da Homossexua lidade na Grécia Antiga

          Primeiramente, vale mencionar que, apenas por uma estranha coincidência, todos aqueles (autores ou cientistas) que tentaram fazer alguma conexão entre homos e o Helenismo, foram/são homossexuais eles próprios.

          Que coincidência! (?)

          “Especialistas” de sexualidade Helênica, como: Walter Pater, Michel Foucalt, John Boswell, John Winkler e David Halperin, eram/são todos homossexuais que obviamente viveram suas fantasias sexuais às custas de nossos antepassados e história.

          A razão, é claro, é simples. Os Helênicos sempre foram vistos como modelo de civilização. Então o que seria melhor para justificar suas “naturezas doentes” do que ligarem estas à grandeza da civilização Helênica e, ao faze-lo, legitimar o sexo entre iguais?

          Na língua grega antiga as palavras “Homo/Heterossexual” não existiam. Eles usavam o termo “Kinaidos” para descrever “homossexuais” e suas preferências.

          Kinaidos = Causador de vergonha

          Kineo = mover

          Aidos = vergonha

          Que literalmente significa:“Aquele que traz a maldição de Aidos (uma deusa que punia transgressores morais e era companheira da deus Nemesis)

          As Leis

          Aeschines“Kata Timarchou”, 21

          Se qualquer Ateniense tiver um “Etairese” (companheiro de mesmo sexo) a ele não será permitido:

          1) tornar-se um dos nove arcontes;

          2) nem desempenar o ofício de sacerdote;

          3) nem agir como advogado para o estado;

          4) nem deve manter qualquer tipo sequer de ofício, no lar ou fora, quer seja desempenhado por sorte ou eleição: ele não deve ser enviado como mensageiro;

          5) ele não tomará parte em debate, nem estará presente em sacrifícios públicos;

          6) e nem poderá entrar nos limites de um lugar que tenha sido purificado para a reunião de pessoas. Se qualquer homem for acusado de atividades sexuais ilegais contrárias a essas proibições, ele deverá ser morto.

          Demóstenes“Kata Androtionos”(Parágrafo 30)

          “… nem deve ter o direito de falar, nem de trazer uma queixa perante a corte.”

          Conclusão:

          As leis os privavam do direito de fazer parte de quaisquer atividades sociais, políticas e hieráticas (nota: relativa a coisas sagradas). Eles se tornavam cidadão de classe baixa (Metoikos).

          Em nenhum tempo ou lugar isso foi considerado um comportamento normal, ou foi permitido àqueles envolvidos nisso permanecer sem punição.

          Além do mais, se alguém hoje em dia tentar estabelecer leis similares, será, no mínimo, caracterizado como fascista.

          Atenas tinha as leis mais estritas quanto à homossexualidade do que qualquer democracia que já tenha existido. Na Esparta não-democrata, bem como na Creta democrata e no resto da Hélade, houve proibições e punições similares.

          Intelectuais

          Platão, em suas Leis, afirma categoricamente que:

          “… o homem não tocará outro homem para este propósito, já que isso é não-natural…”

          E outra vez, no mesmo trabalho, nos diz que:

          “quando o homem se une à mulher para procriação, o prazer experimentado se deve à natureza (kata physin), mas é contrário à natureza (para physin) quando o homem se une ao homem, ou a mulher à mulher, e aqueles culpados de tais perversidades são impelidos por sua escravidão ao prazer, tanto que ninguém deve se aventurar a tocar qualquer um dos nobres ou cidadãos livres salvo sua própria esposa casada, nem semear qualquer semente profana e bastarda na fornicação, ou qualquer semente não-natural e estéril na sodomia – ou então nós deveremos inteiramente abolir o amor por homens”.

          Platão fala sobre como os homossexuais devem se preocupar em serem descobertos:

          “… vocês têm medo da opinião pública, e temem que as pessoas descubram seus casos amorosos e vocês sejam desgraçados”(Fedro, 231 e.)

          O mito de Esopo

          “Quando Zeus criou os humanos e as outras características de suas almas, ele as colocou em todas as partes do ser humano. Porém, ele deixou a VERGONHA de fora. Já que não sabia onde colocá-la, ele ordenou que ela (a vergonha) fosse inserida no ânus.

          A vergonha, porém, reclamou disso e ficou muito irritada. E enquanto estava profusamente reclamando, a vergonha disse: Eu vou concordar em ser inserida dessa forma, e se qualquer coisa for inserida depois de mim, eu sairei.

          Deste dia em diante, que todas as pessoas que sejam sexualmente inclinadas a esse método seja sejam então VERGONHOSAS!

          Fábulas do Esopo

          Zeus e Aeschyne (Termo grego para “vergonha”)

          Teatro

          Uma visita ao Teatro era uma atividade comum na Grécia antiga. Desta maneira, através dos poetas comediantes, podemos visualizar a sociedade daquele tempo, já que eles também estavam expressando as opiniões das pessoas comuns.

          Alguns frequentemente usavam paravras para descrever homossexuais, e nas performances das comédias eram “Euryproktos” (bunda aberta). Aristófanos os chamava de “Lakkoproktos” (bunda de poço). Eupolis os caracterizava como “Andróginos”, etc.

          Se a homossexualidade fosse um fenômeno amplamente generalizado, isso significaria que os poetas e atores estariam sistematicamente chamando sua audiência de burra e a ofendendo.

          Pintura de vasos

          A pintura de vasos gregos tem sido uma das fontes preferidas dos distorcedores da cultura e civilização Grega. De dezenas de toneladas de vasos desenterrados até o momento (a contagem só para a província da Ática é de 80.000) apenas 30 têm uma temática abertamente homossexual; representando, em outras palavras, apenas .01% do total (127). É importante notar que desses poucos vasos, o comportamento homossexual direto era realizado apenas por Sátiros.

          Os Sátiros eram criaturas conhecidas por sua personalidade degenerada. Desta forma, a homossexualidade era considerada altamente negativa e era oficialmente desprezada e rejeitada.

          O resto dos vasos estão representando apenas indicações de práticas homossexuais, porque seus pintores tinham medo de ultrajes públicos e as subseqüentes conseqüências.

          Como pode um número tão pequeno de apenas 0,1% levar a tais conclusões? Como eles ousam julgar uma cultura inteira com base em apenas um pequeno número de vasos? Quão lógico seria se nós fossemos julgamos apenas por filmes como “Brokeback Mountain”?

          Mitologia

          A mitologia Grega não lida apenas com Teologia, Teurgia, Heróis e Mortais. O amor também sempre foi uma questão forte em nossa Mitologia. E quando alguém olha para a enormidade da literatura, poesia e arte Grega, por exemplo, qualquer um vê que, no que diz respeito a atração erótica, esta sempre se dá entre Homem e Mulher. O mesmo padrão permanece verdadeiro para a arte Grega do período Minuano, Micênico, Arcaico, Clássico até o Helenístico. Tudo isso é uma grande quantia de tempo, e a esmagadora maioria das esculturas, estatuetas, pinturas de parede, mosaicos e pinturas em vasos (algo como 99%) mostram homens e mulheres quando o assunto é amor erótico. Por exemplo, vamos nos lembrar de casais como:

          Odisseu e Penélope

          Hércules e Djanira

          Peleus e Tétis

          Teseu e Ariadne

          Ares e Afrodite

          Perseu e Andrômeda

          Zeus e Hera,Etc.

          Zeus, o deus supremo e governante do Olimpo, tinha incontáveis casos amorosos com deusas e mortais. Seu comportamente pode ser melhor descrito como másculo e heterossexual ao extremo.

          A Mitologia Grega não contém elementos homossexuais. O único mito com referência à homossexualidade era o mito de Laios. Um mito didático, que iguala a homossexualidade à maior tragédia e maldição da vida humana.

          O mito é sobre Crísipo, que foi estuprado por Laio e então se suicidou devido à vergonha. Hera mandou a Esfinge a Tebas como punição. Outra punição por esse ato foi a morte de Laio pelas mãos de seu filho Édipo.

          A questão levantada por esse mito é: Por que Crísipo se mataria se o amar um homem fosse uma prática aceitável? Por que Hera mandaria a Esfinge à cidade de Laio, Tebas, como punição pelo que seu rei fez se o que ele fez não fosse considerado uma abominação? Uma abominação que foi também a causa principal da maldição da casa de Épido que se abateria por uma família inteira de um modo trágico no futuro.

          Todas boas questões, que levam a uma única conclusão: Apesar de tais práticas ocorrerem, elas eram abominadas e severamente punidas pelos Gregos quando descobertas.

          E realmente surpreendente o quantia de esforços que os distorcedores da História investem para perverter fatos históricos. Sua mania em degradar e diminuir nossa História chegou ao ponto de quase toda pessoa mítica ou histórica se tornar um… homossexual.

          Homossexualidade feminina

          Ambos os termos “Homo/Heterossexual”, incluindo o lesbianismo foram cunhados após o fiasco da teoria de Walter Pater. Sim, o mesmo Walter Pater homossexual mencionado anteriormente.

          Walter é também o responsável por outra “teoria” totalmente nova, na qual o amor Platônico não tinha nada a ver com a “psiquê” mas era totalmente baseado em atração física.

          Então, a história do termo “lesbianismo” não é muito diferente. Conectada à grande poetisa Safo, esse “círculo” específico conseguiu dar o significado de homossexualidade a “Sáfico” que era originalmente usado para descrever a forma e estilo de poesia apresentada por ela e copiada por muitos poetas Helênicos e Romanos posteriormente.

          Mas porque a ilha de Lesbos?

          A resposta está em Safo e nas insustentáveis teorias homossexuais ligadas a ela. Safo viveu no século 7 a.C. e era a maior poetisa do mundo antigo. Ela abriu em esbos uma escola para mulheres jovens, a quem ela ensinava poesia e a música. Há mais do que o suficiente em textos que fornecem informações sobre sua vida.

          Temos Ovídio, Atenaios e Suídas, entre outros, falando abertamente do grande amor dela por Faon. Sabemos que de fato ela era mãe e esposa e escreveu as “epithalamia”, “canções de matrimônio” que falam não de casos com lésbicas, mas da beleza de jovens garotas que iriam se tornar esposas e mães elas mesmas.

          E como essa grande poetisa morreu?

          Ela caiu de um despenhadeiro em Leukada, devido a seu grande amor, Faon, tê-la deixado. Sim, você leu corretamente, a “maior lésbica” do mundo suicidou-se pelo amor de um homem.

          “Eles queriam apresentar a Grécia Antiga como um paraíso de pervertidos [...] O vocabulário da linguagem Grega e a legislação da maioria das cidades-estado confirmam que a depravação sempre foi considerada anormal.

          2. Você falou que é possível achar com consenso de verdade… mas não apresentou nenhum! Você apenas relatou casos sociais para chamar de consenso. Ocê nem sequer mencionou a genética que tanto defendeu. Os “consensos” que você citou não provam absolutamente nada.

          3. Eu retiro totalmente o que disse sobre você ser uma comentarista calma e disposta a diálogo, pos você decidiu, na provável falta de argumentação, falar que o motivo de eu sustentar a ideia de que o homossexualismo não é algo genético é porque sou hétero motivado por religião, pressionado blablabla. Se você tivesse, antes, lido minha segunda parte do comentário, que está pública e aberta para a leitura de todos, você teria visto que cientificamente existem a cada dia MENOS provas, apesar dos crescentes argumentos, a favor da “genética homossexual”. Mas se você prefere argumentar com o contrário, faça como eu, levante a mostre as provas científicas, com devidas referências, para que eu veja. Simplesmente vir aqui, falar que “é isso e ponto” não cola. Prove, como eu fiz. Eu dei aqui dezenas de citações da área científica e psicológica para comprovar meu argumento, você fez o quê? Postou seu argumento, usou ad hominem e só. =/

          4. Mais uma vez, você afirma que a ciência provou. Tá, mostre onde. Mostre qual foi o estudo, a pessoa que publicou isso e onde foi publicado. Simplesmente vir aqui dizendo que foi provado e ponto não cola, eu poso chegar aqui e dizer que subi até a lua com uma escada. Se apenas falar algo vale como verdade, então eu de fato terei subido à lua com uma escada. Mas aí tem que provar, né… então prove. Você, DUAS VEZES chegou aqui, falou que o homossexualismo é genético de forma enfática e só, não provou nada, utilizando inclusive argumentos que, ao menos comentários, sequer se adequavam. Favor, prove-nos onde a ciência provou isso. No mais, você novamente deu clro descrédito à própria Jimenez, deixando-nos claro no seu argumento final de que você não acredita muito que ela tenha mudado para hétero, mesmo vivendo o “hétero-romance” agora. Ou seja, você acaba caindo na crítica que a própria Jimenez falou: ela [Jimenez] reclamou que, quando era homo, nenhum colega hétero dela reclamava, mas agora que ficou hétero, todos os gays caem em cima dela, duvidando, reclamando… você fica aí argumentando sobre a volta dela para uma mulher, porque você não acredita que haja mudança, e usando apenas sua opinião, sem apresentar prova ou argumento científico crível algum, para sustentá-la.

          Quer credibilidade científica? Apresente algo cientificamente crível.

          • Regina Costta

            Perdão, mas textos enormes me dão uma preguiça!!!

            Boa Sorte e Bom Final de Semana!!!
            Paz simplesmente paz….

          • Diogo Oliveira

            Relaxa, compreendo. Não pense que, por discordar de você, estou em inimizade contra ti: sou do tipo que acredita que pessoas podem discordar sem se odiar, sem discriminações etc, e é uma das coisas que defendi em outros comentários.

            Fica em paz também e ótimo fds ;D.

      • Regina Costta

        Primeiro você já chegou cometendo erros, em dizendo “Homossexua (lismo)” a dizer homossexualidade, homossexualidade, existe desde os primórdios porém já muito bem interpretado através da filosofia, quem nunca ouviu falar da Ilha de Lesbos, onde havia o culto a Deusa Masda – Mãe que era tido como o centro daquele povoado liderado pelas mulheres, quem nunca estudou história da arte e se deparou pela arte Grega, Greco-Romana ?! Onde na sociedade Grega antiga, apenas os homens que podiam andar desnudos perante toda a sociedade quando que as mulheres deveriam estar trajadas e sequer por os seus pés fora de casa, onde homens posavam nus uns pros outros para serem feitas esculturas onde os HOMENS SE CULTUAVAM ENTRE SI, e com certeza mantinham relações sexuais entre eles, porém as mulheres apenas lhes serviam para a “procriação”. Sem falar que o sexo era mais animalesco do que propriamente dizendo para a situação da procriação, homossexualidade principalmente entre os homens sempre existiu e é algo latente do ser masculino, não preciso ir atrás de dados científicos exorbitantes para chegar a tal.

        Apenas uma pequena observação do comportamento humano a gente consegue chegar a um consenso de verdade, porque homens héteros adoram mulheres juntas, porém não toleram outros homens?! Deixo essa reflexão pra você, mas porque há homens que sequer curtem beijar mulheres, mas se sentem confortáveis com Eles, e outra porque não dar crédito a pessoas que estão em um relacionamento afetivo seja com quem for e de repente se veem como uma Daniela Mercury ou até a própria Jimenes?! Eu não acredito que a Cláudia seja Hétero agora da mesma forma como não acredito na Lesbiandade da Dany, mas acredito que elas são seres humanas onde o que favorece é o sentimente que ambas tem por esse alguém que no momento lhes completam.

        As pessoas merecem serem felizes com quem elas desejam estar independentemente de serem com o sexo oposto ou não.

        Agora você vir aqui e contestar que homossexualidade não é algo genético, é meio descabido, mas entendo o seu lado talvez você seja um hétero motivo por alguma religião onde dentro desta religião devam haver membros que são homossexuais, mas que não conseguem se aceitar e não deixam com que os outros se aceitem ou aceitem aos outros.

        Por fim… A ciência consegue provar isso muito bem, já é fato é preciso apenas paciência uma mente livre um pouco de calma e segurança também pra com a própria sexualidade, para não estar duvidando da sexualidade e da escolha alheia, porém reafirmo que a Cludinha ai, certamente em qualquer instante se ela vier a conhecer alguém interessante uma mulher especificamente que a faça se apaixonar por ela certamente ela ou termina com esse moço, ou simplesmente aguarda o seu novo romance terminar e ficar com essa mulher, enfim os sentimentos mudam sim e as pessoas também, assim como posso crer que ela pode terminar com ele e ficar com outro rapaz, mas isso não quer dizer que ela “virou”, se “descobriu” isso quer dizer que ela vive a vida dela intensamente e o que lhe interessará é a felicidade independentemente com quem ela venha a estar.

        Simples assim.

  • Joaquim Neto

    Gay, Gay, Gay… o assunto que mais dá ibope atualmente! Quando se fala em “gay” já fica todo mundo interessado… ateus, religiosos, adolescentes, crianças… porque será heim???? Isso não é estranho??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Assunto de gente desprovida de conhecimento, cheio de bosta na cabeça ao invés de neurônios! A nova cultura do país é podre, medíocre e inútil!!!

  • Beatriz Calore

    A questão é simples: não é porque a fulana abandonou um relacionamento com uma mulher e iniciou um relacionamento com homem que ela deixou de ser alguma coisa, ou passou a ser outra. Simplesmente, ela é bissexual, não é ex-coisanenhuma. Se ela dissesse que era bissexual, seria o melhor, mas dizer que deixou de ser homossexual é de uma tremenda desonestidade intelectual.

    • Beatriz Calore

      É como se, num passe de mágica, alguém estalasse os dedos e todo o tesão que ela sentia por mulher se transformasse 100% em tesão por homem. É algo tão absurdo quanto alguém dizer “eu era O positivo, mas agora sou AB negativo”, ou “eu era áries com ascendente em virgem, agora sou leão com ascendente em capricórnio”.

      • Marcos Torres

        E tem teste pra provar que uma pessoa é bi ou não? O que se vê quando uma pessoa que se assumia lésbica e deixa o lesbianismo e começa a se relcionar com um homem e só especulação a fim de desmentir a própria pessoa que afirma que deixou.

      • Israel Teixeira

        Discordo de ti minha querida. Se estudar psicanálise verá. Ela teve a natureza violada, por um abuso sexual, é a única prova que temos, não temos provas que ela nasceu gay. A maioria teve problema afetivo com pai e mãe ou sofreu abuso. Nesses casos a pessoa pode reencontrar a sua verdadeira natureza

    • Jonathas Rodrigues

      Ah.. então podemos encaixar a daniela mercury neste seu pensamento? Afinal ela teve relacionamento com homens, teve filhos….

    • Marcos Torres

      Se ela afirma que era lésbica, por que contrariar?

  • Michelle

    Gostaria de entender pq os heterossexuais se sentem tão oprimidos, ja q eles são a regra e a heterossexualidade é presumida! Ate parece q cresceram com vergonha de serem heteros, ate parece q tiveram a vida toda de esconder no armario a sua orientação sexual! Tomem vergonha na cara e parem de reclamar de preconceito, coisa q vcs n sabem o q é! Eu hein

  • Jonathas Rodrigues

    Muito interessante. Quer dizer que quando um hetero se descobre ou decide ser gay é aplaudido e ovacionado. Quando um gay se descobre ou decide ser hetero é homofobico, meodiocre e tudo mais?

    • Detta Walker

      Sua anta, o problema não está em ela deixar de sentir-se atraída por mulheres e passar a sair com homens. A Claudia, assim como qq outra pessoa, tem o direito de sair com quem quiser, sendo consensual, é o que importa.

      O problema aqui foram as declarações dela, que foram infelizes. Como se ela estivesse com mulher por ‘falta de opção’. De qualquer maneira, desejo que ela e qualquer outra pessoa sejam felizes (inclusive você, a maioria dos comentaristas deste porta e todos os outros, mesmo com toda burrice berrante).

      Ninguém “vira gay”. A sexualidade humana é muito complexa e fluida. As pessoas podem sentir atração por pessoas de qualquer gênero e isso pode acontecer em qualquer momento da vida. Leia mais, não fale abobrinha.

      Quando uma pessoa declara-se gay isso é celebrado porque é uma decisão difícil declarar uma orientação sexual que não é aceita pela maioria das pessoas. Um gay é agredido por ser gay; um hetero não é agredido por ser hetero. Um gay é expulso de casa por ser gay; um hetero não. Olhe ao seu redor e veja como pessoas homossexuais sofrem, são agredidas (com palavras, por boçais como você ou fisicamente), são marginalizadas e perdem o carinho até de quem deveria apoiar incondicionalmente (pai e mãe).

      Estou cansada de gente burra como você, voluntariamente burra. Sai pra lá, white trash.

      • Carlos Augusto

        “hurr durr”

        • Fefo

          Não existe nenhuma pesquisa séria, que diz que a pessoa nasce homossexual.

          • Marcos Torres

            Não existem provas na ciência quanto à isto.

      • Marcos Torres

        Ao meu ver não foram infelizes. Muitas mulheres procuram outras mulheres por terem tido decepções amorosas com homens.

      • Jonathas Rodrigues

        Puxa seu comentário esclarece muitas coisas. Vc vai além do que a ciência foi capaz de afirmar até agora, julga o que claudia deve ou não dizer sobre si mesma e se mostra uma grande preconceituosa. Diz que como heterossexual nunca fui agredido, mas me chama de anta, boçal e burro, alem de uma referência sobre minha cor. White trash??? Tudo isso pq eu quis defender a liberdade da claudia se expressar como quiser sobre sua própria vida. Isso sem usar nenhuma palavra ofensiva contra quem quer que fosse. Parabéns. Vc é um ótimo exemplo da sua classe.

      • Cleber Gouveia

        Aí é interessante. É a declaração dela, assim como de um “ex-hetero”ou gay que estava no “armário”que afirma a mesma coisa quando deixa a mulher que o amou e diz que não era feliz. Engraçado que neste caso é exaltado, como nos canais de tv e sites. No mais, a burrice parece estar dos dois lados. rs

      • Flavio

        Detta Walker, concordo que seja difícil a vida de um gay. Mas tenha certeza que a vida de alguém que quer deixar de se envolver com a homossexualidade (o vulgo “ex-gay”), é muito mais!!! O ex-gay é discriminado:
        1. por héteros, porque é visto como gay;
        2. Por gays, porque não quer ser gay;
        3. Por “evangélicofóbicos” (por mais que ele não seja evangélico), porque vão achar que ele foi manipulado por evangélicos…
        Agora, vou lhe fazer a mesma pergunta que fiz em um comentário acima, como eu posso discordar da homossexualidade sem ser visto como homofóbico!?
        Afinal, todos temos o direito de concordar e discordar de qualquer assunto, por mais irrelevante que seja para a sociedade, haja vista que há coisas muito mais importantes para todos nós nos unirmos e lutarmos (como contra a fome, a corrupção e até a discriminação contra qualquer pessoa por qualquer motivo).
        Ou para você eu não tenho o direito de discordar de alguma coisa!?!?!?

        Aliás, discordar da homossexualidade é “ser voluntariamente burro”? Preconceituoso de sua parte, não acha?

  • Joseph Tec

    è igual a qualquer notícia alheia , simplesmente vira algo atraente por ser diferente, mas não importa o que você faça, temos sempre os mesmos costumes de pessoas fofoqueiras e atrasadas, não pelo fato de ser ou não aceitar ou não , o que importa é quando se trata de imposição pela lei que seja manifestada e ensinada em público algo que deve estar sim no ármario pois atitudes de afeto , sexo ou etc.. em público normalmente temos certo respeito na frente das pessoas, então isso ja bastaria as atitudes públicas poderiam ser moderadas pois causa certos constrangimentos seja em qualquer classificação, agora o que é normal para uns é anormal para outros , para haver respeito deve-se dar o respeito , não devemos impor na cara das pessoas tipo : sou gay , sou hétero, tenho mulher , tenho carro etc.. isso é uma forma de exibição devemos ter respeito pois Deus ja fez isso respeitando nossas escolhas,dando o livre árbitrio, deixem-se em Paz deixem as pessoas em paz , não são coisas para se divulgar ! onde está o bom senso ? não existe negro, nem branco, nem pobre ou rico,nem gay ou hetero ou bi, existe : ser humano quando se fala vendo nessa dimensão aos olhos de Deus somos todos iguais meterialmente , espiritualmente seremos julgados quando um dia na carne habitarmos seja na sua crença reencarnacionista ou ressurreição , devido a nossas escolhas e ações boas que agradam a Deus boas que ajudam ao próximo , más quando desagrada a Deus e prejudica ao próximo.

    • Carlos Augusto

      És sábio.

      E não, não é sarcasmo.

  • Isabela

    “Há saída para comportamento homossexual” Cada qual é um qual… É totalmente hipócrita rotular ou “desrotular” alguém, somos todos pessoas e podemos amar alguém independente do órgão genial, dizer que alguém é lésbica só porque beijou uma mulher é totalmente irregular ou vice-versa. Acho que vocês deveriam se policiar e atualizar essas informações, você usaram de palavras minimas para montar algo totalmente insignificativo no final. Falta de informação, misturada com ignorância, gerando um total desrespeito com a galera GLBT.

  • Sarah Barretto

    Tudo tem seu tempo!
    Parabéns para ela que teve coragem de revelar!

  • Nelson Barbosa

    Esse pessoal da patrulha gay é doente da alma, da mente e do coração! Pessoas confusas, que querem justificar o injustificável, e enfiar nos outros goela abaixo que ser gay é normal, natural, aceitável, bonito, etc. E qualquer um que defender o contrário, ou favor dos heteros, é homofóbico. É por si só contrário a Natureza, isso se não levarmos em conta Deus; é aviltante, trazendo somente sofrimento e dor à aqueles que vivem nessa prisão. Procuram enganar a si mesmos, tentando encontrar uma muleta para amenizar o sofrimento de sua alma. Enquanto não se derem conta disso, vão sofrer, não só nessa vida, como depois dela. Deixar disso não deve ser fácil, mas não é impossível, para os que querem e tem fé em Deus.

  • Brisa Moura

    Texto muito bom. Eu realmente achei desnecessário as declarações da Claudia Jimenez, ela poderia ter falado as mesmas coisas de outra maneira. Relacionar a homossexualidade à uma fase é muito prejudicial ao movimento, ideias absurdas como a “cura gay” partem desse princípio. A atriz poderia simplesmente dizer que estava com um homem e que estava feliz assim, independente de orientação sexual. Mais que uma declaração negativa ao movimento, foi um desrespeito a um relacionamento que durou 10 anos. Respeito muito a atitude do Walcyr por causa disso.

  • Jair De Souza Santos

    TER QUE ENGOLIR HOMOSSEXUALISMO E HOMOSEXUALISTAS É A MAIOR OPRESSÃO A LIBERDADRE. NÃO GOSTO DE HOMOSSEXUAIS POR TER UMA VIDA ABSOLUTAMENTE NORMAL, SOU HOMEM, TENHO CROMOSSOMAS E MEMBROS MASCULINOS, GOSTO DE MULHERES E IMAGINAR COMO “NORMAL” DUAS PESSOAS DO MESMO SEXO COMO CASAL , É UMA ABERRAÇÃO À NATUREZA E PONTO.

  • Gabriela

    Um recado para a sociedade: NÃO SOU HOMOFÓBICA, RESPEITO A TODOS INDEPENDENTE DE QUALQUER COISA, MAS NÃO SOU OBRIGADA A CONSIDERAR O HOMOSSEXUALISMO ALGO NORMAL PARA ISSO!!

    • Elinaldo Renovato de Lima

      A discussão é válida. Opiniões divergentes e isso é saudável. Mas o que li mostra apenas que a mídia faz um alarde, quando alguém diz que era hetero e passou a ser homossexual. Mas não dá muita importância e até agride quem diz que era homossexual e preferiu ser hétero. Na verdade, é um exemplo de falta de respeito à escolha de cada um . Se uma pessoa quer ser homossexual, que seja. É uma escolha. E as consequências, também. No entanto, dizer que toda pessoa que é contra a prática homossexual é homofóbica é um absurdo. Como cristão, minha visão de mundo fundamenta-se na palavra de Deus. E esta diz que a prática homossexual é uma “abominação” a Deus, um pecado grave! No Novo testamento, diz que é “paixão torpe”, “imundície”, ato “antinatural”. Você aceita se quiser. Mas eu tenho o direito de dizer, de ensinar, de pregar. Ísso não é odiar o gay, a lésbica. São pessoas dignas da graça de Deus. Mas estão na contra mão do plano de Deus para a sexualidade. Deus fez “macho” e “femea” e não dois homens ou duas mulheres, para unir-se pelo casamento. Família, no plano de Deus é formada por “pai”, “mãe” e “filhos”. Os novos arranjos “familiares” são contrários à vontade do criador. Atendem ao desejo pecaminoso do ser humano de ser o contrário do que Deus ensina. Mas a eternidade aguarda a todos, Implacavelmente. Ali, não haverá exceção. Todos serão julgados de acordo com a Lei de Deus, pelo STU (Supremo Tribunal do Universo), e não pelo STF, ou pelas constituições materialistas e anti-Deus. Respeito as opiniões contrárias. Mas esta é a minha visão , minha opinião. Que Deus os ilumine.

  • Telma M.

    Enquanto vida ha esperança! Deus criou hom e mulh e os mandou multiplicaaar… Amém DEUS É A VERDADE ABSOLUTA!

  • Fabricio

    Tendencioso e oportunista. Realmente, um dos textos mais infelizes que tive o desprazer de ler e não (apenas) pelo fato de como me atinge por ser homossexual, mas também pela forma utópica que trata da homossexualidade.
    Escolhas e comportamentos diz respeito a cada indivíduo. Claro, existe aqueles que acreditam na tese da comportamental ‘se eu não faço, eu não sou’, cara essa é maior mentira que pode alguém dar a si mesmo.
    Ela aponta e tenta preenche lacunas que justificam a sua homo/bissexualidade/que seja,

    Mas o mundo tá aí, cheio de possibilidades, e nunca serei contra, mas nunca mesmo, que alguém possa tomar uma escolha pra si, se esta lhe faz lhe faz bem, por que não?
    Talvez, em algum momento entendam que não há um botão de liga e desliga na homossexualidade e que exista uma libertação (muita baseada pela culpa ou pelo temor de um inferno de condenados por serem o que são) para escolhas que não tangem ao indivíduo, e acreditem, não tangem mesmo.

    Enfim, chega dar uma certa revolta ler textos como esse, mas a liberdade de pensar e de agir está pra todos…

    • Alexandre Ferreira da Silva

      pela resposta mostra que foi uma escolha….

  • Robson

    Quem nega a visibilidade da sua orientação sexual, passa atestado explícito de homofóbico internalizado para toda a sociedade e ainda ajuda a reverberar o discurso da heteronormatividade operante e excludente, onde impera o paradigma higienista hipócrita de que “LGBT bom, é LGBT invisível e limpinho”, ou o redundante “imbecilismo besta” de dizer que “não acredito em rótulos”; oras, ser um LGBT não é ser uma “refrigerante” ou um “vidro de remédio”, ser homoafetivo ou heteroafetivo é ser humano; e, portanto, ser plural e diverso na sua própria singularidade e essência. Como nos diz o decano e um dos fundadores do glorioso MHB, Luiz Mott “Quem não quer levantar a bandeira, então que carregue a cruz”. VISIBILIDADE JÁ!

  • Petrus Uchoa

    Achei o texto realista, já que mostrou fatos, também foi lúcido, pois pouco importou-se com as opiniões, sim com a verdade da realidade que nos rodeia.

    Para descontento de alguns, o texto não mostrou nenhuma necessidade por panfletar uma ideologia preconcebida ou imposta, mas abriu a discussão.

    Essa ideologia determinista do lobby gay causa-me assombro. Creio que isso seja prejudicial aos próprios homossexuais, pois se um homossexual não concorda com a ideologia do lobby, logo perseguição instaura-se. Não há espaço para o pensamento livre.

  • JORGE

    DEUS FEZ MULHER PARA HOMEM E HOMEM PARA MULHER E PONTO O RESTO ´´E RESTO!

  • Eduardo

    Enfim em cima de todos os comentários :
    A Bíblia diz que Deus condena tais atos, pois não herdarão a vida eterna, creiam ou não Ela fala sobre isso, se não crerem então eu digo : rasguem e queimem a Bíblia, Parabéns a todos que se libertam disso e sigam em frente.

  • Juliana Silva

    Eeeei, peraí, vamos respeitar todos aqui nessa discurssão.
    Nós heterossexuais temos que respeitar os homossexuais e quando um homossexual volta a ser “hetero” os homossexuais devem respeitar também. Querem respeito? Dêem respeito (homos e heteros)!

    Não sou gay, não sei como é ser gay, mas tenho aamigos e familiares gays e lésbicas e os AMO demais, inclusive uma delas é minha afilhada a qual eu tenho respeito, amor e admiração. O que ocorre é que sabemos diante da palavra sagrada, que Deus não aceita (a palavra certa é “abomina”) o homossexualismo, mas isso é Deus. Quem somos nós para criticar uns aos outros? Podemos não ser gays, mas também temos os nossos pecados.

    Quando que um adultero poderá criticar um homossexual? Quando é que um ladrão poderá criticar um idólatra? Idolatria, pode não ser nada para o mundo atual, mas aos olhos de Deus é pecado SIM, assim como o homossexualismo. Segue o trecho da Bíblia: “Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se
    deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem
    homossexuais passivos ou ativose, nem ladrões, nem avarentos, nem
    alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.” 1 Corintions 6:9-10 “Conhecereis a verdade e ela vos libertará” João 8: 32

    O que quero dizer com isso tudo é que temos que parar de ficar nos preocupando com o que o mundo diz e começarmos a nos preocupar com o que o PAI quer de nós. Deus é o CRIADOR nós somos criaturas, Ele COM CERTEZA sabe o que é melhor para cada um dos seus filhos. Jesus não disse, “venham a mim os santos” e sim os pecadores, aproximem-se Dele e tudo ficará mais facil. Deus criou o MUNDO, o que são nossos problemas diante disso tudo?

    TODOS nós temos algum tipo de tentação que temos que combater, hetero e homossexuais, sejam problemas na carne, sejam problema no sexo, sejam no alcool, sejam nos vídeos pôrno. TODOS TEMOS ALGUM TIPO VÍCIO que desagrada a Deus e que temos que combater (SE QUISERMOS, pois Deus não obriga ninguém a fazer nada, temos o direito de fazermos o que quisermos com as nossas vidas, as escolhas são nossas, mas infelizmente todas as escolhas erradas, irão gerar algum tipo de problema lá na frente). Ele não fala para nos punir, mas para o nosso bem. Podemos não compreender agora, mas lá na frente, tudo será esclarecido.

    Ou seja, antes de falarmos dos homossexuais, tiremos a poeirinha dos nossos próprios olhos e olhemos para dentro de nós mesmos, vamos procurar os nossos erros antes de criticarmos os outros, e melhorarmos eles perante a Deus e não perante aos homens.

    E quanto a ficar julgando aos outros, isso não é papel nosso, apenas de Deus!

    Pois, não se esqueçam: “Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês.”Mateus 7:1-2

    Então homossexuais, AMO MUITO vocês, de coração mesmo, e mesmo nós e o mundo aceitando, isso perante Deus é errado, digo isso pq os amo, pq quando a gente gosta a gente não fala só o que as pessoas querem ouvir, mas sim o que elas precisam ouvir. Mas tenham uma certeza: Deus AMA VOCÊS, e a todos nós pecadores. Ele sabia que iriamos existir e mesmo assim deu o seu único Filho para morrer na cruz por nós, não só pelos heterossexuais, mas por VOCÊS também.

    Digo isso pq alguns homossexuais, pensam que a igreja é contra eles, e não é bem assim, na verdade, não é NADA assim. O que ocorre é que a igreja tem que ser verdadeira e nos falar o que Deus pede na Bíblia e ai temos que fazer as nossas escolhas (digo nossas, pq não são só você, nós tb), pq a “verdade nos liberta”, agora o problema é todo nosso se ao conhecermos a verdade continuamos no pecado. Deus mostra o caminho, agora somos nós quem temos que fazer as nossas escolhas. Deus não te condena se não souber a verdade, mas Ele nos AMA TANTO que quando Ele nos mostra, é pq Ele tem um próposito: nos salvar!

    Saibam, a vida não é fácil, a vida não é só flores, olhem para a cruz e vejam o que Jesus passou por cada um de nós (dor, sofrimento, sacrifício…). Temos que fazer algum tipo de sacrifício por Ele também, é o mínimo. Por amor a vocês é que estou dizendo isso. E não só aos gays, mas a vocês também: “imorais, idólatras, adúlteros, os espíritas, os homossexuais passivos ou ativos, ladrões, avarentos, alcoólatras, caluniadores, trapaceiro” e pra todo mundo que está aqui criticando os gays ou os heterossexuais, SE NÃO FOR PRA AJUDAR, não os atrapalhem, pq eles sabem o que passam atraves da sociedade.

    HOMOSSEXUAIS, AMOOOOO VOCÊS, E DEUS TAMBÉM, ELE SABE O SEU PROBLEMA, ELE TE ENTEDE, ELE TE AMA, TANTO, MAS, TANTO, MAS TANTO QUE PERMITIU VOCÊ LER ATÉ O FINAL!

    Deus ama o mundo inteiro (João 3:16).

    Se tem um trecho na Bíblia que satanás se podesse teria apagado seria sobre o amor de Deus: O Amor de Deus é tão Grande que não pode ser medido; João não encontra uma expressão que possa dar a DIMENSÃO do Amor de Deus – então ele declara que Deus nos amou “de tal maneira” (imensurável, colossal, desmedido, enorme, gigantesco, imenso) que “deu/entregou” Seu Filho Unigênito, para que MORRESSE POR TI e este Amor imensurável de Deus Manifestado na Cruz do Calvário EXCEDE / ULTRAPASSA todo Entendimento e toda a Compreensão.

    ENTÃO ENTENDAM: DEUS NOS AMA, O QUE ELE NÃO AMA, SÃO AS NOSSAS ATITUDES E OS NOSSOS PECADOS, APROXIMEM-SE DELE, NÃO TENHAM MEDO, ELE NÃO É PRECONCEITUOSO COMO O MUNDO, ELE SÓ QUER NOS AJUDAR!

    E A TODOS REFLITAM ANTES DE CRITICAREM UNS AOS OUTROS!!!

  • Juliana Silva

    Eeeei, peraí, vamos respeitar todos aqui nessa discussão.
    Nós heterossexuais temos que respeitar os homossexuais e quando um
    homossexual volta a ser “hetero” os homossexuais devem respeitar também.
    Querem respeito? Dêem respeito (homos e heteros)!

    Não sou gay, não sei como é ser gay, mas tenho aamigos e familiares
    gays e lésbicas e os AMO demais, inclusive uma delas é minha afilhada a
    qual eu tenho respeito, amor e admiração. O que ocorre é que sabemos
    diante da palavra sagrada, que Deus não aceita (a palavra certa é
    “abomina”) o homossexualismo, mas isso é Deus. Quem somos nós para
    criticar uns aos outros? Podemos não ser gays, mas também temos os
    nossos pecados.

    Quando que um adultero poderá criticar um homossexual? Quando é que
    um ladrão poderá criticar um idólatra? Idolatria, pode não ser nada para
    o mundo atual, mas aos olhos de Deus é pecado SIM, assim como o
    homossexualismo. Segue o trecho da Bíblia: “Vocês não sabem que os
    perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se
    deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem
    homossexuais passivos ou ativose, nem ladrões, nem avarentos, nem
    alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.” 1
    Corintions 6:9-10 “Conhecereis a verdade e ela vos libertará” João 8: 32

    O que quero dizer com isso tudo é que temos que parar de ficar nos
    preocupando com o que o mundo diz e começarmos a nos preocupar com o que
    o PAI quer de nós. Deus é o CRIADOR nós somos criaturas, Ele COM
    CERTEZA sabe o que é melhor para cada um dos seus filhos. Jesus não
    disse, “venham a mim os santos” e sim os pecadores, aproximem-se Dele e
    tudo ficará mais facil. Deus criou o MUNDO, o que são nossos problemas
    diante disso tudo?

    TODOS nós temos algum tipo de tentação que temos que combater, hetero
    e homossexuais, sejam problemas na carne, sejam problema no sexo, sejam
    no alcool, sejam nos vídeos pôrnos. TODOS TEMOS ALGUM TIPO VÍCIO que
    desagrada a Deus e que temos que combater (SE QUISERMOS, pois Deus não
    obriga ninguém a fazer nada, temos o direito de fazermos o que quisermos
    com as nossas vidas, as escolhas são nossas, mas infelizmente todas as
    escolhas erradas, irão gerar algum tipo de problema lá na frente). Ele
    não fala para nos punir, mas para o nosso bem. Podemos não compreender
    agora, mas lá na frente, tudo será esclarecido.

    Ou seja, antes de falarmos dos homossexuais, tiremos a poeirinha dos
    nossos próprios olhos e olhemos para dentro de nós mesmos, vamos
    procurar os nossos erros antes de criticarmos os outros, e melhorarmos
    eles perante a Deus e não perante aos homens. Pq os vídeozinho pornos que vocês ficam assistindo na internet são tão errados perante a Deus quanto a prática do homossexualismo, então não critiquemos se nós também temos nossos erros. E saibam, temos que lutar contra isso tanto quanto eles. Se brincar essa prática é ainda pior, pq é tão errada quanto, mas é vista como normal no dia-a-dia e infelizmente, não é bem assim perante a Deus, então informem-se quanto as suas vidas e deixem que ele cuidem das deles.

    E quanto a ficar julgando aos outros, isso não é papel nosso, apenas de Deus!

    Pois, não se esqueçam: “Não julguem, para que vocês não sejam
    julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a
    medida que usarem, também será usada para medir vocês.”Mateus 7:1-2

    Então homossexuais, AMO MUITO vocês, de coração mesmo, e mesmo nós e o
    mundo aceitando, isso perante Deus é errado, digo isso pq os amo, pq
    quando a gente gosta a gente não fala só o que as pessoas querem ouvir,
    mas sim o que elas precisam ouvir. Mas tenham uma certeza: Deus AMA
    VOCÊS, e a todos nós pecadores. Ele sabia que iriamos existir e mesmo
    assim deu o seu único Filho para morrer na cruz por nós, não só pelos
    heterossexuais, mas por VOCÊS também.

    Digo isso pq alguns homossexuais, pensam que a igreja é contra eles, e
    não é bem assim, na verdade, não é NADA assim. O que ocorre é que a
    igreja tem que ser verdadeira e nos falar o que Deus pede na Bíblia e ai
    temos que fazer as nossas escolhas (digo nossas, pq não são só você,
    nós tb), pq a “verdade nos liberta”, agora o problema é todo nosso se ao
    conhecermos a verdade continuamos no pecado. Deus mostra o caminho,
    agora somos nós quem temos que fazer as nossas escolhas. Deus não te
    condena se não souber a verdade, mas Ele nos AMA TANTO que quando Ele
    nos mostra, é pq Ele tem um próposito: nos salvar!

    Saibam, a vida não é fácil, a vida não é só flores, olhem para a cruz
    e vejam o que Jesus passou por cada um de nós (dor, sofrimento,
    sacrifício…). Temos que fazer algum tipo de sacrifício por Ele também,
    é o mínimo. Por amor a vocês é que estou dizendo isso. E não só aos
    gays, mas a vocês também: “imorais, idólatras, adúlteros, os espíritas,
    os homossexuais passivos ou ativos, ladrões, avarentos, alcoólatras,
    caluniadores, trapaceiro” e pra todo mundo que está aqui criticando os
    gays ou os heterossexuais, SE NÃO FOR PRA AJUDAR, não os atrapalhem, pq
    eles sabem o que passam atraves da sociedade.

    HOMOSSEXUAIS, AMOOOOO VOCÊS, E DEUS TAMBÉM, ELE SABE O SEU PROBLEMA, ELE TE ENTEDE, ELE TE AMA, TANTO, MAS, TANTO, MAS TANTO QUE PERMITIU VOCÊ LER ATÉ O FINAL!

    Deus ama o mundo inteiro (João 3:16).

    Se tem um trecho na Bíblia que satanás se podesse teria apagado seria
    sobre o amor de Deus: O Amor de Deus é tão Grande que não pode ser
    medido; João não encontra uma expressão que possa dar a DIMENSÃO do Amor
    de Deus – então ele declara que Deus nos amou “de tal maneira”
    (imensurável, colossal, desmedido, enorme, gigantesco, imenso) que
    “deu/entregou” Seu Filho Unigênito, para que MORRESSE POR TI e este Amor
    imensurável de Deus Manifestado na Cruz do Calvário EXCEDE / ULTRAPASSA
    todo Entendimento e toda a Compreensão.

    ENTÃO ENTENDAM: DEUS NOS AMA, O QUE ELE NÃO AMA, SÃO AS NOSSAS
    ATITUDES E OS NOSSOS PECADOS, APROXIMEM-SE DELE, NÃO TENHAM MEDO, ELE NÃO É PRECONCEITUOSO COMO O MUNDO, ELE SÓ QUER NOS AJUDAR!

    E A TODOS REFLITAM ANTES DE CRITICAREM UNS AOS OUTROS!!!

  • Juliana Silva

    Querem respeito? Dêem respeito (homos e heteros)!

    Não sou gay, não sei como é ser gay, mas tenho amigos e familiares gays e lésbicas e os AMO demais. O que ocorre é que sabemos diante da palavra sagrada, que Deus não aceita (a palavra certa é “abomina”) o homossexualismo, mas isso é Deus. Quem somos nós para criticar uns aos outros? Podemos não ser gays, mas também temos os
    nossos pecados.

    Quando que um adultero poderá criticar um homossexual? Quando é que um ladrão poderá criticar um idólatra? Idolatria, pode não ser nada para o mundo atual, mas aos olhos de Deus é pecado SIM, assim como o homossexualismo. Segue o trecho da Bíblia: “Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se
    deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativose, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.” 1 Corintions 6:9-10 “Conhecereis a verdade e ela vos libertará” João 8: 32

    O que quero dizer com isso tudo é que temos que parar de ficar nos preocupando com o que o mundo diz e começarmos a nos preocupar com o que o PAI quer de nós. Deus é o CRIADOR nós somos criaturas, Ele COM CERTEZA sabe o que é melhor para cada um dos seus filhos. Jesus não disse, “venham a mim os santos” e sim os pecadores, aproximem-se Dele e tudo ficará mais facil. Deus criou o MUNDO, o que são nossos problemas diante disso tudo?

    TODOS nós temos algum tipo de tentação que temos que combater, hetero e homossexuais, sejam problemas na carne, sejam problema no sexo, sejam no alcool, sejam nos vídeos pôrnos. TODOS TEMOS ALGUM TIPO VÍCIO que desagrada a Deus e que temos que combater (SE QUISERMOS, pois Deus não obriga ninguém a fazer nada, temos o direito de fazermos o que quisermos com as nossas vidas, as escolhas são nossas, mas infelizmente todas as escolhas erradas, irão gerar algum tipo de problema lá na frente). Ele não fala para nos punir, mas para o nosso bem. Podemos não compreender agora, mas lá na frente, tudo será esclarecido.

    Ou seja, antes de falarmos dos homossexuais, tiremos a poeirinha dos nossos próprios olhos e olhemos para dentro de nós mesmos, vamos procurar os nossos erros antes de criticarmos os outros, e melhorarmos eles perante a Deus e não perante aos homens. Pq os vídeozinho pornos que vocês ficam assistindo na internet são tão errados perante a Deus quanto a prática do homossexualismo, então não critiquemos se nós também temos nossos erros. E saibam, temos que lutar contra isso tanto quanto eles.
    Se brincar essa prática é ainda pior, pq é tão errada quanto, mas é vista como normal no dia-a-dia e infelizmente, não é bem assim perante a Deus, então informem-se quanto as suas vidas e deixem que ele cuidem das deles.

    E quanto a ficar julgando aos outros, isso não é papel nosso, apenas de Deus!

    Pois, não se esqueçam: “Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês.”Mateus 7:1-2

    Então homossexuais, AMO MUITO vocês, de coração mesmo, e mesmo nós e o mundo aceitando, isso perante Deus é errado, digo isso pq os amo, pq quando a gente gosta a gente não fala só o que as pessoas querem ouvir, mas sim o que elas precisam ouvir. Mas tenham uma certeza: Deus AMA VOCÊS, e a todos nós pecadores. Ele sabia que iriamos existir e mesmo assim deu o seu único Filho para morrer na cruz por nós, não só pelos heterossexuais, mas por VOCÊS também.

    Digo isso pq alguns homossexuais, pensam que a igreja é contra eles, e não é bem assim, na verdade, não é NADA assim. O que ocorre é que a igreja tem que ser verdadeira e nos falar o que Deus pede na Bíblia e ai temos que fazer as nossas escolhas (digo nossas, pq não são só você, nós tb), pq a “verdade nos liberta”, agora o problema é todo nosso se ao conhecermos a verdade continuamos no pecado. Deus mostra o caminho, agora somos nós quem temos que fazer as nossas escolhas. Deus não te condena se não souber a verdade, mas Ele nos AMA TANTO que quando Ele
    nos mostra, é pq Ele tem um próposito: nos salvar!

    Saibam, a vida não é fácil, a vida não é só flores, olhem para a cruz e vejam o que Jesus passou por cada um de nós (dor, sofrimento, sacrifício…). Temos que fazer algum tipo de sacrifício por Ele também, é o mínimo. Por amor a vocês é que estou dizendo isso. E não só aos gays, mas a vocês também: “imorais, idólatras, adúlteros, os espíritas, os homossexuais passivos ou ativos, ladrões, avarentos, alcoólatras, caluniadores, trapaceiro” e pra todo mundo que está aqui criticando os gays ou os heterossexuais, SE NÃO FOR PRA AJUDAR, não os atrapalhem, pq eles sabem o que passam atraves da sociedade.

    VÃO A IGREJA, COMUNGUEM, É ATRAVÉS DA HÓSTIA QUE DEUS NOS LIBERTA DAS NOSSAS FRAQUEZAS!

    HOMOSSEXUAIS, AMOOOOO VOCÊS, E DEUS TAMBÉM, ELE SABE O SEU PROBLEMA, ELE TE ENTEDE, ELE TE AMA, TANTO, MAS, TANTO, MAS TANTO QUE PERMITIU VOCÊ LER ATÉ O FINAL!

    Deus ama o mundo inteiro (João 3:16).

    Se tem um trecho na Bíblia que satanás se podesse teria apagado seria sobre o amor de Deus: O Amor de Deus é tão Grande que não pode ser medido; João não encontra uma expressão que possa dar a DIMENSÃO do Amor de Deus – então ele declara que Deus nos amou “de tal maneira” (imensurável, colossal, desmedido, enorme, gigantesco, imenso) que “deu/entregou” Seu Filho Unigênito, para que MORRESSE POR TI e este Amor imensurável de Deus Manifestado na Cruz do Calvário EXCEDE / ULTRAPASSA todo Entendimento e toda a Compreensão.

    ENTÃO ENTENDAM: DEUS NOS AMA, O QUE ELE NÃO AMA, SÃO AS NOSSAS ATITUDES E OS NOSSOS PECADOS, APROXIMEM-SE DELE, NÃO TENHAM MEDO, ELE NÃO É PRECONCEITUOSO COMO O MUNDO, ELE SÓ QUER NOS AJUDAR!

    E A TODOS REFLITAM ANTES DE CRITICAREM UNS AOS OUTROS!!!

    • Guest

      CONCLUINDO, PERANTE DEUS, SOMOS –>TODOS<– IGUAIS, O QUE DIFERE SÃO AS NOSSAS ATITUDES E OS NOSSOS PECADOS!

    • Juliana Silva

      CONCLUINDO, A MINHA, OU A SUA OPINIÃO PERANTE QUALQUER VIDA ALHEIA, POUCO IMPORTA, PERANTE A DEUS, SOMOS –>TODOS<– IGUAIS (EU DISSE TODOOOOS), O QUE DIFERE SÃO AS NOSSAS ATITUDES E OS NOSSOS PECADOS! #REFLITAM (TODOS, HETEROS E HOMOS)

  • Ida Silveira

    EU tb sou uma mulher Crista , mas nem por isso eu não deixo de ver as coisas com são, principalmente no meio cristão, se vc pode perceber 99% dos homossexuais que aceitam a vida crista , infelizmente eles voltam a repetir o que o homem velho fazia, e melhor se abstinar do ato sexual e não pecar mais , do que falar que esta preparado para viver uma vida heterosexual, se casar por que a sociedade exige ai e depois destruir a vida de uma varoa ou um varao, por que tinha que mostrar para todos que mudou, a vida de um ser humano não e como apertar um botao, ou desligar uma tomada e ja esta tudo mudado, JESUS DISSE PARA A PROSTITUTA , VAI E NAO PEQUES MAIS !!!Somente isso , o mais importante, vai e não peques mais ..Apartir da hora que nos cristão passarmos ha não descriminar o proximo por sua orientação sexual e aceita-lo , ensina-lo os caminhos corretos que se deve andar diante da lei do nosso Deus , sem esperar nada em troca, deixa que o Espirito Santo trabalhe age na vida dessa pessoa, ao ponto que ela venha saber o que e certo ou errado, o ponto de não pecar mais, viver uma vida em santidade, mas não quer dizer que ela tem que se casar para provar que esta salva, não a pessoa pode passar o resto da vida sozinha, em santidade e sempre lutando com a carne, mas não pecando mais ,,,o ex-homosexual não existe

  • Patrícia

    Acho que cada um tem a sua história e deve respeitar à dos demais! Querer forçar alguém ser isso ou aquilo é querer rotular uma pessoa a ser uma única coisa sem ter o direito de rever ou mudar o que quiser em sua vida, inclusive a opção sexual! O que se deve focar são nos valores, se somos ou não respeitados e se respeitamos as pessoas cada uma com suas escolhas! Patrícia de Souza – Psicóloga

  • Netun Lima

    Burrice é comportamental, deixem de ser burros!

  • RAQUEL

    SER HOMOSEXUAL É UMA QUESTÃO DE ESCOLHA…DEUS DEIXOU O LIVRE ARBITRIO…CADA UM SEGUI O QUE QUER…AGORA OS HOMOSEXUAIS GENERALIZAN TUDO…AXAN QUE SO PQ UMA PESSOA EXPRESSA SUA OPNIAO..AI É HOMO FOBICA…VEM LIGO DE QUATRO PEDRAS NA MAO…CADA UM TEM SUA OPNIAO…ELA SENDO OU NAO HOMOSEXUAL…TEMOS O DIREITO DE ACEITAR OU NAO…NAO É PQ EXISTE HOMO SEXUAL QUE O MUNDO INTEIRO TEM QUE SER OU ACEITAR SER HOMOSEXUAL….!

  • MBia

    Achei o texto nada tendensioso. O autor apenas teve coragem ao abordar um tema tipo como “politicamente incorreto”, Mas o principal aqui é que a questão não é se homossexualismo é inato ou não…Acredito que isso ainda não é cientificamente provado, portanto não deve ser objeto de discussão…A questão é que há SIM um preconceito “ao revés”. Qualquer coisa que se diga hoje em dia que possa ofender as ditas “minorias” (que não o são mais) é tida como um sacrilégio, passível de fogueira…
    Boa Sorte, Daniel! E lembre-se que é simplesmente IMPOSSÍVEL agradar a todos…

  • FERNANDO

    O HOMEN E A MULHER FOI DEUS QUE CRIOU JA AS SAPATÃO E OS FRANGOS E INVENÇAO DO DIABO PARA QUERER INVERTER AS COISAS DE DEUS ISSO E COISA DO CAPETA. QUEM NÃO SE ARREPENDER DESAS PRATICAS PECAMINOSAS IRÃO PARA O INFERNO. ISO E UMA SAFADEZA E COISA DO DIABO.

    • carlasibele@gmail.com

      CONCORDO PLENAMENTE FERNANDO

  • valmir

    Antes até admirava a essa cantora que me recuso a falar o seu nome, existe hj uma obrigação em se declarar gays para satisfazer um determinada parcela da sociedade, é uma vergonha, vão trabalhar e vão curtir a sua vida, mas eu não sou abrigado a ficar escutando que esse ou aquele é gay, problemas de vcs.Eu gosto é de mulher e muito por sinal….

  • Wilson Ribeiro

    Concordo, Rafaela. E declaro que não confio na imprensa de modo geral. Cada um noticia como quer. Se você é uma jornalista de respeito, me perdoe, não a conheço e falo, como disse, de modo geral. Estou, infelizmente, generalizando (o que detesto).
    O que vejo nessa reportagem é a desonestidade da chamada liberdade de expressão.
    Mas também vejo na imprensa a tendência de noticiar e enfatizar a homossexualidade. Não gosto desse jeito 8 ou 80 de ser. Sou adepto do equilíbrio e desprezo a intolerância de qualquer lado.
    Ser homossexual não é errado, bem como ser heterossexual não o é também. Somos cidadãos, pagamos nossos impostos e acho que existem assuntos muito mais relevantes e importantes para o Brasil se preocupar do que com o que os outros fazem com seus corpos e desejos sexuais. Alguém disse que isso é pessoal e eu acho que deveria permanecer assim.
    Aqueles que reprimem com violência o homossexual devem ser tratados como criminosos e colocados na cadeia. Também aqueles gays que vão “causar” dentro de igrejas onde pela fé se recrimina a homossexualidade devem receber o mesmo tratamento e cadeia neles também, pois pra mim também é um tipo de violência para com quem está quieto.
    Todos sabemos que a igreja rejeita a homossexualidade, então que os homossexuais respeitem isso, pois é um direito que lhes cabe.
    O que não pode acontecer é desrespeitar ou rejeitar o homossexual, a pessoa, o cidadão por ser um semelhante e ter os mesmos direitos que todos.
    Gays podem se casar entre si ou não? Claro que podem, é um direito de cada um. Mas exigir que um padre ou pastor o faça é desrespeitoso com os direitos de cada um.
    Não misturemos religião – fé- e cidadania.
    Agora eu vejo que as enchentes Brasil afora são mais importantes do que isso, afinal uma única enchente atinge heteros e homos ao mesmo tempo, adultos e crianças, não escolhe sexualidade.
    A indústria da seca no nordeste é mais importantes pois atinge estados inteiros. Sabe o custo de um poço artesiano? R$ 5 mil. Sabe quantas pessoas um poço atinge? até 500. pessoas. Tirando uma média, numa população de 50 milhões de pessoas precisaríamos de 100 mil poços, que totaliza R$ 500 milhões. A Dilma destinou no primeiro mês de seu mandato R$ 1,7 bilhões para a construção do metrô curitibano. O mandato dela termina esse ano e até agora não se cavou nenhum buraco para o metrô e o dinheiro ninguém sabe, ninguém viu.
    Quanta perda de tempo nessa discussão de sexualidade enquanto tantos irmãos brasileiros morrem por razões mais relevantes.

  • João Batista

    Por favor, leiam o que a Palavra de Deus nos diz sobre isso:

    Coloco aqui o texto bíblico da Carta de São Paulo aos romanos, capítulo 1º começando do verso 18.

    18 Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça;

    19 ¶ porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.

    20 Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;

    21 porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.

    22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.

    23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.

    24 Pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração, à imundícia, para desonrarem o seu corpo entre si;

    25 pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém!

    26 Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.

    27 E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

    28 E, como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém;

    29 estando cheios de toda iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;

    30 sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pai e à mãe;

    31 néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;

    32 os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

  • ceccilia

    Acho o seguinte cada um faz o que quer,mas quando conhece a verdade(conhecereis a verdade e a verdade vos libertará)se não tiver interesse não vai achar a verdade,leia o melhor e completo livro do mundo a BIBLIA ela fala de tudooooo,leia vai se surpreender.

  • João Batista

    Por favor, leiam o que diz a Palavra de Deus. Coloco aqui o que São Paulo escreveu na sua Carta aos romanos, capítulo 1º, começando do versículo 18:

    18 Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça;

    19 ¶ porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.

    20 Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;

    21 porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.

    22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.

    23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.

    24 Pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração, à imundícia, para desonrarem o seu corpo entre si;

    25 pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém!

    26 Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.

    27 E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

    28 E, como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém;

    29 estando cheios de toda iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;

    30 sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pai e à mãe;

    31 néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;

    32 os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

  • Netun Lima

    A Claudia foi de péssimo gosto, na minha opinião, mulher é muito mais gostoso que homem. Eu se fosse ela ficava com mulher mesmo.

  • Vanderlei Ferreira da Silva

    Tantos comentários imbecis. Vejo que falaram tanta merda e ninguem disse nada.

  • Vanderlei Ferreira da Silva

    Ridículo mesmo é o “comporta

    mento” da maioria aqui.

  • marcela

    Eu fico besta em como as pessoas adoram uma FOFOCA!!!

    Eu sempre admirei o trabalho da Cláudia e confesso que até o presente momento sequer sabia que ela esteve casada com mulher ou com homem. Simplesmente porque isso não é da minha conta nem da conta de ninguém.

    Se tem uma coisa que está invertida hoje em dia não é se existe uma ditadura hetero ou uma ditadura gay. O grande absurdo dos dias atuais é que as pessoas não saibam separar o que é público do que é privado. Mas confesso que só por conta dessa matéria (tendenciosa, sim, e o último parágrafo não nos deixa negar) joguei o nome da Claudia Jimenez no google e qual não foi minha surpresa ao ver declarações recentes de que Stella foi o grande amor de sua vida?

    Mesmo depois de ter sido dito (segundo vocês dizem, pois não sou assinante da fAlha de S. Paulo e não pude ler a matéria) que ela foi usada durante 10 anos, tem sido a mesma Stella que sempre acompanha a Cláudia nos momentos mais difíceis (desde o câncer até as recentes cirurgias do coração). Se esse amor não for de Deus, eu não sei o que pode ser.

    “Ela me fez acreditar que mesmo sendo uma mulher fora dos padrões, mais velha, eu poderia ser desejada por um homem. As pessoas às vezes criticam o fato de se transar com homem ou mulher, mas não sabem a beleza que pode ser uma relação do mesmo sexo” (Cláudia Jimenez)

    PS. por que as declarações da Cláudia levaram ao questionamento estéril sobre a natureza e a origem do amor pelo mesmo sexo e não fizeram com que nem por um instante fosse questionada a ditadura da beleza padrão que a oprimiu por tanto tempo?

    • marcela

      “coração não é tão simples quanto pensa…”

  • Guest

    O engraçado Rafaela Araújo…é que você fala como se os jornalistas, sempra respeitaram as entrevistas…SEM DETURPAR O QUE FOI DITO!

    Será mesmo que vocês não quebram regras?

    Será mesmo que vocês jornalistas…falam só a verdade dos fatos?

    Será mesmo que vocês de fato…dizem e divulgam somente aquilo que foi dito e gravado pra vocês?

    Pois comigo numa situação que meu irmão foi assassinado…os repórteres da para o record…noticiaram tudo ao contrário do que estava acontecendo…até mesmo dizendo que meu irmão estava armado e havia ainda desferido tiros contra outras pessoas!

    Tive que chamá-los no IML…(onde eu estava tomando as providências para o enterro)…e forçá-los pedir desculpas na mesma reportagem…caso contrário…os processaria!

    E aí?

    Vai continuar defendendo a sua classezinha de mentirosos e cruéis?

    Quem são vcs pra dizer que existem regras éticas, pra se dar uma notícia?

    É por isso que pra ser jornalista no Brasil…NÃO PRECISA DE CURSO SUPERIOR…BASTA SER MENTIROSO E CRUEL!

  • JÚNIOR

    O engraçado Rafaela Araújo…é que você fala como se os jornalistas, sempre respeitaram as entrevistas…SEM DETURPAR O QUE FOI DITO!

    Será mesmo que vocês não quebram regras?

    Será mesmo que vocês jornalistas…falam só a verdade dos fatos?

    Será mesmo que vocês de fato…dizem e divulgam somente aquilo que foi dito e gravado pra vocês?

    Pois comigo numa situação que meu irmão foi assassinado…os repórteres da rede record…noticiaram tudo ao contrário do que estava acontecendo…até mesmo dizendo que meu irmão estava armado e havia ainda desferido tiros contra outras pessoas!

    Tive que chamá-los no IML…(onde eu estava tomando as providências para o enterro)…e forçá-los pedir desculpas na mesma reportagem…caso contrário…os processaria!

    E aí?

    Vai continuar defendendo a sua classezinha de mentirosos e cruéis?

    Quem são vcs pra dizer que existem regras éticas, pra se dar uma notícia?

    É por isso que pra ser jornalista no Brasil…NÃO PRECISA DE CURSO SUPERIOR…BASTA SER MENTIROSO E CRUEL!

  • Annie Barros

    Sugiro aos jornalistas de plantão que façam uma pesquisa com vários gays, lésbicas, etc, sobre sua infancia. Como eram suas famílias, as pessoas ao redor de cada um e façam uma matéria de quantos % foram abusados sexualmente. Não sou perita mas aposto que a maioria foram abusadas pelo pai, mãe, tio, padrasto, avô… Mas procurem pessoas sérias isso dará uma boa matéria Rafaela Araújo.

    • Flavio

      Isso sem falar na ausência dos pais, na superproteção das mães… Entre tantos outros fatores…

  • Wladimir

    Concordo com a Rafaela, além disso, muito tendencioso. Ele não abrange a complexidade do tema Conheço pessoas que se suicidaram por causa de opiniões como essas. Já que não conseguiam ter o acolhimento necessário de uma sociedade que tende a patologizar comportamentos

  • heliomartins

    isto ai os jornais não da muito espaço quando aquela assanhada da daniela mercuri virou sapatão so se falava naquela nojeira

  • Oscar

    Uma palavra define essa materia: mediocre. Senso comum e equivoco mandaram um beijo.

    .

    • Daniel Alves Leandro

      Ok. Mas por que você pensa assim?

  • Ana O. Abreu

    Só acho que esse assunto já encheu o saco, e cada um deveria se preocupar mais com a própria vida, ao em vez disso ta preocupado com quem a Daniela Mercury ou Claudia Jimenez dorme ou deixa de dormir. Homossexualismo ñ é pra ser discutido como comportamento principalmente por quem não é gay. É muito fácil resolver o problemas na casa dos outros enquanto sua ta uma bagunça.

  • Flavio

    Janaína Oliveira. Por que para você isso é homofobia? Eu sinto atração por pessoas do mesmo sexo e não quero isso para mim! Você está me dizendo que eu não tenho o direito de querer e buscar deixar a minha homossexualidade para trás?

    Quem disse que foi comprovado que não existe ex-gay ou ex-hétero? Há pessoas que dizem que os gays não são felizes de verdade, mas os gays dizem que são felizes. E há pessoas que dizem que os ex-gays ainda são gays, mas eles dizem que não. MAS PRA QUÊ TUDO ISSO!?!?!?!?!?!? POR QUE OS NOS DOIS CASOS ELES NÃO PODEM ESTAR DIZENDO A VERDADE!?!?

    Se vc gosta de mulher e quer se relacionar com elas, isso é a sua escolha para sua vida. Vá e seja feliz. Agora, apesar de gostar de homens, eu não quero isso para mim e não importam os meus motivos. Eu tenho o direito de viver do jeito que eu quero. E isso não significa que eu discrimino os gays que se relacionam com pessoas do mesmo sexo.

    Eu faço direito e ainda quero colocar muitas pessoas que agridem homossexuais na cadeia, pois acho desprezível alguém desprezar uma pessoa por suas escolhas.

    MAS VOLTO A REPETIR, A MINHA ESCOLHA É DIZER NÃO PARA A MINHA SEXUALIDADE. E SE UM DIA EU DEIXAR DE SENTIR DESEJOS HOMOSSEXUAIS, ISSO SERÁ PROBLEMA MEU. QUEM DISSER QUE EU SOU MENTIROSO ESTARÁ FAZENDO IGUAL ÀS PESSOAS QUE DIZEM QUE TODOS OS GAYS MENTEM E SÃO TRISTES!!!!! E ISSO É UM ABSURDO!!!!

    FINALIZANDO, POR TUDO QUE HÁ DE MAIS SAGRADO NESSE MUNDO!!!!! ALGUÉM PODE ME DIZER O QUE EU DEVO FAZER PARA DISCORDAR DA HOMOSSEXUALIDADE E RECUSÁ-LA NA MINHA VIDA SEM SER APELIDADO DE HOMOFÓBICO!?!?!?!!?!?!?!?!?!?!?!? JÁ QUE EU ODEIO GENTE QUE TEM QUALQUER TIPO DE PRECONCEITO!?!?!?!?!? (P.S.: Sério, por favor, alguém me responda, não é uma pergunta retórica!!!)

  • Samir Souza

    Ia comentar à classe GLBT… porém a unica palavra que aprenderam nesses ultimos tempos é homofobia ou AFIRMAR que o Brasil é homofóbico… vontade que eu tenho é de meter um processo por calunia, difamação e injúria, uma vez que homofobia é uma doença… faria isso pra ver se em realidade aprendem a ser um pouquinho mais coerentes no que ditam como verdade sobre alguem que tem uma crítica.

  • ESDRAS PEREIRA

    Homossexualismo é comportamento adquirido, aprendido, em um maior percentual resultado de abusos sofridos na infancia, adolescencia, etc. Causando prejuizos profundos….A razão de ser homossexual passeia pelas questoes da ANTROPOLOGIA, BIOLOGIA, GENÉTICA, sociologia, teologia e outros….O texto cita a apologia que a midia concede a quem se “torna, transforma-se” ou se revela publicamente HOMOSSEXUAL. Mas existem fatos que mostram o contrario de ex-homossexuais masculinos, femininos e bissexuais e outros comportamentos…..HA UMA campanha principalmente da rede globo. algo antigo oriundo dos ESTADOS UNIDOS E OUTROS PAISES, na tentativa de deSconstruir o padrao judaico cristão, destruindo o modelo de familia que tem como personagens insubstituíveis do homem e da mulher….QUE percorre varios caminhos, como: filmes, novelas, peças de teatro, e no ensino secular de preferencia desde a infancia….É uma estrategia pois o quadro atual de quem é contra e a favor esta posto em discussão. Mas se o LGBT CONSTRUIR UMA educação homossexual desde a infancia, em tese o numero de homossexuais irá aumentar ou pelo menos essas crianças de hoje que serao os adultos de amanha nao terao preconceito, discriminação, e o indice de aceitação sera maior…..EXISTE OUTROS CONCEITOS QUE LOGO TAMBÉM SERA trabalhados como comportamentos normais que devem ser aceitos pela sociedade, como por exemplo a PEDOFILIA. (Alguns especialistas ja afirmam que grupos ja estão se mobilizando em varias partes do mundo para a LEGALIZAÇÃO ÉTICA DESTE COMPORTAMENTO). QUEM QUISER SER HOMOSSEXUAL SEJA, É LIVRE PARA ISSO, E DEVEMOS RESPEITAR. TODAVIA NAO PODEM NOS CALAR DE NOSSAS CONVICÇOES, CONCEITOS, E PENSAMENTOS, E NEM TAO POUCO DO NOSSO CREDO RELIGIOSO E NO QUE CREMOS….Muitos falam em tolerancia, contudo percebo que na maioria das vezes o grupo LGBT é quem com frequencia manisfesta A INTOLERANCIA, em nao aceitar o contraditorio, nao aceita que muitos nao concordam com sua bandeira lilás……..com todo respeito, mas com divergencia de pensamento, um abraço……………..

    • Juliano Silva

      Olá Esdras,

      Vamos lá, baseado em que você fala isso? Em textos que você leu? Em pesquisas você fez?

      Fico curioso porque eu sou evangélico desde meu nascimento, nasci em berço cristão, frenquento igreja desde cedo, fui batizado, meus pais me criaram muito bem, em escola evangélica inclusive, amo meus pais, meus irmãos, amo á Deus acima de todas as coisas, sou batizado no Espirito Santo e converso com o Senhor todas as noites… e acredite, sou gay. Desde os 5-6 anos já sabia que era diferente. Pensei em me matar, por causa de gente com o discurso igual o teu.

      Agora me diz, POR QUE você acha que eu vou pro inferno e você não?
      Porque você come mulher? TENHA A SANTA PACIÊNCIA MEU AMIGO! Se Deus quisesse curar o mundo do homossexualismo ele já teria curado. Deus não precisa de ajuda de ninguém pra fazer as coisas não.

      Usem essa mesma energia que vocês estão empenhando aqui para combater “a viadagem” e vá lutar por roupa pra quem não tem, pra cobertor pra quem tá com frio, vá dar testemunho da sua crença em Deus e não ficar aqui militando contra algo que você DESCONHECE!

  • Juliano Silva

    Eu tenho um fascínio quase surreal em relação à necessidade das pessoas de se meterem com o a vida sexual alheia. Nos diversos comentários que li nesse texto, vejo gente argumentando com embasamento teórico sobre como a homossexualidade é algo “comportamental”, como isso é uma opção e reversível. Meu povo, vamos lá, quem aqui é ex-gay? Qual rapazinho, “psicólogo” ou aspirante a, beijou outro rapaz e pensou “bem, nem curti”? Quem aqui em uma ensolarada manhã de domingo acordou se sentindo mais gay? Ninguém, né?!
    Muito fácil e egoísta falar daquilo que a gente acha que sabe, daquilo que a gente lê na “Veja” de domingo e sair repetindo como verdade absoluta. A ciência realmente ainda não descobriu o tal “gene gay”, mas me diga, qual é a importância de existirem gays no mundo pra você? A homossexualidade é vista em mais de 100 espécies do reino animal, e acreditem pessoal, isso não começou depois que elas viram um beijo gay no Discovery Channel.
    Nós precisamos urgentemente parar com esses discursos ASSASSINOS de que ser gay é uma escolha. Gente, ninguém dorme hétero e acorda gay não… Ninguém escolhe ser massacrado pela sociedade, expulso de casa pelos pais e viver a margem a ponto de nem poder se casar. Pelo amor de Deus, eu apelo ao bom senso de vocês! Vocês não tem IDÉIA de quantos meninos e meninas lêem esse texto e reforça o drama que é se aceitar. Muitos deles se matam e a culpa é de gente igual a vocês!
    Se vocês acreditam que é uma opção, tentem o outro lado, beijem alguém do mesmo sexo, se relacione, se apaixone… Tá torcendo a cara ai né?! Pois é, porque a gente não escolhe esse tipo de coisa, é simplesmente você, eu e toda a raça humana e suas diversas variedades.

    Ah, e quanto a Claudia Jimenez, eu sou partidário de que quem não pode ajudar, não atrapalhe. Então, se ela conseguiu se “curar” que bom, mas não vem botar minhoca na cabeça da mininada que sofre pra caramba até entender que eles não estão doentes.

  • Marcus

    Quando ela fala em saída, ela diz que há alternativa a homossexualidade…isso não é preconceito, somente uma outra possibilidade de orientação de gênero, se a pessoa tem a homoafetividade como estilo de vida, não vejo um problema ou anomalia, desde que tenha partido de seu desejo, com alegria e com racionalidade, ou seja, um exercício de liberdade. O que discordo é o jogo de por a faca no pescoço das pessoas determinando qual a sua orientação sexual, e isso vale tanto para heteros, bis e homos. Se a pessoa é feliz como hetero ou homoafetivo, que aprendamos a respeitar a sua liberdade, o que é muito melhor do que inventar uma personalidade artificial fruto de determinações culturais ligadas ao moralismo religioso e fundamentalismo ou ativismo de qualquer ordem. As pessoas devem ter o seu direito de escolha e desde que suas escolhas não sejam fascistas/racistas devem ser respeitadas, independente da orientação sexual e o caso da Cláudia Gimenez só comprova que a homoafetividade está bem institucionalizada e há um bom tempo deixou de ser um problema para o grande poder. Pelo contrário, essas bandeiras moralistas estão sendo utilizadas no mundo inteiro contra a luta de classes, que é a grande luta e pauta que o grande poder quer manter congelada e submersa nos porões sociais e políticos vigentes na atualidade.

  • Neuton Batista de Melo

    Ola defensores e contra está pratica, eu comparo o gay e uma lésbica com um dependente químico ou um mentiroso. Alguém nasce dependente químico? algum diz que sim, se for filho de um dependente pode ter pre disposição para tornar dependente, porem nem todos que tem predisposição para tornar dependente é dependente algum escolhe ser lucido e ficar longe das drogas, isso é comportamento? alguém nasce mentiroso? quando criança é muito comum ter tendencia para mentira mas no decorrer do crescimento faz opção em ser verdadeiro, isso é comportamento? Para mim ser homossexual ou é comportamento ou doença prefiro acreditar que é comportamento.

    • Juliano Silva

      Vamos lá, baseado em que você fala isso? Em textos que você leu? Em pesquisas você fez?

      Fico curioso porque eu sou evangélico desde meu nascimento, nasci em
      berço cristão, frenquento igreja desde cedo, fui batizado, meus pais me
      criaram muito bem, NÃO FUI ABUSADO POR NINGUÉM, GRAÇAS AO NOSSO BOM DEUS, estudei em escola evangélica inclusive, amo meus pais, meus
      irmãos, amo á Deus acima de todas as coisas, sou batizado no Espirito
      Santo e converso com o Senhor todas as noites… e acredite, sou gay.
      Desde os 5-6 anos já sabia que era diferente. Pensei em me matar, por
      causa de gente com o discurso igual o teu.

      Agora me diz, POR QUE você acha que eu vou pro inferno e você não?
      Porque
      você come mulher? TENHA A SANTA PACIÊNCIA MEU AMIGO! Se Deus quisesse
      curar o mundo do homossexualismo ele já teria curado. Deus não precisa
      de ajuda de ninguém pra fazer as coisas não.

      Usem essa mesma energia que vocês estão empenhando aqui para combater
      “a viadagem” e vá lutar por roupa pra quem não tem, pra cobertor pra
      quem tá com frio, vá dar testemunho da sua crença em Deus e não ficar
      aqui militando contra algo que você DESCONHECE!

      • Neuton Batista de Melo

        Olá Juliano!Parece que você está estressado?Você diz curar homossexualismo? isso é doença? porque então tanto alarde sobre o projeto Cura-gay? Continuo pensando que é comportamento e não doença. Leio muito e vejo muitas notícias sobre o assunto e sou compassivo com tais pessoas, porem isso não me exclui de discernir entre o certo e o errado, a intolerância tem sido presente muito mais entre os homossexuais do que por parte dos héteros.Quem te falou que você vai pro inferno?O ladrão da cruz tinha o comportamento pior de que o seu e se arrependeu e recebeu a palavra de Jesus “estarás hoje comigo no paraíso” Davi mandou matar Urias adulterou com Bate-seba arrependeu-se e foi salvo.O Apóstolo Paulo era perseguidor dos cristãos e se arrependeu e foi salvo.Muitos outros comportamentos poderiam ser mencionados de pessoas da bíblia, que experimentaram o arrependimento e foram salvos. O mesmo pode ser experimentado por você. Que a graça do Senhor Jesus seja abundante sobre sua vida.

        Subject: Re: New comment posted on Atriz global Claudia Jimenez deixa lesbianismo

        • Flavio

          Ninguém nasce gay, ninguém decide ter atrações e sentimentos homossexuais, é diferente de um dependente químico e de um mentiroso. Mas a pessoa que sente isso tem o poder de escolher saciar esses desejos ou não. Para nós, cristãos, não podemos nunca confundir tentação com pecado. Abraço.

  • enderson

    Sabem qual o verdadeiro problema dos homossexuais? acharem que devemos ser iguais a eles… e quanto ao termo ; homofobia, que fique bem claro, deveria ser usado para quem tem medo de vc´s, afinal fobia, quer dizer:s.f. Sentimento exagerado de medo ou aversão a: fobia de água, de escuro, de aranhas, de insetos etc. Psicopatologia. Sensação patológica de angústia intensa e persistente, caracterizada pela aversão ou evitamento de certos objetos, circunstâncias, sentimentos etc; horror, pavor: fobia de baratas; fobia do mar; fobia de avião.
    (Etm. do grego: phóbos, pelo francês: phobie). e em nenhum momento há fobia de homossexuais. nada contra vc´s, só quero que respeitem a sociedade.

  • aline da hora

    perfeito esse texto , muito bem explicado e assim é , pura verdade !!! viva a realidade !!

  • angela

    me cosidero leiga no assunto, mas penso q a pessoa nao nasce gay, porem nasce com escolha, se a pessoa escolhe ser hetero, homo ou bi q seja, a escolha sexual é de cada pessoa, q sejam felizes do jeito q acharem melhor, isso é uma discusao inutil, oq eu penso, oq ele ou ela pensa, nao vai mudar a escolha de ninguem e nem a opiniao, so acho!!!

  • Vinícius Franco

    Mas é claro que há saída para comportamento homossexual: basta a pessoa reprimir seus desejos, abdicar da sua sexualidade, viver uma vida de mentiras, se enganando e enganando os outros. Ou seja, sendo INFELIZ. Se formos pensar assim, tudo o que se refere a sexualidade é comportamental. Texto mais do que tendencioso, preconceituoso, e outros adjetivos mais que prefiro nem citar. Quanto à postura da atriz, não cabe a nós julgarmos se está certa ou errada. Que ela seja feliz ao lado de quem quiser, seja homem, mulher, hetero ou gay. Ela pode ter conseguido “deixar o lesbianismo”, mas nunca deixará de ser lésbica, se é que realmente um dia o foi.

  • Marcos Roberto Silva

    Que coisa é extremamente visivél que existe uma ditadura LGBT, no quais obrigam as pessoas a aceitar algo que não contextualizado e de concreto,sendo como normal e familiar, na questão SERHUMANO existe apenas 2 sexo masculino e feminino passando disto é algo bizarra grotesco, o gay nunca vai deixar de ser do sexo masculino, mesmo operando não vai conseguir assumir uma função de mulher, por outro lada a lesbica tambem não vai nunca neste mundo fazer a função do homem.
    Então não preconceito por parte das pessoas, é direito de não concordar com a situação, qual a familia que escolhe ter um filho gay, ninguem quer, mas aceitamos o ser humano por compaixão como JESUS CRISTO disse não acedito o pecado más amo o pecador!!!

  • Jana Cordeiro

    1º Quer dizer que a Claudia Jiminenz vem de lá, e diz que viveu 10 anos com uma mulher por causa de auto estima baixa, e ponto, a experiência de vida dela é o suficiente para enquadrar todos os gays no mesmo balaio? #ARGUMENTOFAIL

    2º A homossexualidade não é comprovada em sua totalidade, assim como a heterossexualidade não é, temos SEXO Masculino e Feminino, e muitas pessoas confudem isso erroneamente com sexualidade, quando na verdade, o Sexo está contido dentro da sexualidade, e jamais o contrário.

    3º A homossexualidade é comportamental, é escolha e blá blá, BALELA, quais dos hetéros que estão no debate chegaram na adolescência (fase que comumente despertamos nossa sexualidade), olhou pra uma Menina e para Menino, põs a mão no queixo, e pensou: “Hum, escolho o menino ou a menina?” … nenhum né? Todos já sabiam desde sempre que o interesse era pelo sexo opostos, com os homossexuais não é diferente, porém ao contrário dos heterossexuais, sofremos uma crise existencial, pois aprendemos desde pequenos que devemos gostar do sexo oposto, e que ser homossexual é errado, e quando nos descobrimos gays, entramos em confusão, perfeitamente normal (aconteceu e ainda acontece com muitos gays)

    4º Ninguém aqui tem que concordar ou não concordar com o casamento gay, ou o modo de vida gay, já que é algo particular ao casal gay, e não interfere na vida de outras pessoas, ridiculo acreditar que se tem o direito de concordar ou discordar com o que uma pessoa faz de sua própria vida.

    5º Sou Lésbica, Negra, classe alta, nunca fui abusada sexualmente, sempre tive uma relação excelente com meus pais e irmãos, inclusive os mesmos aceitam PERFEITAMENTE minha sexualidade, e tenho uma alta autaestima.

    6º Texto pra lá de tendencioso, não me admirarei se um dia, a Claudia Jimenenz voltar atrás do que disse, e voltar a se envolver com mulheres.

    • Flavio

      Pois é, minha cara. Mas vc discorda então da minha decisão de rejeitar os meus desejos homossexuais!!!! Sendo que é a MINHA VIDA, eu NÃO ESTOU FAZENDO MAL PARA NINGUÉM!!!!! E É ALGO PARTICULAR MEU!!!!!!!

      E SE VOCÊS TEM O DIREITO DE DIZER QUE SACIAR OS DESEJOS HOMOSSEXUAIS É O MELHOR A SER FEITO, MOSTRANDO PARA AS PESSOAS COMO É A DECISÃO DE VOCÊS, POR QUE EU NÃO TENHO O DIREITO DE MOSTRAR PARA AS MESMAS PESSOAS A MINHA DECISÃO DE NÃO SACIAR OS MEUS DESEJOS!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!? ISSO É MUITA INJUSTIÇA!!!!!!!!!

      Ridículo é dizer que ninguém tem que concordar ou discordar, pois sempre que nos vem uma informação nova, nós: ou concordamos, ou discordamos, ou não sabemos o que pensar. Isso é automático! ISSO A RESPEITO DE TUDO!!!!!!! E TEMOS TODO O DIREITO DE DISCORDAR, A LEI NOS PERMITE!!!!! O QUE NÃO PODEMOS É DESRESPEITAR!!!!!

    • Diogo Oliveira

      1º Se fosse somente e somente o caso da Jimenez, aí o seu ponto do argumento seria realmente algo a se pensar sobre. O caso é que não é apenas a Jimenez. Existem inúmeros ex-gays, inclusive existem grupos organizados de ex-homossexuais tanto aqui no Brasil quanto em outras partes do mundo. O problema é que os ativistas homossexuais negam a possibilidade da existência de ex-gays, querendo condicionar a escolha dos ex-gays à “pressões”, “insegurança” etc. Existem vários ex-homossexuais que inclusive escreveram livros sobre suas vidas, inclusive no que se refere à parte sobre serem ex-gays, e esses próprios sofrem perseguição dos ativistas homossexuais, estes que se dizem defensores da liberdade. Para justificar a argumentação genética do homossexualismo, acabam negando e perseguindo todos os ex-gays que encontram.

      2º Dizer que a homossexualidade e a heterossexualidade não são comprovadas, lamento, mas isso sim incorre em erro. E, inclusive, seu próprio argumento mostra justamente de onde vem esse erro: da ideia inconsistente de “gênero”. A partir do movimento feminista, começou-se a alimentar a ideia de que os sexos masculino e feminino nada tem a ver com o comportamental masculino e feminino, ou seja, que a formas comportamentais masculina e feminina eram apenas construções sociais, dependentes de época, sociedade e cultura. Isso já foi mostrado claramente incorreto: gênero não é construção social e a heterossexualidade comportamental é cientificamente testada; inclusive os resultados desse estudo já foram postados nos canais competentes do assunto, como a “Science Daily” e a “Scientific American”. Tudo o que resta na atualidade que defende o gênero como construção social geralmente vêm de grupos feministas/homoativistas e eles, por causa desse erro, são até vistos com descrédito ou mesmo desdém diante da comunidade científica. Já mais de uma vez li artigos científicos onde tais grupos eram considerados “anticientíficos”, justamente por colocar suas ideologias (como a ideia do gênero como construção social) acima das descobertas científicas no meio, ignorando qualquer coisa que fosse contrária a eles, mesmo que correta.

      Aliás, já é de claro estudo psicoterápico as disfunções de identidade que indivíduos diversos sofrem por conta da perda de identidade de gênero. O gênero faz parte da identidade do indivíduo e tanto homens quanto mulheres sofrem por conta disso. A parte masculina é consideravelmente estudada em livros e tópicos do dr Robert A Glover, psicólogo ph.D em terapia familiar, uma das maiores autoridades no mundo, se não me engano, em variadas questões masculinas. Por outro lado, existe um estudo, entre outros, muito interessante, chamado “The Paradox of Declining Female Happiness”, conduzido por Betsey Stevenson eJustin Wolfers em 2009, onde são observados os prejuízos que a mulher leva por conta dessa nova sociedade de “gêneros socialmente construídos”. Os argumentos em prol da ideia de gênero como construção social ficam se limitando a citar exemplos de comportamentos diferenciados entre homens e/ou mulheres de diferentes sociedades e épocas, mas onde eles falham é que diferença cultural mutável não está relacionada a gênero mutável. Em qualquer desas sociedades e épocas, havia numerosas diferenças comportamentais entre mulheres e homens que são refletidas de forma natural até hoje. Apesar das diferenças sócio-culturais, todos sabemos como é uma mulher e como é um homem, e não estamos falando de diferença físicas. ;).

      Alguns comentam, dizendo: “mas existem mulheres que são muito machos, por outro lado, existem homens que não se adequam lá tanto ao que é geralmente tido para homens”. Sei, isso é um fto e eu não nego em nada isso! O problema é que essas pessoas são exceções. Aliás, dentro dessas exceções, encontram-se os homo/bissexuais, onde não apenas o comportamento (quando aplicável), mas principalmente a atração sexual é diferente. É aí que está o problema: os homoativistas estão querendo usar as exceções como regra, e as regras como exceção. Para eles, a homossexualidade é genética, mas a heterossexualidade não. E a ciência tem dito exatamente o contrário. Mas se a gente menciona isso, mesmo respaldados cientificamente, tomamos chumbo e ad hominem de gente que se diz “tolerante e amiga da liberdade de pensamento”. Eu não proíbo ninguém aqui de discordar, só acho legal que as pessoas façam isso sem levar pro lado pessoal e começarem-se as briguinhas. Isso estraga qualquer diálogo. Aliás, se eu não proíbo ninguém de discordar, como vários “tolerantes” dizem que eu proíbo, porque eles que supostamente deveriam dar o exemplo, me proíbem?

      3º sim, a homossexualidade é comportamental e parte de escolhas. Não há nenhuma argumentação científica crível que nos leva a considerar, de fato, a homossexualidade como sendo genética, mas se você quer defender que a honossexualidade é genética, a primeira coisa a se fazer é mostrar os tais genes gays. Houve diversas tentativas, entre as quias cito os pares de alelos Xq28, genes mitocondriais etc, todos resultantes em falha: nenhum se comprovou como gay. Não adianta vir defender algo humanamente palpável e compreensível como certo se não há provas disso. Você pode, sim, dizer que é sua opinião, mas dizer que é fato… se é fato científico, há provas científicas… e onde estão tais provas? Você só trouxe argumento, nada de provas.

      Pois bem, aí você, CORRETAMENTE, poderá me cobrar argumentações científicas que mostrem as bases de eu saber que a homossexualidade não é genética, certo? Aí vai:

      “Muitos pesquisadores têm tentado descobrir uma causa biológica para a atração pelo mesmo sexo. Os meios de comunicação promovem a ideia de que já foi descoberto o “gene gay” (Burr 1996). Mas, apesar de várias tentativas, não se testou cientificamente nenhum dos estudos bem divulgados (Hamer 1993; LeVay 1991). Muitos escritores analisaram esses estudos

      cuidadosamente e descobriram que eles não só não provam uma base genética para a atração pelo mesmo sexo, mas também nem chegam a afirmar possuir provas científicas para tal alegação. (Byrne 1963; Crewdson 1995; Goldberg 1992; Horgan 1995; McGuire 1995; Porter 1996; Rice 1999). Se a atração pelo mesmo sexo fosse geneticamente predeterminada, então deveríamos supor que gêmeos idênticos teriam de ser idênticos em sua atração sexual. Há, porém, muitos registros de gêmeos idênticos que não são idênticos em sua atração sexual. (Bailey 1991; Eckert 1986; Friedman 1976; Green 1974; Heston 1968; McConaghy 1980; Rainer 1960; Zuger 1976) As situações individuais registradas revelam fatores ambientais que explicam a causa do desenvolvimento de diferentes estilos de atração sexual em crianças geneticamente idênticas, apoiando a teoria de que a atração pelo mesmo sexo é um produto da ação e efeito recíproco de uma variedade de fatores ambientais. (Parker 1964). Há, porém, tentativas de convencer o público de que a atração pelo mesmo sexo tem base genética. (Marmor 1975) Tais tentativas podem ter como causa motivações políticas porque as pessoas se sentem mais inclinadas a aceitar sem dificuldades reivindicações pedindo mudanças nas leis e nos

      ensinos religiosos quando creem que a atração sexual é geneticamente determinada e imutável. (Emulf 1989; Piskur 1992). Outros têm procurado provar uma base genética para a atração pelo mesmo sexo, a fim de poderem apelar para os tribunais em busca de direitos baseados na teoria da “imutabilidade”. (Green 1988)”

      Agora, vamos mais profundamente às implicações psicológicas da situação homossexual:

      “Na história de vida de indivíduos que experimentam a atração pelo mesmo sexo, frequentemente encontramos um ou mais dos seguintes elementos:

      Distanciamento do pai cedo na infância, porque a criança o via como hostil ou distante, violento ou alcoólatra. (Apperson 1968; Bene 1965; Bieber 1962; Fisher 1996; Pillard 1988; Sipova 1983)

      Mãe superprotetora (meninos). (Bieber, T. 1971; Bieber 1962; Snortum 1969)

      Mãe emocionalmente distante (meninas). (Bradley 1997; Eisenbud 1982)

      Pais não conseguiram incentivar identificação do mesmo sexo. (Zucker 1995)

      Falta de brincadeiras mais duras (meninos). (Friedman 1980; Hadden 1967a)

      Incapacidade de se identificar com colegas do mesmo sexo. (Hockenberry 1987; Whitman 1977)

      Antipatia por esportes de equipe (meninos). (Thompson 1973)

      Falta de coordenação manual e visual e resultante provocação dos colegas (meninos). (Bailey 1993; Fitzgibbons 1999; Newman 1976)

      Abuso sexual ou estupro. (Beitchman 1991; Bradley 1997; Engel 1981; Finkelhor 1984; Gundlach 1967)

      Fobia social ou acanhamento extremo. (Golwyn 1993)

      Perda dos pais através de morte ou divórcio. (Zucker 1995)

      Separação dos pais durante decisivas fases de desenvolvimento. (Zucker 1995)”.

      Existem muitos argumentos, alguns até modernos, tentando provar que o homossexualismo é genético, mas todos falham nos casos acima apontados pelo método científico. Não adianta assumir algo como cientificamente verídico sem provar isso de forma cientificamente verídica.

      Agora, onde estão as argumentações cientificamente verificáveis e críveis sobre a homossexualidade como fator genético? Não adianta apenas trazer teorias: uma teoria somente e somente será creditada como fato a partir do momento em que ela for comprovada, e não, não há prova alguma da homossexualidade como fator genético.

      No mais, as confusões que muitos homossexuais sofrem ao irem para a homossexualidade nada tem a ver com a “pressão social de ser hétero, tem a ver com a própria confusão da identidade de gênero, pois, visto que ela não é uma construção social, ir contra ela gera confusão. Às vezes, MUITA confusão. Um estudo de caso muito citado é a Holanda: mesmo com toda a lei holandesa amparando em totalidade a causa LGBT há pelo menos 12 anos, eles ainda têm considerável taxa de suicídio e muitos gays lá na Holanda se envergonham de andar de mãos dadas nas ruas, além de não sentirem-se bem consigo próprios. Isso porque estamos falando da Holanda, considerado o berço e exemplo mundial da “classe” LGBT e da tolerância, onde essa tal “homofobia” já foi “erradicada” socialmente, dizem alguns. Se a “pressão social” fosse de fato causa da confusão que os homossexuais sentem, nenhum gay holandês deveria se sentir mal, visto que estamos falando da Holanda: como já falando, há mais de uma década que ela dá amparo total, inclusive socialmente, à causa gay e, mesmo com toda a aceitação, a Holanda ainda tem uma das mais consideráveis taxas de suicídio entre homossexuais. Mesmo sem essa tal homofobia, que lá já é considerada por alguns como “extinta”.

      4º Faz parte da capacidade racional da humanidade averiguar uma informação, criticá-la e apreciá-la, concordando ou discordando da mesma. Quando você diz que ninguém deveria discordar ou concordar do estilo de vida homossexual, você está tirando meu direito de discordar, mas ao mesmo tempo está tirando SEU próprio direito de concordar. Faz parte da humanidade concordar e discordar de coias e todos tem o direito a isso. Inclusive sobre questões homossexuais.

      5º Ser lésbica, negra, classe alta não faz diferença: homossexualidade não escolhe cor e nível financeiro. Há inúmeros grupos e camadas sociais com homos, bi e héteros. Sobre as “não-causas” da sua homossexualidade, a vida de uma pessoa é afetada e influenciada por uma série, uma “quase-infinidade” de fatores, muitos dos quais ela nem sequer tem como se lembrar, por terem acontecido na primeira infância. Apesar de muitas afirmações psicológicas acerca do homossexualismo envolverem problemas com pais, abusos sexuais, acanhamento ao extremo, fobia social etc, esses não são os únicos: estaríamos provavelmente limitando o estudo do tema se acreditássemos que tudo se resume apenas e apenas a esses fatores.

      6º O texto não foi tendencioso, apenas mostrou uma face da questão gay que muitos ignoram por completo por indisposição de tratar o tema com imparcialidade. Aliás, muitos comentários contra essa matéria do site foram tendenciosos, pois, sem confirmarem absolutamente nada a nível científico, atacaram com ofensas tanto o texto como o autor dele. Chamaram a matéria de tendenciosa, homofóbica, preconceituosa… mas se você ler os comentários destes, tudo oque eles usam para argumentar são opiniões que lhe sejam favoráveis, além de ad hominem contra o autor e a matéria, isso sem mencionar o fato de discordarem automaticamente, sem análise crítica, de toda e qualquer opinião que lhe seja contrária. Isso não seria afinal tendencioso?

      Sobre você mesma ter se mostrado nada admirada com a possibilidade de um dia a Jimenez voltar a se relacionar de forma homossexual, percebe-se que você já alimenta a perspectiva de que ela, no fundo, não tenha deixado de ser homossexual. Isso a própria Jimenez tem criticado dos gays: ela [Jimenez] falou que quando ela era gay, os amigos hétero dela a repeitava, mas agora que é hétero, passou a ter muitos comentários depreciativos da parte dos gays. Cadê a liberdade dela?

  • Fabiano Pessoa

    Não estou acreditando em tudo que estou lendo. Não é uma crítica ao texto, e sim aos comentários. É uma discussão que não vai chegar em lugar nenhum. Mas vamos combinar que existem alguns comentários aqui que não são dignos nem de serem chamados de opinião, crítica, ponto de vista, sei la…

    A primeira coisa que está faltando aqui é o respeito pela opinião dos outros. É um acusando o outro, e citando o nome de outro. Claro que vão ter comentários que irão te incomodar, talvez até por mexer na própria ferida, ou a “carapuça servir”, ocorre que, não existe muito certo ou errado quando se trata dessa discussão acerca do homossexualismo.

    EU discordo da imposição de definições tratada tanto por parte dos homossexuais quanto pelos heterossexuais. Gente, vamos combinar que taxar o homossexualismo como comportamental ou condicional é uma discussão que está longe de ser dissecada. Por óbvio, se até hoje não se teve nenhuma comprovação científica, divina, ou seja lá qual for acerca disso, mostra que esse assunto é muito mais complexo do que tem sido rotulado por aí.

    Eu sei da MINHA condição e tenho a MINHA opinião. Eu sou gay e não tenho nenhum problema com relação a isso. Se existe bissexualismo, se eu sou gay por uma questão comportamental, se é genético, se foi Deus quem quis assim, se Deus vai me castigar porque eu sou assim, sinceramente,,, tenho me feito essas mesmas perguntas desde que me entendo por gente, e se até hoje eu não encontrei as respostas que procurei, não serão pessoas que comparam o homossexualismo com usuários de drogas, ou pessoas do próprio movimento LGBT que me dizem que eu devo colocar uma bandana colorida e impor minha condição que serão os donos da MINHA verdade.

    Tem tanta coisa interessante para se discutir, esse Fórum no início me despertou a curiosidade, mas no decorrer dos comentários você enxerga que o assunto é redundante e chega a ser massante até.

    O que eu posso dizer sobre o que eu consegui entender nesses 26 anos de vida, é que em relação à sexualidade (no caso a MINHA sexualidade), não foi uma escolha, aconteceu de forma natural, não sei se nasci assim porque eu não lembro nem a primeira palavra que eu disse, quiçá meus pensamentos, passei pelos mesmos problemas de aceitação que muita gente passa, sempre me dei mais com heterossexuais por uma questão de afinidade e equilíbrio nos pensamentos, tenho pais heterossexuais, não sou uma pessoa influenciável, já fiz terapia, já fui “exorcizado”, sou Cristão (me perdoem aqueles que acham que ser cristão é colocar uma burca e não viver), já tive relacionamentos heterossexuais, já amei mulheres, já amei homens, logo… Eu procuro viver a minha vida sem fazer mal às pessoas, sem julgá-las, sem impor minha opinião e aconselho vocês a fazerem o mesmo.

    Se cada um cuidasse da sua própria vida, da mesma forma que cuida da vida do outro, acredite: O mundo seria um lugar BEM MAIS FÁCIL de se viver.

    PS: Sobre a Cláudia Jimenez… se ela se rotulava como lésbica, se era bissexual, se virou ex lésbica, se foi casada 10, 20, 30, ou 90 anos, se é gorda, se se sente gorda, se tem uma péssima auto estima, se foi a Edileuza do sai de baixo, se nasceu com um mini membro, se torce pro Grêmio, se nasceu de parto normal ou cesária, etc… isso não me interessa!

  • Fabiano Pessoa

    Para aqueles que perguntaram aqui como discordar do homossexualismo sem ser taxado como homofóbico. Aqui vai uma dica:

    Vocês não tem que concordar ou discordar… tem que respeitar, só isso.

    É como se um branco perguntasse como discordar da raça negra sem ser taxado como racista; ou como se um nazista perguntasse como poderia discordar de um judeu sem ser taxado como genocida.

    “Oua”, que pergunta mais sem pé nem cabeça.

    Se não quer ser taxado como homofóbico, comece por não sê-lo!

    Estou cansado desse papinho de “eu discordo do homossexualismo mas não sou preconceituoso”… Querido, querida, isso não diminui a sua intolerância e o fato de que você É PRECONCEITUOSO SIM e ao mesmo tempo covarde porque se esconde atrás dessas frases prontas.

    Põe uma coisa na sua cabeça, você não deveria discordar do homossexualismo, aliás você não deveria nem pensar sobre isso, mas, se discorda, guarda isso pra você porque não tem ninguém interessado ou precisando da sua aprovação

    • Daniel Alves Leandro

      A diferença é que já existem provas mais que suficientes de que o fato da pessoa ser negra ou não, é uma condição genética. E o mesmo não vale para uma pessoa homossexual, ou seja, não existem provas científicas de que a pessoa já nasce gay, nem do contrário. Portanto é totalmente natural discutir, concordar ou discordar, desde que respeitando. O que o texto expõe é justamente isso que você demonstrou no seu comentário, ou seja, o pensamento de que a pessoa já nasce gay e ponto, se alguém discordar disso é preconceituoso, sendo que não há nenhuma prova concreta disto, seja na esfera científica, religiosa, filosófica ou em qualquer outra.

    • Diogo Oliveira

      Fabiano Pessoa, preconceito e discordância nunca foram sinônimos: uma pessoa pode perfeitamente discordar de uma ideia sem ter preconceito contra as pessoas que sustentam e/ou vivem a mesma; aliás, todos nós fazemos isso o tempo todo.

      Inclusive você. Ou você concorda com tudo que te falam?

      Você escreveu que se a pessoa discorda, então ela já está sendo intolerante. Ótimo, você discordou de mim e tantos outros que discordam, podemos agora rotular você de ignorante, fóbico, preconceituoso, fascista e tantas outras cosias que usualmente escutamos de vocês?

      Respeito e discordância nunca foram antônimos; eu posso discordar de uma pessoa em vários assuntos – e não apenas no homossexualismo – e continuar tendo respeito por ela. Cito inclusive um exemplo: Elton John é um excelente cantor. Tenho várias músicas dele. Mas discordo dele não apenas quanto ao homossexualismo, como também em outras cosias que ele falou nos últimos anos. Isso me faz inimigo dele?

      Não.

      Isso me faz um nazista?

      Não.

      Homofóbico, talvez?

      Muito menos!

      Portanto, sua comparação sobre nazistas perguntando a judeus como criticar um negro sem ser chamado de genocida e um branco discordar da raça negra sem ser tachado de racista, essa sim não tem pés nem cabeça. “Se não quer ser taxado de homofóbico, comece por não sê-lo”, e alguém aqui o é? Discordar agora é sinônimo de preconceito? Vamos ao dicionário:

      PRECONCEITO: Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério; Estado de abusão, de cegueira moral.

      DISCORDAR: Não concordar; Divergir.

      Percebeu alguma semelhança nos termos? Nem eu.

      Eu posso discordar de você sem ter preconceito por você; de diferente forma, seu comentário discorda de outros com muito preconceito e total falta de respeito, pois parte do pressuposto que se alguém discorda do homossexualismo, é automaticamente um homofóbico, ou algo que o valha.

      Portanto, a pergunta é refeita: como discordar de vocês sem sermos considerados homofóbicos? Eu tenho a resposta: na maioria dos casos mais críticos, não dá. Pois vocês partem do pré-conceito de que “todo discordante é, logo, preconceituoso e por isso discorda”. Discordar e não ser homofóbico não é uma frase pronta, é um fato que os homoativistas vivem negando, tal como você, de igual modo, aqui negou. Aliás, você diz que nem sequer deveríamos pensar sobre o assunto. É assim que vocês defendem a liberdade de pensamentos, a democracia e a diferença de opiniões? Negando aos demais o direito de discordar? Com todo o respeito, mas que belo exemplo de respeito às diferentes opiniões você nos dá. É assim que você diz lutar pelas diferenças? Rotulando de preconceituoso tudo o que te é discordante? O que é isso agora, totalitarismo?

      Você, infelizmente, não apenas não respondeu a pergunta proposta no comentário que você quis responder, como ainda repetiu, de forma clara, os mesmos erros nela mencionados. Chamou de preconceituoso, mas agiu com preconceito. Chamou de intolerante, mas agiu com intolerância.

  • valdir

    Respsota ao Simoes, Sim a Bíblia diz que Desu criou o mal também Ísaias Capítulo 45 Versículo 07

  • sueli

    JA Q TODOS ACHAM CHEIOS DA RAZÃO E NAO CHEGAM EM NEHUM ACORDO, ESPEREM ATE O JILGAMENTO DE DEUS ELE NOS REVELARA PODEM FICAR TRANQUILO !!

  • sueli

    PRQ VCS NÃO ESPERAM O JULGAMENTO DE DEUS PRA VER QUEM É Q ESTA CERTO? PODEM TER CERTEZA Q ESSE DIA CHEGARA! JÁ Q ACHAM SER CHEIOS DA RAZÃO!

    • Juliana Silva

      Sú, se você acredita e lê o livro sagrado, sabe que não podemos esperar esse dia chegar para mudarmos as nossas atitudes, pois seremos julgados pelo que fizemos e não pelo que faremos dali em diante. Pq a fé é acreditar naquilo que não vemos e nos entregar totalmente aos cuidados do Criador. Não leve em consideração os julgamentos de pessoas que não vão te levar a lugar nenhum, mas vá você mesmo atras da verdade e ela vos libertará. Creia enquanto há tempo, não espere para pagar o preço, e saiba, antes de ler qualquer parte da Bíblia referente ao assunto, entenda que Deus lhe ama incondicionalmente, independente do que és, o que Ele não ama, são os nossos pecados. Se você começar a ler a Bíblia, vai entender que ela é um manual de sobrevivência para nós pecadores. Forte abraço, fique bem, se precisar, estarei aqui para tentar te ajudar! Beijos, Jú

  • luiz henrique benvindo

    se há saída para o comportamento homossexual me conta, preciso saber.

    • Israel Teixeira

      Psicanálise

  • Pingback: Atriz Luciana Gimenez abandona lesbianismo | FATOS EM FOCO

  • Pingback: Atriz Cláudia Jimenez abandona lesbianismo | FATOS EM FOCO

  • ROSA

    ESTA BEM CLARO PARA PESSOAS INTELIGENTES,QUE DEUS NAO SERIA TAO BURRO EM FAZER UMA PESSOA NASCER MULHER, PARA DEPOIS VIRAR SIMPLESMENTE HOMEM RSRSRSRS OU VICE VERSA……….LEIA A BIBLIA E PENSE O CRIADOR UM SER SEM LIMITES ,NAO COMETERIA UM ERRO TAO GRAVE DESTE COM A HUMANIDADE. QUE SAO SUA SEMELHANÇA….IGNORANTES SIMPLESMENTE OS QUE INFELIZMENTE EM PLENO SECULO XXI, AINDA ESTAO CEGOS E NAO ACREDITAM NESTES CIENTISTAS QUE COITADOS FORAO CRIADOS POR DEUS E NAO OS CONHECEM …..MAS OREMOS POR ELES…..

  • Agilson Ribeiro

    PROCURE AJUDA, JESUS TEM JEITO PRA TUDO.
    ELE RESSUSCITOU LÁZARO DEPOIS DE 4 DIAS.
    JESUS É DEUS.

  • Pingback: Atriz global Claudia Jimenez deixa lesbianismo | Beréia News

  • Pingback: Isso a Globo não mostra | deOlhOnet

  • Natacha Nelleus

    eu sinceramente não entendo o pq alguns “heteros” querem tanto pregar a hetorossexualidade. (?) o.O
    cresci num mundo hetero, fui criada para ser uma Princesinha e sou gay…. a questão toda foi o foco da midia? manolo eu sinceramente não vejo difculdade alguma em se assumir hetero, porem para se assumir gay tem que ter peito e coragem o que poucos tem e por isso que se dá destaque.
    ser hetero é comum, simples e facil….ser gay significa enfrentar o mundo em nome da sua felicidade por isso ganha destaque, pq se assumir hetero não sofre de forma alguma com isso, mas se assumir gay se sofre muito e muitas vezes o sofrimento começa dentro de casa!.

  • Eude Gomes de Oliveira

    A transcrição da notícia não podia ser mais tendenciosa. A reportagem da folha está bem diferente do que saiu aqui. Não gostei de perder tempo lendo delírios. Deste jeito a cristandade perde pontos por não ser fiel à verdade.

  • Ismael Maduro

    A mídia é homo!

  • valtet

    Deus fez homem e mulher agora o diabo veio mata roubar e desfazer o que Deus fez o diabo vai levar muito pro inferno deus e amor mas é justiça também me responder por que os gay Sao espíritas e Deus não fez gays Jesus te ama

  • Pingback: Atriz global Claudia Jimenez é criticada pelo Movimento LGBT por deixar o lesbianismo

  • gilbertomarquesaj@gmail.com

    “E Deus criou o homem à Sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.” (Gênesis 1,27).
    “Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão uma só carne.” Para quem tem fé na Palavra de Deus não há dúvida de que Deus criou unicamente homem e mulher.

  • Luiz Fernando

    Deus criou os genes x e y. Quando descobrirem o genes G, aí sim podem dizwer que nao é comportamental.